Não há “motivo convincente”

Governo filipino impede Ressa de ir receber o Nobel

| 27 Nov 2021

Foto: Maria Ressa – jornalista e ativista dos Direitos Humanos. © Paul Papadimitriou / Wikimedia Commons

 

O Governo das Filipinas impediu a jornalista Maria Ressa de se deslocar a Oslo para receber o Nobel da Paz, alegando existir risco de fuga por parte da ativista dos direitos humanos.

De acordo com a UC News, a jornalista interpôs uma ação junto do tribunal para superar a proibição, mas na contra-argumentação o procurador-geral defendeu que o direito de Ressa de viajar “não era absoluto” e que ela não havia mostrado um “motivo convincente” para ir a Oslo.

A cerimónia de entrega do Nobel da Paz decorre no próximo dia 10 de dezembro.

Maria Ressa – cofundadora do site de notícias Rappler e muita crítica das políticas do Presidente Rodrigo Duterte – recebeu o Nobel da Paz de 2021 que também foi atribuído ao jornalista russo Dmitry Muratov. Os membros do júri do Nobel que lhes atribuíram o prémio sublinharam a luta e a tenacidade de ambos os jornalistas na defesa da liberdade de expressão.

 

O que têm dito os papas sobre a paz

Debate e oração no Rato, em Lisboa

O que têm dito os papas sobre a paz novidade

As mensagens dos Papas para o Dia Mundial da Paz é o tema da intervenção do padre Peter Stilwell neste sábado, 3 de Dezembro (Capela do Rato, em Lisboa, 19h), numa iniciativa integrada nas celebrações dos 50 anos da vigília de oração pela paz que teve lugar naquela capela, quando um grupo de católicos quis permanecer em oração durante 48 horas, em reflexão sobre a paz e contra a guerra colonial.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Ministro russo repudia declarações do Papa

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This