Ataque do Hamas foi catalisador

França: atos antissemitas quase quadruplicam num ano

| 28 Jan 2024

© WHO Homens caminham pelas ruas destruídas de Gaza

Os ataques do Hamas, do dia 7 de outubro, e a violenta retaliação de Israel contra o território palestiniano de Gaza, ajudou à “explosão” de atos antissemitas, nota o Conselho Representativo das Instituições Judaicas de França. Na imagem, homens caminham pelas ruas destruídas de Gaza. Foto © WHO.

 

O ano de 2023 registou quase o quadruplo de atos antissemitas registados no ano anterior em França, apontou o Conselho Representativo das Instituições Judaicas de França (CRIF, na sigla original), segundo noticiou o jornal Le Monde. Muitos destes atos foram registados em contexto escolar.

Um relatório do CRIF, divulgado na quarta-feira, 24 de janeiro, notou um total de 1 676 atos, com a organização a lamentar uma “explosão” de incidentes após o 7 de outubro de 2023 – dia dos ataques do Hamas contra Israel e que foi um “catalisador do ódio”.

“O 7 de outubro serviu de catalisador para o ódio, ativando o antissemitismo latente e desinibindo a ação [antissemita]”, disse o presidente do CRIF, Yonathan Arfi, para quem a visão de civis israelitas massacrados desempenhou um papel no que desencadeou este fenómeno.

“Nunca tinha sido atingido este número”, segundo Arfi: o número de atos antissemitas registados em França saltou de 436 no ano de 2022 para os 1 676 de 2023.

Recuando aos anos 1990, Yonathan Arfi enquadrou estes números à agência France-Presse: “Tivemos algumas dezenas de atos por ano na década de 1990,  e algumas centenas no período de 2000-2022.”

Segundo o Monde, no ano passado, quase seis em cada dez casos (57,8%) foram ataques a pessoas (violência física, palavras e gestos ameaçadores, etc.) e não a bens, segundo este relatório que compila números recenseados pelo Ministério do Interior e pelo Serviço de Proteção à Comunidade Judaica (SPCJ). Estes números refletem “apenas uma parte” dos atos antissemitas, aqueles que foram objeto de queixa ou denúncia à polícia, lembra o CRIF.

Mais de 40% dos casos envolveram “palavras e gestos ameaçadores”, com um maior número de atos cometidos principalmente na esfera privada (32%) e na via pública (20,4%). Há 7,5% de casos registados através da Internet.

Outro ponto preocupante para o CRIF é que 12,7% dos atos ocorreram em escolas, a maioria delas em estabelecimentos do ensino superior. “Estamos a testemunhar um rejuvenescimento dos perpetradores de atos antissemitas. A escola já não é um santuário da República”, lamenta o responsável. “Pela primeira vez em muito tempo, as próximas gerações serão mais suscetíveis ao preconceito antissemita do que as gerações anteriores”, explica Yonathan Arfi, que identifica “três combustíveis” para este fenómeno: “O ódio a Israel, o islamismo e [teses de] conspiração.”

Felizes os meninos de mais de 100 países – incluindo Portugal – que participam na Jornada Mundial das Crianças

Este fim de semana, em Roma

Felizes os meninos de mais de 100 países – incluindo Portugal – que participam na Jornada Mundial das Crianças novidade

Foi há pouco mais de cinco meses que, para surpresa de todos, o Papa anunciou a realização da I Jornada Mundial das Crianças. E talvez nem ele imaginasse que, neste curto espaço de tempo, tantos grupos e famílias conseguissem mobilizar-se para participar na iniciativa, que decorre já este fim de semana de 25 e 26 de maio, em Roma. Entre eles, estão alguns portugueses.

Cada diocese em Portugal deveria ter “uma pessoa responsável pela ecologia integral”

Susana Réfega, do Movimento Laudato Si'

Cada diocese em Portugal deveria ter “uma pessoa responsável pela ecologia integral” novidade

A encíclica Laudato Si’ foi “determinante para o compromisso e envolvimento de muitas organizações”, católicas e não só, no cuidado da Casa Comum. Quem o garante é Susana Réfega, portuguesa que desde janeiro deste ano assumiu o cargo de diretora-executiva do Movimento Laudato Si’ a nível internacional. Mas, apesar de esta encíclica ter sido publicada pelo Papa Francisco há precisamente nove anos (a 24 de maio de 2015), “continua a haver muito trabalho por fazer” e até “algumas resistências à sua mensagem”, mesmo dentro da Igreja, alerta a responsável.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Bispo José Ornelas: “Estamos a mudar o paradigma da Igreja”

Terminou a visita “ad limina” dos bispos portugueses

Bispo José Ornelas: “Estamos a mudar o paradigma da Igreja” novidade

“Penso que estamos a mudar o paradigma da Igreja”, disse esta sexta-feira, 24 de maio, o bispo José Ornelas, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), numa conversa com alguns jornalistas, em plena Praça de S. Pedro, no Vaticano, em comentário ao que tinha acabado de se passar no encontro com o Papa Francisco e às visitas que os bispos lusos fizeram a vários dicastérios da Cúria Romana, no final de uma semana de visita ad limina.

O mundo precisa

O mundo precisa novidade

O mundo precisa, digo eu, de pessoas felizes para que possam dar o melhor de si mesmas aos outros. O mundo precisa de gente grande que não se empoleira em deslumbrados holofotes, mas constrói o próprio mérito na forma como, concretamente, dá e se dá. O mundo precisa de humanos que queiram, com lealdade e algum altruísmo, o bem de cada outro. – A reflexão da psicóloga Margarida Cordo, para ler no 7MARGENS.

“Política americana sobre Gaza está a tornar Israel mais inseguro”

Testemunho de uma judia-americana que abandonou Biden

“Política americana sobre Gaza está a tornar Israel mais inseguro”

Esta é a história-testemunho da jovem Lily Greenberg Call, uma judia americana que exercia funções na Administração Biden que se tornou há escassos dias a primeira figura de nomeação política a demitir-se de funções, em aberta discordância com a política do governo norte-americano relativamente a Gaza. Em declarações à comunicação social, conta como foi o seu processo interior e sublinha como os valores do judaísmo, em que cresceu, foram vitais para a decisão que tomou.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This