Eugénio Fonseca apresenta livros de Austen Ivereigh sobre o Papa

| 15 Mar 2021

Austen Ivereigh, jornalista inglês, biógrafo e entrevistador do Papa Francisco, numa conferência em Lisboa em Julho de 2019. Foto © João Ferrand/Companhia de Jesus. 

 

Os dois últimos livros do jornalista inglês Austen Ivereigh, O Pastor Ferido (ed. Vogais) e Sonhemos Juntos (ed. Planeta) serão apresentados por Eugénio Fonseca na próxima quinta-feira, dia 18 de março, pelas 21h15. A apresentação feita pelo ex-presidente da Cáritas, e agora presidente da Confederação Portuguesa de Voluntariado, será via “zoom”, seguindo-se um debate. A iniciativa é do Centro de Estudos Pastorais, do Instituto Diocesano da Formação Cristã (IFDC) do Patriarcado de Lisboa. A participação é livre, mas as pessoas que desejem assistir e participar terão de se inscrever previamente na página do IFDC.

Numa entrevista publicada em Janeiro pelo 7MARGENS, Austen Ivereigh dizia que, para Francisco, a crise – seja a pandémica, seja a crise que vive o catolicismo em diversas facetas – é uma oportunidade de mudança. 

No livro Sonhemos Juntos, escrito a partir de conversas do Papa com Ivereigh, o Papa diz que o cristão deveria favorecer uma política feita desde a base, “arreigada na comunidade, não-violenta e orientada ao bem comum”. É também a primeira vez, diz o jornalista, que “na história da Igreja um papa recomenda uma política baseada nos movimentos populares”.

Sobre O Pastor Ferido, publicado em Portugal em Outubro, Ivereigh diz que o livro mostra que “não há um tão grande obstáculo à evangelização como o clericalismo” e que “a crise dos abusos sexuais está a “ajudar a Igreja a converter-se, de uma forma dramática”. 

Num texto publicado neste jornal no final de Janeiro, Eugénio Fonseca confessou-se “galvanizado” pelo livro O Pastor Ferido, que considera uma síntese dos “grandes temas” do bispo de Roma.

 

Bispos e Governo timorense renovam acordo de cooperação

20 anos de independência

Bispos e Governo timorense renovam acordo de cooperação novidade

O primeiro-ministro de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, e o presidente da Conferência Episcopal Timorense (CET), o bispo Norberto do Amaral, de Maliana, renovaram um acordo de cooperação que alarga uma cláusula da Concordata entre o país de maioria católica e o Vaticano e que atribui à Igreja Católica a gestão de 15 milhões de dólares (cerca de 14 milhões, 171 mil euros).

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Santuário católico vandalizado na Índia

Tensão entre religiões

Santuário católico vandalizado na Índia novidade

As tensões interreligiosas na Índia voltaram a conhecer novos episódios, depois da vandalização por desconhecidos de estátuas de Maria, do Menino Jesus e do Sagrado Coração de Jesus num santuário no estado de Andhra Pradesh, causando “choque entre os católicos locais”. Um articulista ataca o ódio incentivado por “fascistas” contra as minorias cristãs e muçulmanas.

Sermos pessoas “Laudato Si’” sem esforço

Sermos pessoas “Laudato Si’” sem esforço novidade

Há quase dois anos que em nossa casa deixámos de comprar iogurtes e começámos a fazê-los em casa. Um dia fizemos as contas e essa pequena mudança representa cerca de 1000 embalagens de plástico que deixámos de consumir. Se 1000 famílias fizessem como nós, seria 1 tonelada a menos de plástico. As grandes mudanças começam pelas pequenas.

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This