Depois da pandemia

Esperados 850 mil na peregrinação a Meca

| 14 Jun 2022

O cenário que era habitual na peregrinação a Meca (aqui, em foto de arquivo) voltará repetir-se este ano. Foto © Creative Commons Attribution-Share Alike 4.0.

 

Cerca de 850 mil peregrinos estrangeiros são esperados no próximo mês em Meca e Medina, na Arábia Saudita, país que aligeirou esta segunda-feira, 13, a obrigatoriedade do uso de máscara em espaços interiores. O primeiro grupo de muçulmanos chegou já no dia 4, proveniente da Indonésia.

Dado que os casos de covid-19 têm vindo a subir nos meses mais recentes, as máscaras continuarão em vigor nos locais mais sagrados, onde os peregrinos se concentram. Enquanto isso, os organizadores das peregrinações têm liberdade de continuar a exigir o uso de máscara.

Esta peregrinação, ou Hajj, é um dos cinco pilares do islão, que cada muçulmano adulto deve cumprir pelo menos uma vez na vida, desde que disponha de saúde e dinheiro para tal e a sua ausência não ocasione danos à sua família. O Hajj pode ser realizado por procuração, através de um amigo ou familiar. Nos dois últimos anos, estas concentrações, que chegam a envolver, em condições normais, dois milhões de pessoas, foram drasticamente limitadas ou mesmo suspensas, o que trouxe ao reino da Arábia Saudita uma perda de receitas da ordem dos 12 mil milhões de dólares cada ano, segundo dados da Al Jazeera.

A regra estabelece que a peregrinação islâmica dure cinco dias, embora os crentes comecem a chegar com semanas de antecedência. O Eid al-Adha é a celebração com que se encerra o Hajj, sendo caraterizada pela distribuição de carne aos pobres de todo o mundo.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Índia

Carnataca é o décimo Estado a aprovar lei anticonversão

O Estado de Carnataca, no sudoeste da Índia, tornou-se, no passado dia 15 de setembro, o décimo estado daquele país a adotar leis anticonversão no âmbito das quais cristãos e muçulmanos e outras minorias têm sido alvo de duras perseguições, noticiou nesta sexta-feira, 23, o Vatican News, portal de notícias do Vaticano.

Neste sábado, em Lisboa

“Famílias naturais” em convívio contra a ideologia de género

Prometem uma “tarde de convívio e proximidade”, um concerto, diversão e “múltiplas actividades para crianças e adultos: o “Encontro da Família no Parque” decorre esta tarde de sábado, 24 de Setembro, no Parque Eduardo VII (Lisboa), a partir das 15h45, e “pretende demonstrar um apoio incondicional à família natural e pela defesa das crianças”.

Fraternidade sem fronteiras

Fraternidade sem fronteiras novidade

A fraternidade é imprescindível na vida e na missão. No Congresso sobre o tema, a realizar nos dias 14 e 15 de Outubro, em Lisboa, queremos reflectir sobre a construção da fraternidade na sociedade, na política, na economia, na missão, no diálogo entre as religiões e na reconstrução da esperança.

Irmã Elis Santos: “São mais de 500 anos a sobreviver, e nós queremos existir”

Indígena do povo Mura em entrevista

Irmã Elis Santos: “São mais de 500 anos a sobreviver, e nós queremos existir” novidade

Aos 35 anos, Elis Santos, religiosa da Divina Providência, é uma das vozes mais ativas no Brasil na luta pelos direitos dos povos indígenas. Descendente do povo Mura e mestre em Antropologia Social, a irmã Elis falou ao 7MARGENS durante o encontro d’A Economia de Francisco, que decorreu na semana passada em Assis, e lamentou que no seu país continue a prevalecer “uma economia que mata”. 

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This