Fórum de Diálogo Político

Governo disponível para acolher mais refugiados

| 21 Out 21

O ministro Augusto Santos Silva no encontro. Foto © Sofia Rocha – KAICIID.

 

O Governo português reforçou esta quinta-feira a vontade do país em acolher mais refugiados, assumindo o “compromisso de garantir educação e oportunidades profissionais” para estes cidadãos. 

“Aceitamos o pluralismo como um elemento que enriquece a sociedade”, afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, de acordo com um comunicado divulgado pela organização do 3º Fórum de Diálogo Político Europeu sobre Refugiados e Migrantes, que decorreu em Lisboa de 19 a 21 de outubro.

Este evento, a que “Portugal tem a honra de estar associado e de acolher aqui em Lisboa”, como definiu Santos Silva, foi organizado pelo Centro Internacional de Diálogo (KAICIID), Rede para o Diálogo e o Conselho Europeu de Líderes Religiosos/Religiões para a Paz na Europa (ECRL/RfP Europa).

Também a alta comissária para as Migrações em Portugal, Sónia Pereira, defendeu uma atenção especial às mulheres e crianças refugiadas. “Não nos podemos esquecer que uma abordagem interseccional é necessária”.

A responsável que agradeceu a “oportunidade” de poder escutar testemunhos enriquecedores em matéria de defesa de direitos humanos, lembrou o compromisso de Portugal com os direitos humanos e a inclusão social.

Faisal bin Muaammar, secretário-geral do KAICIID, recordou a importância do diálogo interreligioso para o combate ao discurso de ódio, que tem vindo a ganhar escala em todo o mundo. “Acho que precisamos de uma nova vacina, como a que tivemos para a Covid-19”, defendeu naquele que foi o seu último discurso à frente da instituição.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Papa faz viagem escaldante e talvez leve afegãos para Roma

Francisco no Chipre e Grécia

Papa faz viagem escaldante e talvez leve afegãos para Roma novidade

“A Europa não pode ignorar o Mediterrâneo”, diz o Papa, que inicia nesta quinta-feira uma viagem para recordar a convivência inter-religiosa que Chipre já viveu e a osmose entre o pensamento grego e o cristianismo. Mas Francisco atravessará terreno escaldante, tensões políticas e tragédias humanitárias ao rubro: a última capital do mundo partida ao meio, Grécia e Turquia zangadas, refugiados, migrações, diálogo com os ortodoxos, convivência com os muçulmanos…

“o Filho do homem numa nuvem…”

Tempo de Advento (I)

“o Filho do homem numa nuvem…” novidade

Desde há vários anos, a comunidade da Capela de Nossa Senhora da Bonança (conhecida como Capela do Rato), em Lisboa, assinala o tempo litúrgico do Advento com a publicação de postais com uma pintura encomendada a um(a) artista e um poema alusivo ao dia. Este ano, a convidada foi a artista algarvia Lígia Rodrigues, sendo os textos da autoria da escritora Leonor Xavier e do actor e encenador Luís Miguel Cintra.

Pelo menos 27 mil crianças detidas na Síria, sem acesso a direitos básicos

Amnistia Internacional pede repatriamento

Pelo menos 27 mil crianças detidas na Síria, sem acesso a direitos básicos novidade

São pelo menos 27 mil as crianças detidas no campo de refugiados de al-Hol, no nordeste da Síria, sem acesso adequado a alimentos, água potável e serviços essenciais, como saúde e educação, enquanto os governos “desrespeitam as suas obrigações” de defesa dos direitos humanos e de proceder ao repatriamento com a máxima urgência, defendeu a Amnistia Internacional (AI) num comunicado enviado esta terça-feira, 30, ao 7MARGENS.

Nada melhorou na Nigéria, diz bispo contra lista dos EUA

Liberdade Religiosa

Nada melhorou na Nigéria, diz bispo contra lista dos EUA novidade

O bispo Emmanuel Adetoyese Badejo, da Diocese de Oyo, na Nigéria, publicou nesta quarta-feira, dia 1 de dezembro, uma mensagem criticando fortemente a decisão do Departamento de Estado dos Estados Unidos da América de retirar aquele país da lista anual de nações violadoras da liberdade religiosa. A Nigéria tinha entrado pela primeira vez na lista no ano passado. A crítica do bispo Badejo foi divulgada pelo Vatican News.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This