Espanha: Consignações do IRS entregam 300 milhões à Igreja Católica

| 3 Mar 21

Os contribuintes espanhóis entregaram 301,07 milhões de euros à Igreja Católica ao preencherem a seu favor a opção de doarem 0,7% do seu IRPF (equivalente espanhol ao IRS português). Este valor, relativo aos rendimentos de 2019, supera em 16,6 milhões o montante do ano anterior e constitui um novo máximo histórico. O número de declarações fiscais em que a Igreja Católica foi a preferida rondou os 7,3 milhões, pelo que, tendo em conta que alguns dos impostos sobre os rendimentos pessoais são apresentados em conjunto (casais), o número de espanhóis que quis favorecer a igreja superou os 8,5 milhões, ou seja, um terço do universo total de contribuintes.

Os números, segundo o comunicado emitido sobre o assunto pela Conferência Episcopal Espanhola “mostram o apoio social e pessoal” dos espanhóis “ao trabalho desenvolvido pela igreja nestes tempos” difíceis, o qual é “decisivo para sustentar a imensa atividade da Igreja que para chegar a todos nestes tempos de crise, necessita da colaboração de todos”. Ler mais aqui.

O segundo apagamento de Aristides

Comentário

O segundo apagamento de Aristides novidade

“Mesmo que me destituam, só posso agir como cristão, como me dita a minha consciência; se estou a desobedecer a ordens, prefiro estar com Deus contra os homens do que com os homens contra Deus.” Esta afirmação de Aristides de Sousa Mendes, cônsul de Portugal em Bordéus em 1940, confirmada por muitas outras de cariz semelhante, mostra bem qual foi o fundamento para a sua decisão de, contra as ordens expressas de Salazar, conceder indiscriminadamente vistos de passagem a milhares de pessoas em fuga do terror nazi.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Vaticano

Mundo não pode ignorar sofrimento de haitianos novidade

O mundo não pode mais ignorar o sofrimento do povo do Haiti, uma ilha que há séculos é explorada e pilhada por nações mais ricas, apontou o arcebispo Vincenzo Paglia, presidente da Pontifícia Academia para a Vida. “O grito de ajuda de uma nação não pode passar despercebido, especialmente pela Europa.”

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This