Decisão do patriarca de Lisboa

Fundação JMJ continuará ativa para gerir os lucros da iniciativa

| 15 Fev 2024

bispo Américo Aguiar, fotografado na sede da Fundação JMJ, 1.6.2023.. Foto © António Marujo

Bispo Américo Aguiar, fotografado na sede da Fundação JMJ, em junho de 2023. Foto © António Marujo

 

A Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 gerou um lucro superior a 20 milhões de euros e a Fundação JMJ continuará em funções para fazer a gestão do mesmo em projetos destinados aos jovens, avançou o bispo Américo Aguiar esta quarta-feira, 15 de fevereiro, durante o programa Grande Entrevista, da RTP3.

A decisão foi tomada pelo atual patriarca de Lisboa, o bispo Rui Valério, e os projetos serão diversificados. “Podemos falar de bolsas de estudo, de projetos de habitação, mas terá sempre relação com os jovens”, especificou o bispo de Setúbal.

Américo Aguiar havia referido, no passado mês de dezembro, que as contas finais da JMJ Lisboa 2023 seriam apresentadas no primeiro trimestre deste ano.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This