Espiritualidades

“E tu, falas com Jesus?”

“E tu, falas com Jesus?” novidade

Em matéria de teologia, tendo a sentir-me mais próxima do meu neto X, 6 anos, do que da minha neta F, de 4. Ambos vivem com os pais e uma irmã mais nova em Londres. Conto dois episódios, para perceberem onde quero chegar. Um dia, à hora de deitar, o X contou à mãe que estava “desapontado” com o seu dia. Porquê? Porque não encontrara o cromo do Viktor Gyokeres, jogador do Sporting, um dos seus ídolos do futebol; procurou por todo o lado, desaparecera. Até pedira “a Jesus” para o cromo aparecer, mas não resultou. [Texto de Ana Nunes de Almeida]

Retiro na Casa Daniel Faria: o silêncio do mistério inefável

Retiro na Casa Daniel Faria: o silêncio do mistério inefável

Decorreu no passado fim-de-semana 6 e 7 de julho o “Um retiro em julho, soa-vos bem?” que o 7MARGENS noticiou, o que fez engrossar as fileiras dos participantes na iniciativa, gente sedenta do Silêncio e do Belo que toque vidas, as reerga pelo lado bom. E foi, sim, uma espantosa novidade: na Casa Daniel Faria, houve um acolhimento pensado ao pormenor pela singeleza e o bom gosto no chamamento. [Texto Vera Constantino]

Uma “oportunidade única” para descobrir os “tesouros” da Real Irmandade de Mafra

Exposição com entrada gratuita

Uma “oportunidade única” para descobrir os “tesouros” da Real Irmandade de Mafra

O que têm em comum a camisa que o rei Luís XV de França usou na sua sagração em Paris em 1722, a cruz com quase cinco metros que D. João V mandou vir de Roma em 1740 para a Procissão da Penitência da Ordem Terceira de São Francisco, e a coroa que a imagem de Nossa Senhora da Soledade “ganhou” aquando da sua coroação pontifícia, em setembro passado? Mais do que possa parecer.

A dimensão espiritual da vida humana

[A escuta que cura – 2]

A dimensão espiritual da vida humana

Diferentes tradições culturais, religiosas e filosóficas têm procurado entender e explicar a dimensão espiritual que, embora intangível, é intrínseca à experiência humana. A espiritualidade, neste contexto, não se limita à prática religiosa, mas abrange um espectro mais vasto de experiências e perspetivas.

Taxa de abandono da religião na Ásia Oriental é das mais altas do mundo, mas “espiritualidade” e “rituais tradicionais” mantêm-se

Estudo revela

Taxa de abandono da religião na Ásia Oriental é das mais altas do mundo, mas “espiritualidade” e “rituais tradicionais” mantêm-se

A taxa de abandono da religião na Ásia Oriental está entre as mais altas do mundo, com metade dos adultos em Hong Kong e na Coreia do Sul a afirmar que trocaram a religião em que foram educados por outra ou a já não se identificar com nenhuma. Mas, ao mesmo tempo, muitos deles continuam a acreditar em Deus ou noutros seres invisíveis e a recorrer aos rituais espirituais transmitidos pelos seus pais e avós.

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Na Casa de Oração Santa Rafaela Maria

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Estamos neste mundo, não há dúvida. Mas como nos relacionamos com ele? E qual o nosso papel nele? “Estou neste mundo como num grande templo”, disse Santa Rafaela Maria, fundadora das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, em 1905. A frase continua a inspirar as religiosas da congregação e, neste ano em que assinalam o centenário da sua morte, “a mensagem não podia ser mais atual”, garante a irmã Irene Guia ao 7MARGENS. Por isso, foi escolhida para servir de mote a uma tarde de reflexão para a qual todos estão convidados. Será este sábado, às 15 horas, na Casa de Oração Santa Rafaela Maria, em Palmela, e as inscrições ainda estão abertas.

Quadros vivos na “peregrinação anual” ao Santuário do Imaculado Coração de Maria

Cerejais, Alfândega da Fé

Quadros vivos na “peregrinação anual” ao Santuário do Imaculado Coração de Maria

A “peregrinação anual”, uma das mais importantes vias-sacras do distrito de Bragança, teve mais uma vez lugar na aldeia de Cerejais, concelho de Alfândega da Fé, no fim de semana de 25 e 26 de maio, e levou milhares de pessoas ao Santuário do Imaculado Coração de Maria para assistirem, entre outros, aos quadros vivos interpretados por figurantes vindos de várias terras da região.

Comunidades vizinhas aprendem a “rezar com os pés”

Terras de Jales

Comunidades vizinhas aprendem a “rezar com os pés”

Dezenas de fiéis de cinco paróquias participaram na peregrinação ao Santuário de Santa Isabel, em Jou, concelho de Murça. “Rezar com os pés” foi o lema da iniciativa lançada há 13 anos pelo padre Iolando Pereira para criar laços entre as comunidades das paróquias que tem a seu cargo. A última vez foi antes da pandemia, mas este ano voltou-se a caminhar.

Sentido da vida

Sentido da vida

Em que consiste o sentido da vida? Somos o único animal que coloca esta questão. Sobretudo depois de satisfeitas todas as necessidades materiais. Porque é evidente que o material não chega. Parece bastante evidente que o ser humano não foi feito para estar parado; ele age e deseja agir. O desejo de sentido último é um desejo de ação. Não de uma ação qualquer, não de um mero agitar-se, mas de um agir com propósito. [Texto de Rúben Azevedo]

A memória presente em pequenas tábuas

Museu Abade de Baçal

A memória presente em pequenas tábuas

“Segundo uma Promessa” é o título da exposição inaugurada a 18 de maio no Museu Abade de Baçal, em Bragança, e composta por uma centena de pequenos ex-votos, registados em tábuas, que descrevem o autor e o recetor de vários milagres, ao longo dos séculos XVIII e XIX. “O museu tem a obrigação de divulgar e de mostrar ao público algum do património que está disperso pela diocese de Bragança-Miranda”, disse ao 7MONTES Jorge Costa, diretor do museu.

Uma estranha serenidade…

Uma estranha serenidade…

Talvez o leitor já tenha tido a estranha sensação de conversar com um monge e sair dessa conversação cheio de interrogações, mas também de entrar em si com o sentimento de uma estranha serenidade. Uma sensação enigmática que nos desloca da nossa condição habitual e doméstica, para um outro nível de relação com os demais, uma outra maneira de habitar o mundo e de nos sentirmos a nós próprios. [Texto de João Paulo Costa a propósito do filme de Wim Wenders Perfect Days]

Teilhard de Chardin: novo documentário sobre o místico e cientista

Estreia 19 de maio

Teilhard de Chardin: novo documentário sobre o místico e cientista

“Teilhard: Visionary Scientist” é o título de um trabalho audiovisual de largo fôlego que vai ser emitido dentro de dias nos Estados Unidos da América, no qual se apresentam e refletem as múltiplas facetas do padre jesuíta Pierre Teilhard de Chardin (1881-1955). Um dos objetivos do documentário é o de apresentar uma narrativa sobre o percurso biográfico deste místico, cientista e visionário que marcou o séc. XX.

Rezar com arte na Capela da Porta Dourada

Paróquia de Santa Isabel, em Lisboa

Rezar com arte na Capela da Porta Dourada

No âmbito da preparação do Ano Jubilar 2025 e do tema da oração que lhe serve de preparação, a paróquia de Santa Isabel, em Lisboa, organiza um “momento simbólico” nesta quinta-feira, dia 9 de Maio: Fernanda Fragateiro, autora da pintura mural da Capela da Porta Dourada, estará na igreja a partir das 18h para apresentar a sua obra.

Três dias para falar de espiritualidade e desporto, ou de como “colocar a vida em jogo”

De 16 a 18 de maio, em Roma

Três dias para falar de espiritualidade e desporto, ou de como “colocar a vida em jogo”

Pensar o desporto, compreender porque é tão popular, avaliar a sua importância para a construção de uma sociedade mais fraterna e tolerante, discernir como é que Deus se manifesta através da sua prática… Estes são alguns dos objetivos da primeira Conferência Internacional sobre Desporto e Espiritualidade, que terá lutar em Roma entre os próximos dias 16 e 18 de maio, em preparação dos Jogos Olímpicos 2024.

Um dicionário para conhecer melhor a Espiritualidade e Mística em Portugal

Congresso terminou sábado, 27

Um dicionário para conhecer melhor a Espiritualidade e Mística em Portugal

O I Congresso Internacional de Espiritualidade de Mística que terminou ontem, dia 27 de abril, foi o palco para a apresentação do projeto do Instituto de Estudos Avançados em Catolicismo e Globalização (IEAC-GO) de elaboração da História Global da Espiritualidade e da Mística em Portugal e de um dicionário sobre o tema, que vai incluir 4000 verbetes.

História de uma alma

História de uma alma

Não me é fácil ler com agrado obras de caráter espiritual com ou sem cariz autobiográfico. Em boa medida, muitas dessas obras refletem conceções com as quais não me identifico. Espelham um cristianismo individualista, voltado para o “aperfeiçoamento” pessoal, sem qualquer atenção a aspetos de natureza social. [Texto de Jorge Paulo]

Crónicas de um jejuador (4): As noites mágicas

Estórias, sentimentos e percepções durante o Ramadão

Crónicas de um jejuador (4): As noites mágicas

“Há quem diga que os muçulmanos, durante o mês do Ramadão, trocam o dia pela noite. Talvez seja verdade e, se tivermos em consideração o esforço e a abstinência a que estamos sujeitos durante o dia, é inequívoca alguma quebra de produtividade profissional que se verte num incremento da espiritualidade e da sensibilidade, social, moral, humanitária. Mas o mais interessante, diria mesmo mágico, são as noites.” – Uma nova reflexão de Khalid Jamal sobre o modo como está a viver este Ramadão.

“Sobre a Páscoa” – a primeira homilia

Leituras de Páscoa (9)

“Sobre a Páscoa” – a primeira homilia

Tendo em conta a centralidade e importância da Páscoa no calendário cristão (os ortodoxos celebram-na, este ano, apenas no início de Maio, uma vez que seguem o calendário juliano), o 7MARGENS pediu a colaboração de duas editoras, Editorial AO e Paulinas, no sentido de podermos publicar excertos de algumas obras que ajudem à reflexão para e sobre estes dias, sempre na relação com o tempo histórico que estamos a viver.

“Ressurreição – Manual de instruções”

Leituras de Páscoa (8)

“Ressurreição – Manual de instruções”

Tendo em conta a centralidade e importância da Páscoa no calendário cristão (os ortodoxos celebram-na, este ano, apenas no início de Maio, uma vez que seguem o calendário juliano), o 7MARGENS pediu a colaboração de duas editoras, Editorial AO e Paulinas, no sentido de podermos publicar excertos de algumas obras que ajudem à reflexão para e sobre estes dias, sempre na relação com o tempo histórico que estamos a viver.

“Vem Para Fora”

Leituras de Páscoa (7)

“Vem Para Fora”

Tendo em conta a centralidade e importância da Páscoa no calendário cristão, o 7MARGENS publica excertos de algumas obras que ajudem à reflexão para e sobre estes dias, sempre na relação com o tempo histórico que estamos a viver. Neste caso, “Vem para Fora! A promessa do maior milagre de Jesus”, de James Martin, SJ. Paulinas Editora.

“Algumas Palavras Antes do Apocalipse”

Leituras de Páscoa (6)

“Algumas Palavras Antes do Apocalipse”

Tendo em conta a centralidade e importância da Páscoa no calendário cristão, o 7MARGENS publica excertos de algumas obras que ajudem à reflexão para e sobre estes dias, sempre na relação com o tempo histórico que estamos a viver. Neste caso, “Algumas Palavras antes do Apocalipse – Ler o Evangelho em tempo de crise”, de Adrien Candiard, Editorial AO.

“O Que Quero dizer ao Morrer”

Leituras de Páscoa (5)

“O Que Quero dizer ao Morrer”

Tendo em conta a centralidade e importância da Páscoa no calendário cristão, o 7MARGENS publica excertos de algumas obras que ajudem à reflexão para e sobre estes dias, sempre na relação com o tempo histórico que estamos a viver. Neste caso, O Que Quero Dizer ao Morrer, de Maria Margarida Teixeira, editado pela Editorial AO.

“O Meu Deus é um Deus Ferido”

Leituras de Páscoa no 7MARGENS (1)

“O Meu Deus é um Deus Ferido”

Tendo em conta a centralidade e importância da Páscoa no calendário cristão, o 7MARGENS publica excertos de algumas obras que ajudem à reflexão para e sobre estes dias, sempre na relação com o tempo histórico que estamos a viver. Hoje, O Meu Deus é um Deus Ferido, um dos livros mais importantes de Tomáš Halík, editado pelas Paulinas.

“O Cristo Interior”

Leituras de Páscoa (2)

“O Cristo Interior”

Tendo em conta a centralidade e importância da Páscoa no calendário cristão, o 7MARGENS publica excertos de algumas obras que ajudem à reflexão para e sobre estes dias, sempre na relação com o tempo histórico que estamos a viver. Neste caso, O Cristo Interior, de Javier Melloni, editado pela Editorial AO.

Arte é paz

Mensagem para o Dia Mundial do Teatro

Arte é paz

No Dia Mundial do Teatro, publicamos a mensagem que assinala a data, este ano da autoria do dramaturgo norueguês Jon Fosse. Nela, o Nobel da Literatura 2023 – que diz que a sua escrita o tirou do ateísmo – destaca o papel da arte na união dos opostos. Um papel que assume particular importância no momento em que vivemos, com conflitos violentos a grassar por toda a parte.

Chamados a ser equilibristas

Chamados a ser equilibristas

Lucy Wainewright, num curto e incisivo texto, mostra-nos como o equilíbrio que procuramos nas nossas opções e princípios é por vezes mais difícil do que se imagina. Talvez porque na procura desse equilíbrio surjam as nossas contradições e também fragilidades de quem se julga com demasiadas certezas. Impõe-se-nos a pergunta: “Como manter o equilíbrio sem perder os ideais?”

“Esperaremos sempre”

“Esperaremos sempre”

Há um exílio espiritual no mundo moderno. Apesar do crescimento do bem-estar, mercê do desenvolvimento da ciência e da técnica, há um estado de insatisfação, de vazio e de falta de sentido para a vida. Aspiramos a um mundo de felicidade, um mundo de paz, justiça, liberdade, bem-estar. Sentimos um desencanto e frustração perante o desfazer desse sonho de um mundo mais próspero e igual para todos e onde se possa crescer em paz e segurança. [Texto de Maria do Céu Sousa Fernandes]

Diário de Caminho (7): Fazermo-nos caminho

Do Minho a Compostela a pé

Diário de Caminho (7): Fazermo-nos caminho

“De regresso a casa, sentado na carruagem 6 do Alfa, volto a ver da janela algo a ficar para trás. Esta aventura (a física) vai ficando cada vez mais distante geograficamente. É tempo, agora, de nos fazermos ao Caminho, fazendo-nos caminho, nas coordenadas do quotidiano.” — sétimo e último dia do Diário de Caminho de Cláudio Louro.

Diário de Caminho (6): Fazermo-nos terra

Do Minho a Compostela a pé

Diário de Caminho (6): Fazermo-nos terra

Acordei. Este é o último albergue antes de chegar a Santiago. Recordei o dia de ontem e o desgaste que tenho sentido, com algumas coisas antigas a virem ao de cima. No diário escrevi esta breve oração: “Hoje peço-Te, Pai, que me ensines a arte do desprendimento, das mãos vazias. Tudo faz parte do Caminho.”

Diário de Caminho (5): Fazermo-nos aceitação

Do Minho a Compostela a pé

Diário de Caminho (5): Fazermo-nos aceitação

Acordei ao som de uma forte chuva que agitava as árvores do jardim. Da janela avizinhava-se um dia… desafiante. Não apenas pelos aguaceiros, como também pela chuva de quilómetros que tinha pela frente, já que teria de chegar ao Albergue Murgadan, em Padrón. Avistavam-se cerca de 27 Km. — quinto dia do Diário de Caminho de Cláudio Louro

Diário de Caminho (4): Fazermo-nos encontro

Do Minho a Compostela a pé

Diário de Caminho (4): Fazermo-nos encontro

“E eis que o caminho de desbrava por entre partilhas, conversas e mútuas descobertas. O tempo passou a correr! Quando demos por isso, eu, o Diogo, a Agnes e a Magdalena já estávamos em Pontevedra. Convidaram-me para almoçar com eles, e assim foi. Guardo estes momentos como um dos tesouros do Caminho, porque diante de algum cansaço psicológico que vinha sentindo, cruzar-me com eles foi uma  bênção e uma surpresa dos céus.” Quarto dia do Diário de Caminho de Cláudio Louro, animador pastoral e professor de Educação Moral e Religiosa Católica, do Minho até Santiago de Compostela.

Diário de Caminho (3): Fazermo-nos travessia

Do Minho a Compostela a pé

Diário de Caminho (3): Fazermo-nos travessia

“Cruzei-me com uma peregrina. Copiei-lhe o gesto e contemplei as nuvens a dançarem com a luz do sol por entre as montanhas. Eis-me em busca. Em busca da Presença que está sempre no quilómetro mais fundo de nós mesmos.” Terceiro dia do Diário de Caminho de Cláudio Louro, animador pastoral e professor de Educação Moral e Religiosa Católica, do Minho até Santiago de Compostela.

Diário de Caminho (2): Fazermo-nos água

Do Minho a Compostela a pé

Diário de Caminho (2): Fazermo-nos água

“O descanso foi reparador. Hoje, iniciei o dia com a motivação de me fazer ao caminho e às suas surpresas. Não sabia como o corpo iria reagir aos quilómetros. Tão-pouco a mente ou o espírito.” Segundo dia do Diário de Caminho de Cláudio Louro, animador pastoral e professor de Educação Moral e Religiosa Católica, do Minho até Santiago de Compostela.

Um retiro numa casa especial, ou numa caixa… entregue em sua casa?

Proposta para a Quaresma cristã

Um retiro numa casa especial, ou numa caixa… entregue em sua casa?

O mês de janeiro (que para muitos parece interminável) chegou ao fim, e (apesar de alguns ainda não terem dado conta), a Páscoa aproxima-se a passos largos… Por isso, mesmo a tempo da Quaresma, o Centro de Espiritualidade Redentorista (CER) anunciou os dois primeiros retiros do ano: um que irá decorrer de 23 a 25 de fevereiro, “num lugar muito especial e único: a Casa Daniel”, em Tabuaço; outro que pode ser feito na casa de cada um, para onde será enviado “Dentro da Caixa”, antes da Semana Santa. É só escolher… mas depressa, que as inscrições já abriram e as vagas são limitadas.

O que é a meditação cristã? Este curso online e gratuito vai ensinar

Inscrições abertas

O que é a meditação cristã? Este curso online e gratuito vai ensinar

A Comunidade Mundial para a Meditação Cristã (WCCM, na sigla inglesa) propõe, já em preparação para a Páscoa, um curso de introdução à meditação cristã, gratuito e online, que pretende dar a conhecer esta prática derivada do ensinamento evangélico de Jesus e dos conselhos dos primeiros monges cristãos, e que “é um convite para o caminho de simplicidade, quietude e silêncio”.

Quem são e no que acreditam os que não têm religião

EUA

Quem são e no que acreditam os que não têm religião

Atualmente, mais de um quarto (28 por cento) dos adultos dos Estados Unidos da América (EUA) não se encontram filiados em qualquer religião instituída e, quando inquiridos sobre a sua posição face à religião, consideram-se ateus, agnósticos ou referem “nada em particular”. Este grupo, conhecido também por “nones” (nenhuma), é composto sobretudo por pessoas abaixo dos 50 anos e os que não são agnósticos ou ateus são sobretudo do sexo feminino.

O ser e a liberdade

O ser e a liberdade

O desejo metafísico, que se exprime essencialmente no desejo do Absoluto (porque somos seres-para-a-Transcendência), exprime-se correlativamente no desejo da liberdade metafísica, que é desejo pelo incondicionado, natureza do próprio Ser. Não há como esconjurar de nós a condição de seres-para-o-Infinito, com a qual e na qual temos de viver, a par da nossa finitude e da objetividade aparente das coisas. [Texto de Ruben Azevedo]

A banda mongol de folk metal que quer juntar-se ao Papa para salvar o mundo

The HU

A banda mongol de folk metal que quer juntar-se ao Papa para salvar o mundo

O que têm em comum os The HU, banda da Mongólia que tem vindo a conquistar os fãs de heavy metal nos cinco continentes, e o Papa? Muito mais do que possamos imaginar. Nomeada “artista para a paz” pela UNESCO em 2023, esta banda diz querer promover, através da sua música, o respeito pela diferença e a proteção da natureza. E, apesar de todos os seus elementos serem praticantes do Tengerismo – a tradicional espiritualidade indígena das estepes da Mongólia – assumem-se também fascinados por Francisco e dizem querer unir-se a ele na missão de salvar o mundo.

O presépio surpreendente de S. Francisco de Assis

De Belém a Greccio

O presépio surpreendente de S. Francisco de Assis

O presépio é o fenómeno expressivo mais popular do cristianismo, da arte sacra e talvez a criação mais surpreendente da fé e espiritualidade cristãs. Se o Natal é a festa mais popular, pelo menos ao nível do folclore religioso, o presépio é o grande símbolo do Natal e possivelmente a obra de arte mais divulgada, ainda que muitas vezes entre as “artes menores”. É uma das expressões mais significativas da religião cristã, mas que ultrapassa as fronteiras do catolicismo e dos que “foram à catequese”. (Isidro Lamelas, OFM).

“As questões do clima não são só económicas, mas também morais”

Peter Walpole, padre, da Ecojesuit

“As questões do clima não são só económicas, mas também morais”

Depois de ter participado nessa iniciativa, o padre Walpole faz para o 7MARGENS um ponto de situação sobre a emergência climática e o papel dos cristãos e da Igreja Católica. Na COP28, nenhuma delegação governamental negava publicamente as alterações climáticas e a urgência do desafio, independentemente das suas preferências políticas internas”, disse.

Perto de Alenquer, está a ser preparada uma “festa inter-espiritual” de Natal

Aberta a todos

Perto de Alenquer, está a ser preparada uma “festa inter-espiritual” de Natal

O Santuário e Centro de Retiros Dewachen, na Aldeia Galega da Merceana (Alenquer), vai assinalar o Natal com uma “festa inter-espiritual”. Nesta celebração, que está agendada para o dia 16 de dezembro, praticantes de várias tradições espirituais “apresentarão as suas sabedorias tradicionais e orientarão práticas meditativas que permitirão um melhor conhecimento, teórico-prático, da riqueza, singularidade e convergência” dessas mesmas tradições. Também haverá música, almoço partilhado, a apresentação de um livro e uma mostra de produtos locais.

Chega a Portugal a “Caná Experience”, um retiro para (quase) todos os casais

2 e 3 dezembro, em Palmela

Chega a Portugal a “Caná Experience”, um retiro para (quase) todos os casais

Podem ser casados, recasados, “só juntos” ou namorados, há muito ou pouco tempo, frequentadores da Igreja ou não. Para participar nesta “Caná Experience” – retiro para casais promovido pela comunidade ecuménica Chemin Neuf, que se realiza pela primeira vez em Portugal nos dias 2 e 3 de dezembro – basta serem “um homem e uma mulher com uma relação estável”. Diz quem já participou que é “uma experiência transformadora”. Para muito melhor.

Abraçar o vazio

Abraçar o vazio

Enfrentar o vazio é necessário. Abraçar o vazio. Porque é no deserto que a revelação acontece. O homem não foi feito para estar sempre saciado, antes pelo contrário, a insatisfação e o inacabamento são a sua condição. Tal não significa que ele não deva buscar satisfazer-se, contanto que seja a partir daquilo que lhe é próprio, essencial. E o essencial, em nós, nem está dado nem é passível de conquista definitiva.

O Silêncio Interior. Sob a influência de Thich Nhat Hanh

[Ensaio]

O Silêncio Interior. Sob a influência de Thich Nhat Hanh

Se admitirmos que o silêncio interior é fundamental temos que silenciar a mente (palavras, pensamentos…)[1] e o corpo. Por outras palavras temos que eliminar o ruído interior sob as suas diferentes formas, admitindo desde logo que se eliminou o ruído externo (Hanh, 2016. 25-47). Para isso, aceitando o conselho de Thich Hanh, o melhor antídoto para esse ruído e vivenciar o silêncio interior, que paradoxalmente também é um som poderoso (2016: 16-17), é praticar aquilo que o autor designa por atenção plena. (Alberto Filipe Araújo)

Ciclo de conferências dá a conhecer práticas religiosas aos profissionais de saúde

Na Aula Magna, em Lisboa

Ciclo de conferências dá a conhecer práticas religiosas aos profissionais de saúde

Começa esta quinta-feira, 16 de novembro, na Aula Magna da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, o ciclo de conferências “Conhecer para Cuidar”, uma série de encontros que visam divulgar, junto dos profissionais de saúde, as diferentes práticas religiosas associadas aos momentos de nascimento, doença e morte, para que possam compreender melhor os seus utentes, seja qual for a sua religião, e assim promover o seu bem-estar e direitos.

Tolentino Mendonça: A cozinha é mais espiritual do que se pensa

Pré-publicação

Tolentino Mendonça: A cozinha é mais espiritual do que se pensa

Sentados à mesa de Deus. Assim se reúnem os fiéis para celebrar a fé e a religião. Com base nessa premissa, Maria Lecticia Monteiro Cavalcanti escreveu A Mesa de Deus. Os Alimentos da Bíblia, que pretende registar todas as referências sobre os alimentos, a cozinha, a refeição, o prazer e a dádiva da comida que aparecem no Antigo e no Novo Testamento. (José Tolentino Mendonça).

Uma história real

“Posso Estar Errado”

Uma história real

Björn Natthiko Lindeblad é o autor do livro Posso Estar Errado, um livro simples, porém surpreendente. Quando terminei a sua leitura, pensei que este não era um livro para arrumar, mas sim para partilhar e reler, motivos pelos quais sugiro a sua leitura. 

Artistas migrantes: Magritte, Rothko e Michael Biberstein

Três percursos até ao céu de Santa Isabel

Artistas migrantes: Magritte, Rothko e Michael Biberstein

Muito se fala sobre emigração jovem em Portugal. O fenómeno é verdadeiramente preocupante. Em julho deste ano, uma sondagem realizada pela Aximage avaliou a opinião de jovens a residir em Portugal. Revelou que mais de metade admitia emigrar. Além destes números, pouco se tem falado da imigração de artistas internacionais para Portugal. Trago à luz o caso especial de Michael Biberstein.

Trabalhar, rezar e dançar

Sismo em Marrocos

Trabalhar, rezar e dançar

“Eu e todos os membros da minha tribo… passamos o nosso tempo a fazer três coisas… primeiro a trabalhar… depois a rezar, e à noite, depois da oração, dançamos Ahwach para expressar a nossa gratidão a Deus… e para lhe pedir que nos conceda mais um dia de vida no dia seguinte… Durante séculos… Deus concedeu-nos a vida…” O testemunho singular de quem viveu o sismo em Marrocos.

Os participantes do Sínodo estão mais abertos, compreensivos e amigos… Ou pelo menos era essa a intenção do retiro que fizeram

Juntos durante três dias

Os participantes do Sínodo estão mais abertos, compreensivos e amigos… Ou pelo menos era essa a intenção do retiro que fizeram

Só faltou o Papa. De resto, todos os membros, delegados e convidados especiais para a XVI Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos, que começa esta quarta-feira, 4 de outubro, estiveram juntos em retiro espiritual na Fraterna Domus, em Sacrofano, 32 km a norte de Roma. Chegaram na noite de 30 de setembro, depois de terem participado na vigília ecuménica que teve lugar na Praça de São Pedro e ficaram até ao final do dia desta terça-feira, 3 de outubro. O retiro incluiu missa diária, orações comunitárias e individuais, trabalhos de grupo e momentos de silêncio, mas o que mais marcou estes três dias foram as seis meditações guiadas pelo padre dominicano Timothy Radcliffe (a ele ‘encomendadas’ pelo Papa), que desafiou todos os participantes a libertarem-se dos medos e arriscarem fazer “amizades improváveis”. Nunca ninguém disse que seria fácil, mas neste dias Radcliff garantiu que vai valer a pena o esforço.

Como o “Cântico das Criaturas” se colou ao corpo de João e foi da rua de Assis no século XIII para a Praça de São Pedro

O português que cantou na vigília ecuménica

Como o “Cântico das Criaturas” se colou ao corpo de João e foi da rua de Assis no século XIII para a Praça de São Pedro

O Cântico das Criaturas está-lhe “colado ao corpo”. Pelo facto de ter sido composto por Francisco de Assis no dialecto local da Umbria, o poema é claramente um “cântico da rua”. E quando João Maria Carvalho se viu sozinho a cantá-lo na Praça de São Pedro, perdeu a noção do espaço: entre o seu quarto em Benfica (Lisboa) e a praça, com o Papa Francisco e outros 19 líderes cristãos a assistir, “a diferença é quase nenhuma”.

Renovamento Carismático Católico quer “combater a epidemia do isolamento e da solidão”

Assembleia nacional em Fátima

Renovamento Carismático Católico quer “combater a epidemia do isolamento e da solidão”

Não é só a Revolução dos Cravos que está prestes a celebrar o seu 50º aniversário… o Renovamento Carismático Católico (RCC) em Portugal também. Foi precisamente sete meses após o 25 de Abril de 1974 que esta “corrente de graça” vinda dos Estados Unidos da América chegou ao nosso país e que o primeiro grupo de oração português se reuniu em Fátima. Aos poucos, os grupos de oração do RCC multiplicaram-se pelas paróquias e, de acordo com um levantamento feito em 2019, chegaram a ser perto de 300, congregando cerca de seis mil “orantes”. Atualmente, “somos certamente menos, porque a pandemia veio alterar tudo”, assinala o coordenador da equipa de serviço nacional, José Luís Oliveira. Mas muitos voltam a reunir-se agora em Fátima para a sua Assembleia Nacional anual, onde esperam encontrar estratégias para revitalizar o movimento e até acolher “novos irmãos”.

Dia Internacional da Paz com meditação, música e “muito boa energia”

Universidade de Lisboa

Dia Internacional da Paz com meditação, música e “muito boa energia”

Para celebrar o Dia Internacional da Paz e ajudar os estudantes universitários a “inspirar-se para o ano letivo” que agora se inicia, o Núcleo de Meditação e o Clube da Paz Interior da Associação Académica da Universidade de Lisboa (AAUL) dinamizam na tarde desta quinta-feira, 21 de setembro, no edifício Caleidoscópio (onde está sediada a AAUL), o evento Novos Começos. Haverá “yoga, música ao vivo, meditação, partilhas e muito boa energia” – assegura o cartaz – e a entrada é gratuita.

A mística como não-limite da condição humana, trazida à luz do dia

Simpósio, Congresso, História e Dicionário

A mística como não-limite da condição humana, trazida à luz do dia

É um projecto vasto: um simpósio já no próximo sábado, que inclui a possibilidade de participação via zoom; um congresso em Abril do próximo ano, em Braga; uma História Global da Espiritualidade e da Mística em Portugal, em sete volumes, e um Dicionário Global da Espiritualidade e da Mística, em dois volumes, duas obras a publicar até 2025, idealmente.

Hino de Louvores

Podcast 7 Céus

Hino de Louvores

Neste novo episódio do podcast 7 Céus, publicado na data em que se inicia o Ano Novo Islâmico (correspondente ao dia 1 de Muharam do ano de 1445), escutamos o Hino de Louvores, oriundo da tradição islâmica.

José Mattoso (1933-2023): “A vocação monástica permanece o meu primeiro apelo interior”

Historiador morreu aos 90 anos

José Mattoso (1933-2023): “A vocação monástica permanece o meu primeiro apelo interior”

O historiador José Mattoso morreu neste sábado, 8 de Julho, depois de um tempo em que a doença de alzheimer foi tomando conta dele e debilitando-lhe as forças físicas – que não a vontade de continuar a ser “tão curioso, tão humilde a pensar a novidade, tão interessado pelo acontecimento de hoje”, como escreve Jorge Wemans no editorial do 7MARGENS. Não haverá cerimónias fúnebres, uma vez que o próprio decidiu doar o seu corpo à ciência.

Uma água de santidade

Podcast 7 Céus

Uma água de santidade

https://open.spotify.com/episode/1rzhYGvBnQXR4DpTKGb3gH?si=w-_-aA02QZeG6SsqEz8CrA Neste novo episódio do podcast 7 Céus, publicado no dia em que os veterocalendaristas - também conhecidos como "cristãos ortodoxos genuínos" - assinalam a natividade de São João Batista,...

Uma khutbah da Festa do Sacrifício

Podcast 7 Céus

Uma khutbah da Festa do Sacrifício

Neste novo episódio do podcast 7 Céus, publicado quando os muçulmanos acabam de comemorar o Eid al-Adha ou Festa do Sacrifício, escutamos um excerto do texto “Uma khutbah da Festa do Sacrifício”, da tradição islâmica.

Como é pequeno o homem perante Alá!

Podcast 7 Céus

Como é pequeno o homem perante Alá!

Neste novo episódio do podcast 7 Céus, publicado dois dias após ter sido assinalado o Dia da Liberdade Religiosa e do Diálogo Inter-Religioso (22 de junho), e a três dias de os muçulmanos celebrarem o Dia de Arafah (27 de junho), escutamos uma oração da tradição islâmica, oriunda da Argélia.

Papa quer artistas a serem “intérpretes do grito silencioso” dos pobres

Encontro na Capela Sistina

Papa quer artistas a serem “intérpretes do grito silencioso” dos pobres

O Papa Francisco pediu aos artistas que interpretem o “grito silencioso” dos pobres. “Não se esqueçam dos pobres, que são os preferidos de Cristo, em todas as formas em que se é pobre hoje. Também os pobres necessitam de arte e de beleza”, afirmou o Papa, durante um encontro na Capela Sistina com um grupo de duas centenas de artistas contemporâneos, entre os quais sete portugueses.

Trindade: escavar na areia das imagens

Pré-publicação

Trindade: escavar na areia das imagens

Fruto de uma tese na Faculdade de Teologia, da autoria de Tiago Fonseca, A Arte de Apresentar o Mistério Trinitário. Imagem, Eucologia e Simbólica (ed. Secretariado Nacional de Liturgia) será apresentado no próximo dia 30, às 21h, na Igreja da Santíssima Trindade, na Covilhã. O autor está neste momento a frequentar o último ano no Seminário Interdiocesano de S. José, em Braga.

Coração partido: o regresso de Nick Cave

Novo disco com Bad Seeds

Coração partido: o regresso de Nick Cave

Nick Cave está de regresso à gravação de um álbum com os seus Bad Seeds, depois de Ghosteen. A notícia foi dada pelo próprio no site que alimenta com respostas à correspondência dos seus fãs. Desde a morte do seu filho Arthur, em 2015, a sua criação artística assemelhou-se a uma erupção violenta em que assomam o amor, a dor, a morte e Deus.

Oração para avivar em si o amor de Deus

Podcast 7 Céus

Oração para avivar em si o amor de Deus

Neste novo episódio do podcast 7 Céus, publicado quando os católicos celebram a solenidade do Sagrado Coração de Jesus, escutamos a “Oração para avivar em si o amor de Deus”, da autoria de Santa Gertrudes, padroeira dos místicos.

Criatividade do Amor: A Arte da Contemplação na Era Digital

Criatividade do Amor: A Arte da Contemplação na Era Digital

O mundo não evolui pela sobrevivência dos mais fortes, mas através dos comunicadores mais aptos. Sob esta nova chave de leitura, a evolução biológica que deu origem à evolução cultural com o nascimento do pensamento, adquire um significado profundo, sobretudo na actual Era Digital.

Assumir a vida do coração

Assumir a vida do coração

Uma dimensão silenciosa da vida é um mapa que nos permite encontrar o espanto primordial diante da razão de ser das coisas. Este gesto de nos colocarmos diante das coisas, é em si, um movimento poético, que nos permite conceber formas inéditas daquilo que nos chega como mistério.

Do Silêncio

Um ensaio

Do Silêncio

Alberto Filipe Araújo tem uma profícua reflexão sobre o silêncio, com dois livros publicados, nos quais pretende contribuir para uma iniciação ao silêncio, uma introdução sempre passível de lançar a inquietação e a reflexão. O texto escrito para o 7MARGENS permite alargar esta sensibilização para o silêncio.

O Paraíso de Amitabha

Podcast 7 Céus

O Paraíso de Amitabha

Neste nono episódio do podcast 7 Céus, publicado quando os budistas tibetanos se preparam para celebrar, a 4 de junho, o dia sagrado mais importante do ano – chamado Saga Dawa Düchen – escutamos um texto da tradição budista: “O Paraíso de Amithaba”.

Especialistas mundiais reunidos em Lisboa para debater “violência em nome de Deus”

30 e 31 de maio

Especialistas mundiais reunidos em Lisboa para debater “violência em nome de Deus”

A Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL) acolhe esta terça e quarta-feira, 30 e 31 de maio, o simpósio “Violence in the Name of God: From Apocalyptic Expectations to Violence” (em português, “Violência em Nome de Deus: Das Expectativas Apocalípticas à Violência”), no qual participam alguns dos maiores especialistas mundiais em literatura apocalíptica, história da religião e teologia para discutir a ligação entre as teorias do fim do mundo e a crescente violência alavancada por crenças religiosas.

Uma causa, uma orientação de vida

Semana Laudato Si’ (IV)

Uma causa, uma orientação de vida

Guiado pela luz e força do Espírito Santo, o Movimento Laudato Si’ “une-se em torno da visão de um mundo baseado no desenvolvimento sustentável e integral, em que seres humanos de todos os cantos do planeta cuidem da nossa Casa através de ações individuais e coletivas, de forma a reduzir a contribuição humana nas mudanças climáticas que afectam dramática e diariamente a vida de milhões de pessoas”.

Hino ao Cristo Salvador

Podcast 7 Céus

Hino ao Cristo Salvador

Neste sétimo episódio do podcast 7 Céus, publicado quando as Igrejas cristãs celebram a solenidade litúrgica da Ascensão de Jesus ao Céu, escutamos o Hino ao Cristo Salvador, da autoria de Clemente de Alexandria.

Crescem as grandes “divisões religiosas globais”: geográfica e geracional

Estudo internacional

Crescem as grandes “divisões religiosas globais”: geográfica e geracional

Um novo estudo internacional revela que há duas grandes “divisões religiosas” a nível mundial que têm vindo a acentuar-se: uma opõe o “Sul Global altamente religioso” a um “Norte Global predominantemente secular”; a outra separa os jovens dos adultos mais velhos, sendo que os primeiros “têm menos probabilidade de se identificarem como cristãos, especialmente católicos”, e são “mais propensos a identificar-se como muçulmanos ou de alguma outra fé”.

Festival Islâmico de Mértola espera acolher 60 mil visitantes

De 18 a 21 de maio

Festival Islâmico de Mértola espera acolher 60 mil visitantes

Desde exposições de artesanato a oficinas de gastronomia e escrita, passando pela leituras de contos, concertos de artistas nacionais e internacionais, e muitas outras atividades, o Festival Islâmico de Mértola, que irá decorrer naquela vila alentejana entre 18 e 21 de maio, assume-se como “uma oportunidade única para descobrir e aprender mais sobre a história e a cultura islâmica”.

Jornadas Teológicas, em Braga, refletem sobre os “Sinais do Tempo”

Promovidas pela revista Cenáculo

Jornadas Teológicas, em Braga, refletem sobre os “Sinais do Tempo”

Começam esta segunda-feira, 15 de maio, e decorrem até à próxima quarta, em Braga, as Jornadas Teológicas promovidas pela Cenáculo, a revista dos alunos da Faculdade de Teologia daquela cidade. A iniciativa, que vai já na sua 34ª edição, é este ano subordinada ao tema “Sinais do Tempo – Onde está o nosso caminho?”. Em cada um dos dias, pelas 21h30, no auditório do Espaço Vita, um teólogo dará o seu contributo para as reflexões.

Três lições de uma peregrinação a pé a Fátima

Três lições de uma peregrinação a pé a Fátima

Sempre tenho peregrinado devido à gratidão, mas a condescendência de Deus tem-se servido destas peregrinações como ocasiões de penitência, de crescimento humano e espiritual. Por isso, gostaria de partilhar aqui algumas lições que aprendi. [A opinião de Nuno Ventura, padre católico]

Louvores Cartusianos de Maria

Podcast 7 Céus

Louvores Cartusianos de Maria

Neste sexto episódio do podcast 7 Céus, publicado enquanto decorre a Peregrinação Internacional Aniversária de maio no Santuário de Fátima, escutamos os Louvores Cartusianos de Maria, da Liturgia Ambrosiana.

Oração Matinal dos Monges budistas

Oração Matinal dos Monges budistas

Neste quinto episódio do podcast 7 Céus, publicado no dia após a celebração do Vesak, data mais sagrada para milhões de budistas em todo o mundo, escutamos a Oração Matinal dos Monges, recolhida da tradição budista.

Cartas de um Teólogo a um Jovem de Hoje

Livro de Alexandre Freire Duarte

Cartas de um Teólogo a um Jovem de Hoje

Os jovens perguntam e querem respostas francas. O autor deste livro foi pegando, enquanto cristão e teólogo, nas suas aulas de Mundividência Cristã, em perguntas reais que lhe foram feitas no decurso de tais aulas e daí surgiram estas Cartas de um Teólogo a um Jovem de Hoje, agora reunidas em livro.

Orações dos Povos Primeiros

Orações dos Povos Primeiros

Neste quarto episódio do podcast 7 Céus, publicado no dia em que as Nações Unidas alertaram para a “crise humanitária sem precedentes” no Sudão, que já levou milhares de civis a fugir para zonas mais seguras neste país ou para países vizinhos, escutamos duas orações dos Povos Primeiros: uma do povo Chillouc, precisamente da região do Sudão, e outra do povo Ehoua, da Guiné, a pedir a paz e a concórdia.

“Playlist” pascal: Mahler, Beethoven, Bach e Haydn

Reverberações inactuais do sentir católico

“Playlist” pascal: Mahler, Beethoven, Bach e Haydn

Algures no meu diário monástico, encontrei este fogacho que escrevi no silêncio das águas ecoantes do claustro interior do repouso eterno monacal: «Agora entendo no meu corpo próprio a filósofa Simone Weil que, no seu livro A gravidade e a graça, no capítulo “Mística do trabalho”, escrevia o seguinte: “Os trabalhadores têm necessidade de poesia mais do que de pão.

Oração de Fé

Podcast 7 Céus [ep. 3]

Oração de Fé

Neste terceiro episódio do podcast 7 Céus, publicado no dia em que os muçulmanos celebram o fim do mês sagrado do Ramadão, ou festa do Eid al-Fitr, escutamos uma Oração de Fé da tradição islâmica.

A caixa que me levou “àquela hora com Jesus”

Testemunho

A caixa que me levou “àquela hora com Jesus”

A Caixa entrou-me em casa pelas mãos de uma mensageira. Não era um anjo, não! Mas andava lá perto. Trazia um brilhozinho nos olhos, era cara conhecida de caminho em comunidade. A Caixa era só uma caixa de papelão igual a milhões de outras caixas, mas… Dentro da Caixa, escrito a letras negras, quase gritava para a abrir! A seguir, leio arrepiada por baixo das letras gordas: “Que te leva àquela hora com Jesus”.

Redentoristas propõem sete conversas para “viver bem” todo o tempo pascal

Iniciativa "7às7"

Redentoristas propõem sete conversas para “viver bem” todo o tempo pascal

O “7às7”, iniciativa do Centro de Espiritualidade Redentorista (CER), está de regresso, pelo terceiro ano consecutivo. Serão sete conversas online, com sete convidados, nos sete domingos do tempo pascal, e sempre às sete da tarde, este ano subordinadas ao mote “os 7 dias de um poema criador”. A primeira conversa acontece já este domingo, 16 de abril, com o padre Antonino de Sousa.

O mistério da vida é o Eu sou

O mistério da vida é o Eu sou

A vida é muito mais do que um mistério da objetividade, isto é, algo que possa ser compreendido apenas a partir da bioquímica ou qualquer outra abordagem dita objetiva.

Um maior sentimento de alegria

Páscoa em Taizé

Um maior sentimento de alegria

Um grupo de jovens de Lisboa esteve em Taizé a viver a Semana Santa que termina com este Domingo de Páscoa. Inês Viegas, gestora de desporto e oriunda da paróquia da Venda do Pinheiro, gravou para o 7MARGENS este testemunho sobre a experiência vivida estes dias na pequena aldeia da Borgonha, onde reside a comunidade monástica de monges católicos e de diferentes denominações evangélicas e reformadas.

7 Céus, o novo podcast do 7MARGENS

7 Céus, o novo podcast do 7MARGENS

Inauguramos, nestes dias em que os cristãos celebram o Tríduo Pascal, o novo podcast semanal do 7MARGENS. Intitulado 7 Céus, este podcast, que publicaremos ao entardecer de cada sexta-feira (este primeiro é exceção), pretende fazer chegar aos nossos leitores, em registo áudio, textos orantes das várias tradições religiosas.

Sou porventura o guarda do meu irmão?

Sou porventura o guarda do meu irmão?

O pequeníssimo relato do primeiro homicídio da humanidade dado pelos livros sagrados é entre irmãos. Vale a pena ler com detalhe aquelas poucas linhas aos olhos de hoje, vendo que tudo começa porque aparentemente Deus olha com benignidade para a oferta de Abel, mas não olha com benignidade para a oferta de Caim (Génesis 4, 2-10).

Selma Uamusse: “A minha fé foi-se costurando com a música”

Entrevista

Selma Uamusse: “A minha fé foi-se costurando com a música”

Nasceu moçambicana, veio para Portugal, a avó antecipou o que seria o seu futuro. Apaixonou-se pela figura de Jesus e a sua fé foi construída também através do contacto com a música gospel. A preparar o terceiro disco, diz que ele será sobre a escuta e, enquanto crente, acredita que estamos na Terra para fazermos alguma coisa uns pelos outros, e pela própria Terra.

Esta sexta-feira, somos convidados a rezar a via-sacra dentro de um abrigo em Kyiv

Iniciativa transmitida online

Esta sexta-feira, somos convidados a rezar a via-sacra dentro de um abrigo em Kyiv

O último ano foi um autêntico calvário para os ucranianos. Foram “365 dias de uma via-sacra contínua”, nas palavras do padre Vyacheslav Grynevych, secretário-geral da Cáritas Spes-Ucrânia. Também por isso, a via-sacra foi a oração escolhida pelos católicos ucranianos para ser rezada esta sexta-feira, 24 de fevereiro, a partir de um abrigo antiaéreo em Kiev, e com transmissão online para o mundo inteiro (se as falhas de energia não o impedirem).

Biden reza pela tolerância entre congressistas

Pequeno-almoço de oração

Biden reza pela tolerância entre congressistas

Perante uma audiência de algumas centenas de pessoas que participaram no pequeno-almoço de oração organizado pelo Congresso americano no Capitol Visitor Center, no dia 2 de fevereiro, o Presidente Biden disse: “Rezo para que comecemos a olhar-nos novamente uns aos outros, a viajar uns com os outros outra vez, a discutirmos sempre como o diabo uns com os outros, mas ainda assim irmos almoçar juntos”.

Um concerto de gregoriano e música seiscentista antes de uma visita de estudo a Roma para 22 alunos portugueses

Dia 28, em Lisboa

Um concerto de gregoriano e música seiscentista antes de uma visita de estudo a Roma para 22 alunos portugueses

Será um concerto que cruza o canto gregoriano com música portuguesa do século XVII, mas que pretende preparar também uma visita de estudo a Roma: no próximo sábado, 28, às 17h, na Igreja de São Vicente de Fora, em Lisboa, 22 alunos da Escola Artística e do Consort de Flautas de Bisel do Instituto Gregoriano de Lisboa (IGL) cantarão gregoriano e executarão obras de compositores como Manuel Rodrigues Coelho, António Carreira, Pedro de Araújo ou Pedro de San Lorenzo, transcritas para flauta.

Fragmentos da poética cristã do padre Arlindo Magalhães

Ensaio

Fragmentos da poética cristã do padre Arlindo Magalhães

Em Agosto 2017, a propósito dos 50 anos de ordenação do padre Arlindo Magalhães, presbítero da Comunidade Cristã da Serra do Pilar que morreu esta semana, Joaquim Félix Carvalho foi convidado a fazer uma reflexão sobre a experiência desta comunidade de Gaia. É esse texto que a seguir reproduzimos.

Arlindo

Arlindo

Conheci o presbítero Arlindo numa celebração da Vigília Pascal. Fui com um amigo que me convidou. Tinha 18 anos e fiquei fascinada com a intensidade celebrativa da comunidade da Serra do Pilar e a beleza derramada em luz e canto. Integrei essa comunidade e lá permaneci por longos anos. Com o Arlindo aprendi a viver a graça de cada momento, a alegria na simplicidade, partilha e acolhimento mútuo. Aprendi a aprofundar as razões da minha fé e a questionar as “verdades” estabelecidas.

Os ucranianos cantaram e a unidade entre cristãos até parece ser mais fácil

Encontro de Taizé em Rostock

Os ucranianos cantaram e a unidade entre cristãos até parece ser mais fácil

Mário Reis nunca tinha ouvido um aplauso tão longo em toda a sua vida, em nenhum dos concertos aos quais foi até hoje, em nenhuma das peças de teatro às quais assistiu, nem tão-pouco no final de algum discurso que tenha escutado. No dia em que ouviu esse aplauso, ou melhor, nessa noite, Mário não estava em nenhum espetáculo ou conferência inspiradora: estava numa oração ecuménica, mais propriamente no Encontro Europeu de Taizé, que decorreu de 28 de dezembro a 1 de janeiro na cidade de Rostock, numa das regiões mais secularizadas da Alemanha.

Irmão Biagio, o leigo missionário de Palermo que “acendeu uma chama de amor” em Lisboa

1963-2023

Irmão Biagio, o leigo missionário de Palermo que “acendeu uma chama de amor” em Lisboa

Há exatamente quatro anos, em janeiro de 2019, chegava a Lisboa o fratel Biagio. A capital portuguesa era apenas uma das etapas da longa peregrinação que havia iniciado na Sicília com destino final a Marrocos, sempre a pé. Chegava com as sandálias consumidas, a túnica verde com capuz a cobrir-lhe a cabeça, uma bengala de madeira grosseira, de cruz e vieira ao peito. Sem dinheiro, nem telemóvel, nem relógio: em espírito de absoluta entrega à providência. O irmão Biagio Conte, missionário leigo franciscano italiano, que, em Palermo, dedicou a vida ao serviço dos mais pobres e sós, morreu na passada quinta-feira, 12 de janeiro, e eu nunca esquecerei o nosso encontro.

Uma nova forma de Igreja para responder à crise do cristianismo

Curso na Brotéria

Uma nova forma de Igreja para responder à crise do cristianismo

A crise actual do cristianismo diz respeito, “em grande parte, à ‘forma’ eclesial, ao modo de proceder comum, ao estilo eclesial”. Partindo desta ideia, o padre jesuíta José Frazão Correia e a revista Brotéria propõem, a partir desta terça-feira, 17 de Janeiro, e durante três dias, um curso sobre “A crise actual do cristianismo e a forma futura da Igreja”.

O ano aceitável do Senhor

O ano aceitável do Senhor

Ao longo dos séculos, a Igreja [cristã] tem conseguido, de uma maneira ou outra, levar a cabo essa importantíssima tarefa que é a de ser agente transformadora da sociedade na qual está inserida. Mesmo em muitas das nossas sociedades modernas e secularizadas, ainda persistem assimetrias sociais gritantes. Importaria recuperar cada vez mais essa voz profética da Igreja que, além de denunciar as injustiças sociais, também proporcione esperança, libertação e cura para muitos dos males que nos assolam nos dias de hoje.

Saber esperar

Saber esperar

A evolução necessária para uma vida mais plena, livre, consciente, vasta e frutífera, exige que façamos da insatisfação um caminho. Há que abraçá-la como o motor mesmo da nossa evolução e realização própria, de tal maneira que, em obediência à própria dinâmica da nossa vocação para ser e para o Ser, saibamos esquecer continuamente o que está para trás e avançar sempre para diante.

Monge raptado pelo ISIS em 2015 eleito arcebispo de Homs

Síria

Monge raptado pelo ISIS em 2015 eleito arcebispo de Homs

O Padre Jacques Mourad, monge e sacerdote siro-católico, de 54 anos, é o novo arcebispo de Homs dos Sírios, anunciou no dia 9 a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS). Mourad foi eleito, com consentimento do Papa Francisco, pelo Sínodo dos Bispos da Igreja Patriarcal de Antioquia dos Sírios.

O Natal Ortodoxo numa noite escura

Um canto ucraniano em português

O Natal Ortodoxo numa noite escura

Nesta sexta-feira e sábado, 24 e 25 de Dezembro no calendário juliano, a maior parte das comunidades cristãs ortodoxas celebra o Natal. Para assinalar o facto de este ser um tempo celebrado na tragédia da guerra, que leva o sofrimento e a morte a tantas famílias da Ucrânia e da Rússia, o 7MARGENS publica aqui um canto de Natal ortodoxo ucraniano, na tradução portuguesa de Catarina Leiroz, cantado por Tiago Barcelos.

O menino que não se cansa de nascer

O menino que não se cansa de nascer

Este menino não se cansa de nascer porque em todas as peripécias da vida se foi unindo cada vez mais profundamente ao mistério de Deus. Porém, Deus não é um mistério: Deus é o mistério. O Homem é um mistério, o Universo um mistério… porque “se movem e existem” dentro de o mistério. E o menino de hoje aprendeu a saborear em tudo esse único e total mistério: na dor e prazer, tristeza e alegria, vida e morte e, sobretudo, na inquietante e inextrincável questão do Bem e do Mal.

Pescadinha de rabo na boca

[Moçambique, margem Sul]

Pescadinha de rabo na boca

Sendo Moçambique um Estado laico, não deveria haver qualquer desconcerto com a religião; mas poderá haver algumas concessões para as crianças, nas escolas públicas, poderem completar os estudos, não cantando o hino, em respeito aos seus preceitos religiosos. Assume-se que deve haver liberdade de escolha. Mas, ao que parece, a abertura dada pelo Governo deixa também a sensação de alguma arbitrariedade, o que confunde as pessoas.

S. Paulo nos dias de hoje

S. Paulo nos dias de hoje

Metamorfose Necessária – Reler S. Paulo de José Tolentino Mendonça (Quetzal, 2022) é um livro oportuno para esta quadra de Natal como leitura utilíssima. Através de Paulo, podemos entender melhor a essência da Epifania, representada metaforicamente na presença dos Magos no presépio, mas só compreensível através do fundamental encontro na Estrada de Damasco.

Papa põe em evidência a atualidade de S. Francisco de Sales, patrono dos jornalistas

Carta “Tudo pertence ao amor”

Papa põe em evidência a atualidade de S. Francisco de Sales, patrono dos jornalistas

O Papa Francisco tornou pública uma carta apostólica que é um convite à descoberta de um santo e um “doutor da Igreja” que, segundo o documento, contém múltiplas pistas para viver hoje a alegria da vida cristã. Intitulada Totum Amoris Est (Tudo pertence ao amor), a carta sublinha algum paralelismo entre o clima de “mudança de era” que se vivia nas últimas décadas do século XV e nas primeiras do XVI, por um lado, e os tempos atuais, por outro.

Quioto, finalmente!

À procura de Sentido em Terras do Sol Nascente: Japão (2)

Quioto, finalmente!

Não posso deixar de sugerir o haiku japonês em epígrafe. Sabemos que o haiku remonta à forma clássica da poesia japonesa; é um poema curto, em geral de 17 sílabas. A tradição consistia em que vários poetas se reuniam e compunham poemas em conjunto. Muito belo, muito ao jeito de uma das características culturais japonesas, a vida de grupo. E estivemos no Japão em pleno outono.

Curso online ajuda a “descodificar” história e mensagem de Fátima

Em janeiro

Curso online ajuda a “descodificar” história e mensagem de Fátima

Depois de uma primeira edição, no início de 2022, que contou com o interesse de mais de 200 participantes de oito países, o Santuário de Fátima volta a dinamizar, no próximo mês, o seminário online desCodificar Fátima, que ao longo de quatro sessões, sempre às quartas-feiras, “pretende dar resposta a muitas interrogações que Fátima suscita junto dos peregrinos e investigadores” relativamente à sua história e mensagem.

“Comecemos por fazer crescer a unidade visível dos cristãos”, pede irmão Aloïs, de Taizé

Mensagem para 2023

“Comecemos por fazer crescer a unidade visível dos cristãos”, pede irmão Aloïs, de Taizé

Reconhecendo que “estamos a passar por um período de intensa polarização e agravamento das divisões nas nossas sociedades e, às vezes, até nas igrejas e famílias”, o irmão Alois, prior da comunidade ecuménica de Taizé, apela a que caminhemos, particularmente os cristãos, “juntos com os outros”, em direção à “fraternidade universal”. 

A Quaresma de Natal e o Advento na Igreja Ortodoxa

A Quaresma de Natal e o Advento na Igreja Ortodoxa

Na ortodoxia, o período de preparação para a Natividade do Senhor é conhecido por Quaresma de Natal; este ano, iniciou-se no passado dia 28 de Novembro do calendário gregoriano (15 de Novembro no calendário juliano) e prolonga-se até 6 de Janeiro (24 de Dezembro).

Estás de esperanças?

Estás de esperanças?

Oferece a cidade parábolas para entender o tempo presente? Sim, muitas. São como sinais a ler, e a reler, para nos lermos. Se andarmos atentos como Jesus à sua quotidianidade, as parábolas hão de saltar para os olhos e os ouvidos a cumprir a atenção, o estilo de vida em espera incessante.

Espero por ti… espero em ti

Espero por ti… espero em ti

O meu tempo de Advento tem sido marcado pela Esperança… esta palavra tem estado presente nas nossas conversas e orações comunitárias, no que vou rezando e lendo. Ultimamente reparo também que viver com esperança é um desejo de muitos, o que, na verdade, não é novo. Todos os anos, neste tempo, esperamos…

Pela primeira vez, o Parlamento Europeu tem um presépio

Pedido vem desde 2019

Pela primeira vez, o Parlamento Europeu tem um presépio

Quando a eurodeputada espanhola Isabel Benjumea propôs, em 2019, que a sede do Parlamento Europeu tivesse um presépio para assinalar o Natal, a resposta foi negativa. O Gabinete da Presidência do Parlamento considerou que a exibição de conteúdo religioso poderia ser “ofensiva”. “É ofensivo lembrar aos europeus que 25 de dezembro é o nascimento de Jesus de Nazaré?”, questionou então. Três anos depois, o presépio está montado em Bruxelas.

À espera

[Os dias da semana]

À espera

Quase todos se apresentam voltados para o sítio onde estão Maria e José, que têm, mais por perto, a companhia de um burro e de uma vaca. Todos esperam. Ao centro, a manjedoura em que, em breve, será colocado o recém-nascido. É tempo agora de preparar a sua chegada, esse imenso acontecimento, afinal de todas as horas.

Silêncio: a luz adentra no corpo

Pré-publicação 7M

Silêncio: a luz adentra no corpo

A linguagem não é só palavra, é também gesto, silêncio, ritmo, movimento. Uma maior atenção a estas realidades manifesta uma maior consciência na resposta e, na liturgia, uma qualidade na participação: positiva, plena, ativa e piedosa. Esta é uma das ideias do livro Mistagogia Poética do Silêncio na Liturgia, de Rafael Gonçalves. Pré-publicação do prefácio.

“Cheguei a pensar ser padre… não é muito diferente de ser comediante”

António Raminhos em entrevista

“Cheguei a pensar ser padre… não é muito diferente de ser comediante”

Andou na catequese, foi escuteiro, e, em plena adolescência, quis ser padre – talvez porque também nesse papel teria de falar às pessoas e cativá-las. A obrigatoriedade do celibato assustou-o. Mais tarde, o sentir que havia falta de coerência dentro da Igreja Católica também. É apaixonado pelas religiões (até gostava de fazer um programa de televisão sobre elas), mas é a figura de Jesus Cristo que verdadeiramente o inspira. Hoje, apesar de ter decidido batizar as três filhas ou de ter ido recentemente a Fátima a pé, não se revê na falta de abertura da Igreja Católica e diz-se mais cristão do que católico. Em plena digressão do seu mais recente espetáculo “Não sou eu, é a minha cabeça”, o comediante António Raminhos falou ao 7MARGENS sobre a sua relação com a fé e a forma como esta pode ajudar pessoas que, como ele, sofrem com distúrbios de ansiedade. E também de como a religião é um terreno fértil para o seu trabalho…

Festival de música sem concertos, mas com “elevações espirituais”

No Vaticano e em Roma, nos 150 anos de Perosi

Festival de música sem concertos, mas com “elevações espirituais”

A 21ª edição do Festival Internacional de Música e Arte Sacra, realiza-se, no Vaticano e em Roma, de 12 a 15 de novembro e, segundo o seu programador, Hans-Albert Courtial, presidente da Fundação Pró Música e Arte Sacra, não terá concertos, mas sim momentos de “elevação espiritual”, de acesso livre e gratuito. Obras de Lorenzo Perosi, de quem se celebram os 150 anos do nascimento, serão tocadas na abertura, já no próximo sábado.

A beleza de que somos capazes

A beleza de que somos capazes

Ruben David Azevedo, colaborador da coluna Entre Margens, acaba de editar O Que Nos Salva?, coletânea de textos sobre “o Absoluto, a Consciência, o Absoluto-da-Consciência, o Sentido da vida, e o Mistério de Tudo”, que inclui também uma dezena de crónicas publicadas no 7MARGENS. 

A busca espiritual em Fernando Pessoa

Um registo biográfico único

A busca espiritual em Fernando Pessoa

Hostil ao catolicismo e agnóstico, Pessoa foi canalizando as interrogações sobre o desconhecido e as suas inseguranças existenciais para a ciência dos astros, para a cabala enquanto “demanda metafísica”, bem como para práticas esotéricas e espíritas. Mas no meio disto tudo encontramos uma dimensão espiritual na sua vida e na sua escrita?

Igreja greco-católica de Lviv prepara peregrinação da imagem de Fátima pela Ucrânia

Entregue escultura oferecida em maio

Igreja greco-católica de Lviv prepara peregrinação da imagem de Fátima pela Ucrânia

A Igreja Greco-católica de Lviv está a preparar uma peregrinação por toda a Ucrânia da escultura de Nossa Senhora oferecida pelo Santuário de Fátima. A imagem, doada no passado mês de maio, permaneceu no Santuário até esta quarta-feira, 26, data em que uma comitiva da igreja ucraniana esteve em Fátima para devolver a réplica nº 13 da Virgem Peregrina (que se encontrava na Ucrânia desde março deste ano) e levou a nova escultura oferecida pelo Santuário.

“E tu, falas com Jesus?”

“E tu, falas com Jesus?” novidade

Em matéria de teologia, tendo a sentir-me mais próxima do meu neto X, 6 anos, do que da minha neta F, de 4. Ambos vivem com os pais e uma irmã mais nova em Londres. Conto dois episódios, para perceberem onde quero chegar. Um dia, à hora de deitar, o X contou à mãe que estava “desapontado” com o seu dia. Porquê? Porque não encontrara o cromo do Viktor Gyokeres, jogador do Sporting, um dos seus ídolos do futebol; procurou por todo o lado, desaparecera. Até pedira “a Jesus” para o cromo aparecer, mas não resultou. [Texto de Ana Nunes de Almeida]

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Fundadora da Comunidade Loyola castigada pelo Vaticano é ministra da comunhão em Braga

Decreto de extinção a marcar passo?

Fundadora da Comunidade Loyola castigada pelo Vaticano é ministra da comunhão em Braga novidade

A pouco mais de três meses de se completar um ano, prazo dado pelo Vaticano para extinguir a Comunidade Loyola, um instituto de religiosas fundado por Ivanka Hosta e pelo padre Marko Rupnik, aparentemente tudo continua como no início, com as casas a funcionar normalmente. No caso da comunidade de Braga, para onde Ivanka foi ‘desterrada’ em meados de 2023, por abusos de poder e espirituais, a “irmã” tem mesmo estado a desenvolver trabalho numa paróquia urbana, incluindo como ministra extraordinária da comunhão, com a aparente cobertura da diocese.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This