França: 3.000 crianças vítimas de abusos sexuais na Igreja desde 1950

| 20 Jun 20

Abuso de menores.

Ilustração: Direitos reservados

 

Ao longo das últimas sete décadas, em França, pelo menos 3.000 crianças foram vítimas de abusos sexuais no seio da Igreja Católica: uma média de mais de 40 casos por ano. Os crimes terão sido perpetrados por cerca de 1.500 religiosos, conforme revelou nesta última semana o presidente da Comissão Independente sobre o Abuso Sexual na Igreja (CIASE, na sigla francesa), o jurista Jean-Marc Sauvé.

Ao todo, desde junho de 2019 (altura em que foi feito um apelo a todas as pessoas que tivessem sido vítimas de abuso sexual na Igreja para que o denunciassem), foram recebidas mais de 5.000 queixas por esta comissão independente instituída pelos bispos. Destas, cerca de 13% chegaram de pessoas que já eram adultas no momento em que os alegados abusos terão ocorrido, tratando-se sobretudo de seminaristas e religiosas no noviciado, e na sua maioria mulheres, noticiou o jornal La Croix.

Numa conferência de imprensa com o objetivo de fazer um balanço do trabalho desenvolvido até agora pela CIASE, Sauvé explicou que “é a primeira vez” que se faz um levantamento deste género em França e disse estar “intimamente convencido de que há muitas mais vítimas”.

“Na Igreja, como em qualquer sociedade humana, as posições de poder e responsabilidade podem ser distorcidas e tornar-se abusivas”, lamentou o presidente da comissão de inquérito, citado pelo jornal francês. “Daí a importância da escolha dos superiores, de limitar os poderes e de estabelecer mecanismos reguladores internos”, sublinhou.

Sauvé assumiu considerar “muito perturbador o ponto ao qual a [Bíblia] pode ter sido manipulada para satisfazer impulsos sexuais”, e deu o exemplo dos conteúdos do Cântico dos Cânticos, que terão servido de pretexto para justificar alguns dos abusos.

As “teologias dos escolhidos” ou de uma “elite espiritual” na Igreja, à qual a lei não se aplicaria, e ainda uma “desvirtuação grosseira do culto mariano”, têm sido também associadas à prática de alguns dos abusos.

A comissão, criada em 2018 na sequência de vários escândalos por abuso sexual na Igreja francesa, identificou inúmeros casos de abuso através de uma análise feita aos arquivos das dioceses e das congregações religiosas. Devido à pandemia de covid-19, o prazo para recolha de testemunhos foi prolongado até final de outubro deste ano. As conclusões e recomendações finais deverão ser apresentadas entre setembro e outubro de 2021.

 

Artigos relacionados

Facebook está a apostar na evangelização

Líderes evangélicos nos EUA já trabalham com a multinacional

Facebook está a apostar na evangelização novidade

A rede social Facebook está a entrar na área da evangelização. Nos Estados Unidos da América, os pastores evangélicos estão a apostar nas redes sociais como forma de expandir o seu ministério, e exemplo disso é o pastor Sam Collier, que revelou, em entrevista, que meses antes de a mega-igreja Hillsong abrir seu novo posto avançado em Atlanta, procurou conselhos sobre como construir uma igreja em uma pandemia. Do Facebook.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

Cidadãos vítimas de spyware

Amnistia exige resposta do governo húngaro ao escândalo Pegasus

Uma investigação publicada esta terça-feira, 20 de julho, pelo Direkt36 (órgão de comunicação húngaro sem fins lucrativos) revelou que os telefones de mais de 300 cidadãos daquele país foram identificados como possíveis alvos do software de vigilância Pegasus, comercializado pela empresa israelita NSO Group. Peritos da Amnistia Internacional (AI) confirmaram que, em inúmeros casos, este software tinha, de facto, sido instalado, e a organização exige agora uma reação da parte das autoridades húngaras.

Mulheres na mudança

Duas leigas espanholas nomeadas para comissões do Sínodo

Duas leigas espanholas foram nomeadas para participarem nos trabalhos preparatórios do Sínodo dos Bispos de 2023: Carmen Peña García, professora de direito canónico, vai integrar a comissão de teologia e Cristina Inogés, formada em teologia pela Faculdade de Teologia Protestante de Madrid, fará parte da comissão de metodologia.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

As jovens cristãs que enfrentam a discriminação e perseguição

Paquistão

As jovens cristãs que enfrentam a discriminação e perseguição

“Quando fui para a universidade sofri muitos actos de discriminação por parte dos meus professores e colegas, a tal ponto que não conseguia concentrar-me nos meus estudos”, conta Ashia, 17 anos, cristã paquistanesa. Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) desenvolve programa para capacitar mulheres em situações particularmente difíceis.

É notícia

Entre margens

Jesus Cristo tinha uma agenda liberal? novidade

Dizer apenas que todas as vidas são importantes é uma tirada lapalissiana. É óbvio que sim, mas o problema é que nem todas as vidas estão em risco devido a fenómenos sociais como o racismo, a xenofobia, a violência sobre mulheres e crianças, o abuso sexual e o tráfico de pessoas, já para não falar nesta economia que mata, no dizer do Papa Francisco.

Como regressar à vida?

Num recente inquérito à opinião pública, as pessoas consideram que as medidas contra a Covid-19 foram positivas, mas queixam-se que a democracia se viu limitada. É um julgamento natural. Importa, porém, compreender que fomos surpreendidos por uma enfermidade que continuamos a desconhecer.

Cultura e artes

Lançamento

Um livro para entender o imaginário católico de Sting

Evyatar Marienberg, historiador da religião na Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, escreveu um livro sobre a imaginação católica de Sting e de como ela alimentou a sua criatividade. Antes de ser quem é na cena do rock internacional como o principal compositor e vocalista do Police, Sting (nascido Gordon Sumner em 1951) cresceu na cidade de Wallsend, Inglaterra, e frequentou escolas católicas. Recebeu o Crisma aos 14 anos e casou-se com sua primeira esposa na Igreja Católica aos 25 anos.

Sete Partidas

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

[ai1ec view=”agenda” events_limit=”3″]

Ver todas as datas

Parceiros

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This