Exéquias de frei Armindo Carvalho, ex-provincial dos Franciscanos

| 25 Nov 20

Frei Armindo Carvalho (à dirª), em Fevereiro de 2019, na assinatura do protocolo de cedência de instalações ao 7MARGENS.

 

Decorreram nesta quarta-feira, no Seminário da Luz, em Lisboa, as cerimónias exequiais de frei Armindo de Jesus Ferreira Carvalho, ex-ministro provincial dos franciscanos (Ordem dos Frades Menores). A celebração foi presidida pelo patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente.

Nascido em Marrazes, Leiria, a 3 de Outubro de 1939, Armindo Carvalho tomou hábito em 1955 e professou temporariamente um ano depois. Fez os votos perpétuos a 8 de Dezembro de 1960 e foi ordenado padre em Julho de 1963.

Depois de três anos a trabalhar na paróquia de Carnide (Lisboa), foi para a Missão de Inharrime (Moçambique), em Dezembro de 1966. Entre 1970 e 1982 foi pároco da igreja-catedral de Inhambane e trabalhou em vários organismos diocesanos até ser nomeado, em Janeiro de 1982, pároco de Santo António da Polana e superior da fraternidade.

Regressado a Portugal em 2004, após 38 anos como missionário, passou a ser guardião e reitor do santuário-igreja de Santo António, em Lisboa, junto à Sé. Em 2016, foi eleito ministro provincial da Ordem dos Frades Menores mas, após quatro anos de mandato, foi forçado a renunciar por motivos de saúde, em Fevereiro deste ano.

Um ano antes, ainda enquanto ministro provincial dos frades menores, frei Armindo assinou, com a Associação Porta 18, proprietária do 7MARGENS, um protocolo de cedência de instalações. Na breve cerimónia, fez questão de manifestar a gratidão dos franciscanos poderem, deste modo, ser úteis a uma realização que consideram “importante como projecto de comunicação aberta”, que apontou como necessários nas sociedades contemporâneas.

À Ordem dos Frades Menores e, em especial, à comunidade do Seminário Franciscano da Luz, a Associação Porta 18 e o 7MARGENS apresentam condolências.

 

Abusos na Igreja e Vaticano: “Fazer o que ainda não foi feito”

Análise

Abusos na Igreja e Vaticano: “Fazer o que ainda não foi feito” novidade

Sobre as leituras e as consequências do estudo divulgado há precisamente uma semana relativamente aos abusos na Arquidiocese de Munique, umas das principais da Alemanha, o mundo católico encontra-se em suspenso. Já esta sexta-feira, 28, espera-se o pronunciamento da diocese visada e tanto o Vaticano como Bento XVI anunciaram ir estudar atentamente o documento, tendo o Papa Emérito prometido responder.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Centro de Formação Cristã inaugura disciplina sobre ecologia integral

Diocese de Leiria-Fátima

Centro de Formação Cristã inaugura disciplina sobre ecologia integral novidade

A partir do próximo dia 8 de fevereiro, a Escola Diocesana Razões da Esperança (EDRE), do Centro de Cultura e Formação Cristã da Diocese de Leiria-Fátima, contará com uma novidade na sua oferta formativa: pela primeira vez e de forma mais sistematizada, será dada atenção às questões ambientais e ecológicas, na linha do que o Papa Francisco propõe na Encíclica Laudato Si’. A disciplina terá a designação de “Cuidar da Terra, cuidar do outros” e será lecionada por elementos da Rede Cuidar da Casa Comum, noticia a diocese no seu site.

Thich Nhat Hanh: Buda e Jesus são irmãos

Thich Nhat Hanh: Buda e Jesus são irmãos novidade

Regressei ao cristianismo. Mas fui budista zen cerca de quinze anos, integrada na orientação budista zen do mestre japonês Taisen Deshimaru (Associação Zen Internacional); tendo como mestre um dos seus discípulos, Raphael Doko Triet. Gostaria de lhe prestar aqui a minha homenagem pois aprendi muito com ele, ligando-nos ainda – embora à distância – uma profunda amizade.

Fale connosco

Abusos na Igreja
Dar voz ao silêncio

Contactos da Comissão Independente

https://darvozaosilencio.org/

E-mail: geral@darvozaosilencio.org

Telefone: (+351) 91 711 00 00

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This