Francisco apela em favor de canais humanitários para crianças migrantes e lembra maratona contra tráfico de seres humanos

| 8 Fev 21

Refugiados, Crianças, Bósnia

Crianças migrantes na Bósnia, com tendas de lona para se abrigarem da neve: uma situação “dramática”, diz o Papa. Foto © Cáritas Bósnia.

 

O Papa apelou neste domingo, 7 de Fevereiro, em favor dos menores migrantes não acompanhados, evocando em particular a “dramática situação” dos que se encontram na chamada “rota balcânica”.

“Façamos com que, a estas frágeis e indefesas criaturas, não faltem o devido cuidado e canais humanitários preferenciais”, disse, à janela do apartamento pontifício, após a recitação da oração do Angelus.

“São tantos. Infelizmente, entre os que, por vários motivos, são obrigados a deixar a própria prática, há sempre dezenas de crianças e adolescentes sós, sem a família e expostos a vários perigos”, acrescentou, citado pela Ecclesia.

Calcula-se que cerca de 500 menores – na sua maioria oriundos do Afeganistão, Síria e Paquistão – estejam sozinhos na Bósnia-Herzegovina, em campos de refugiados que não lhes oferecem qualquer tipo de protecção.

Francisco referiu ainda o próximo Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Seres Humanos, que se celebra anualmente a 8 de Fevereiro. O dia, assinalado nesta segunda-feira, coincide com a festa litúrgica de Santa Josefina Bakhita, religiosa sudanesa que viveu “as humilhações e sofrimentos da escravidão”.

“Este ano o objectivo é trabalhar para uma economia que não favoreça, nem sequer indirectamente, estes tráficos ignóbeis, isto é, uma economia que não faça nunca de homens e mulheres uma mercadoria, um objecto, mas sempre o seu fim. Serviço aos homens e mulheres”, afirmou o Papa.

A ‘Talitha Kum’, rede internacional de religiosas consagrada à luta contra o tráfico de pessoas, aponta o dedo, na sua mensagem para esta celebração, ao “modelo económico dominante, cujos limites e contradições são agravados pela pandemia de covid-19”.

Para assinalar a data, decorre nesta segunda-feira uma “maratona” de oração e testemunhos online, ao longo de sete horas, e que conta com a participação do Papa Francisco.

Esta jornada começa às 9h de Lisboa e tem final previsto para as 16h, com tradução em cinco idiomas, incluindo o português, e terá como tema “Economia sem tráfico de pessoas”. Cerca das 12h40, Francisco lerá a sua mensagem alusiva a este Dia Mundial de Oração e Reflexão Contra o Tráfico de Seres Humanos.

 

Jorge Sampaio, um laico cristão

Jorge Sampaio, um laico cristão novidade

Já tudo, ou quase tudo, foi dito e escrito sobre a figura do Jorge Sampaio. Assinalando a sua morte, foram, por muitos e de múltiplas formas, sublinhadas as diversas facetas definidoras da sua personalidade nos mais diversos aspetos. Permitam-me a ousadia de voltar a este tema, para sublinhar um aspeto que não vi, falha minha porventura, sublinhado como considero ser merecido.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Escutar todos, com horizontes para lá das “fronteiras” da Igreja

Inquérito sobre o Sínodo

Escutar todos, com horizontes para lá das “fronteiras” da Igreja novidade

O Papa observava, no encontro sinodal com a sua diocese de Roma, no último sábado, 18, que escutar não é inquirir nem recolher opiniões. Mas nada impede que se consultem os cristãos sobre as “caraterísticas e âmbito” que “entendem dever ter a escuta que as igrejas diocesanas são chamadas a realizar, desde 17 de outubro próximo até ao fim de março-abril de 2022. Era esse o terceiro ponto da consulta feita pelo 7Margens, cujas respostas damos hoje a conhecer.

Nova estratégia de combate ao antissemitismo será apresentada em outubro

União Europeia

Nova estratégia de combate ao antissemitismo será apresentada em outubro novidade

A União Europeia (UE) deverá divulgar, no próximo mês de outubro, uma “nova estratégia de combate ao antissemitismo e promoção da vida judaica”. A iniciativa surge na sequência da disseminação do racismo antissemita em inúmeros países da Europa, associada a teorias da conspiração que culpabilizam os judeus pela propagação da covid-19, avançou esta quarta-feira, 22, o Jewish News.

Livrai-nos do Astérix, Senhor!

Livrai-nos do Astérix, Senhor! novidade

A malfadada filosofia do politicamente correcto já vai no ponto de apedrejar a cultura e diabolizar a memória. A liberdade do saber e do saber com prazer está cada vez mais ameaçada. Algumas escolas católicas do Canadá retiraram cerca de cinco mil títulos do seu acervo por considerarem que continham matéria ofensiva para com os povos indígenas.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This