Francisco apela em favor de canais humanitários para crianças migrantes e lembra maratona contra tráfico de seres humanos

| 8 Fev 2021

Refugiados, Crianças, Bósnia

Crianças migrantes na Bósnia, com tendas de lona para se abrigarem da neve: uma situação “dramática”, diz o Papa. Foto © Cáritas Bósnia.

 

O Papa apelou neste domingo, 7 de Fevereiro, em favor dos menores migrantes não acompanhados, evocando em particular a “dramática situação” dos que se encontram na chamada “rota balcânica”.

“Façamos com que, a estas frágeis e indefesas criaturas, não faltem o devido cuidado e canais humanitários preferenciais”, disse, à janela do apartamento pontifício, após a recitação da oração do Angelus.

“São tantos. Infelizmente, entre os que, por vários motivos, são obrigados a deixar a própria prática, há sempre dezenas de crianças e adolescentes sós, sem a família e expostos a vários perigos”, acrescentou, citado pela Ecclesia.

Calcula-se que cerca de 500 menores – na sua maioria oriundos do Afeganistão, Síria e Paquistão – estejam sozinhos na Bósnia-Herzegovina, em campos de refugiados que não lhes oferecem qualquer tipo de protecção.

Francisco referiu ainda o próximo Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Seres Humanos, que se celebra anualmente a 8 de Fevereiro. O dia, assinalado nesta segunda-feira, coincide com a festa litúrgica de Santa Josefina Bakhita, religiosa sudanesa que viveu “as humilhações e sofrimentos da escravidão”.

“Este ano o objectivo é trabalhar para uma economia que não favoreça, nem sequer indirectamente, estes tráficos ignóbeis, isto é, uma economia que não faça nunca de homens e mulheres uma mercadoria, um objecto, mas sempre o seu fim. Serviço aos homens e mulheres”, afirmou o Papa.

A ‘Talitha Kum’, rede internacional de religiosas consagrada à luta contra o tráfico de pessoas, aponta o dedo, na sua mensagem para esta celebração, ao “modelo económico dominante, cujos limites e contradições são agravados pela pandemia de covid-19”.

Para assinalar a data, decorre nesta segunda-feira uma “maratona” de oração e testemunhos online, ao longo de sete horas, e que conta com a participação do Papa Francisco.

Esta jornada começa às 9h de Lisboa e tem final previsto para as 16h, com tradução em cinco idiomas, incluindo o português, e terá como tema “Economia sem tráfico de pessoas”. Cerca das 12h40, Francisco lerá a sua mensagem alusiva a este Dia Mundial de Oração e Reflexão Contra o Tráfico de Seres Humanos.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Evento "importantíssimo" para o país

Governo assume despesas da JMJ que Moedas recusou

A ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, chegou a acordo com o presidente da Câmara de Lisboa sobre as Jornadas Mundiais da Juventude, comprometendo-se a – tal como exigia agora Carlos Moedas – assumir mais despesa do evento do que aquela que estava inicialmente prevista, noticiou o Expresso esta quarta-feira, 3.

Multiplicar o número de leitores do 7MARGENS

Em 15 dias, 90 novos assinantes

Durante o mês de julho o 7MARGENS registou 90 novos leitores-assinantes, em resultado do nosso apelo para que cada leitor trouxesse outro assinante. Deste modo, a Newsletter diária passou a ser enviada a 2.863 pessoas. Estamos ainda muto longe de duplicar o número de assinantes e chegar aos 5.000, pelo que mantemos o apelo feito a 18 de julho: que cada leitor consiga trazer outro.

Parceria com Global Tree

JMJ promove plantação de árvores

A Fundação Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 e a Global Tree Initiative estabeleceram uma parceria com o objectivo de levar os participantes e responsáveis da organização da jornada a plantar árvores. A iniciativa pretende ser uma forma de assinalar o Dia Mundial da Conservação da Natureza, que se assinala nesta quinta-feira, 28 de julho.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This