Mensagem do serviço da CEP

“Há ainda muito caminho a percorrer” na pastoral a pessoas com deficiência

| 30 Nov 2023

Pessoa invisual lê livro em braille. Foto Thirdman de Pexels

“Queremos manifestar a necessidade de cada um de nós se aceitar a si e ao outro na sua verdade, para poder, a partir do que é e não do que gostaria de ser, percorrer o seu caminho de felicidade, com Cristo”, pode ler-se na mensagem. Foto © Thirdman / Pexels

 

É preciso recordar as palavras do Papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023, quando dizia “Deus ama-te como és”, assinala o Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência da Conferência Episcopal Portuguesa na sua mensagem para o Dia Internacional das Pessoas Deficiência, que se celebra no próximo domingo, 3 de dezembro.

“Tomando esta afirmação como ponto de partida, reconhecemos que há ainda muito caminho para percorrer. Queremos, por isso, manifestar a necessidade de cada um de nós se aceitar a si e ao outro na sua verdade, para poder, a partir do que é e não do que gostaria de ser, percorrer o seu caminho de felicidade, com Cristo”, escrevem no texto, enviado esta quinta-feira, 30, ao 7MARGENS.

Juntamente com os serviços diocesanos, movimentos e comunidades da Igreja em Portugal ligados às pessoas com deficiência, este serviço pastoral afirma querer “contribuir para que sejamos uma Igreja de portas abertas, sempre pronta a escutar cada pessoa, reconhecendo a dignidade e valorizando a sua riqueza”.

“O acolhimento em comunidade, fruto do trabalho em rede, beneficiará a todos, todos, todos”, assinalam na sua mensagem, citando também as palavras do do relatório da XVI Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, onde pode ler-se que “Na promoção da corresponsabilidade de todos os batizados pela missão, reconhecemos as capacidades apostólicas das pessoas com deficiência. Desejamos valorizar o contributo à evangelização que vem da imensa riqueza de humanidade que transportam consigo”..

“Não podemos deixar de recordar também, neste momento de grande sofrimento, desentendimento e guerra no mundo, as pessoas com deficiência que precisam de maior atenção e cuidado, sendo frequentemente esquecidas em situações das quais não se conseguem defender ou afastar”, acrescenta ainda a mensagem.

CCCDV Cartaz E eu digo sim

A Comunidade Católica com Deficiência Visual vai realizar no domingo, pelas 21 horas,  um momento de oração online.

Para assinalar este Dia Internacional, em colaboração com o Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência, a Comunidade Católica com Deficiência Visual vai realizar no domingo, pelas 21 horas,  um momento de oração online.

Subordinado ao mote “E Eu, digo Sim?”, esta atividade tem também como objetivo “ajudar a viver em comunidade o tempo litúrgico do Advento”, que se inicia nesse dia, e é aberta a todos, bastando a quem deseje participar que preencha o formulário online até ao dia 2 de dezembro.

 

Por um mundo que acolha as pessoas refugiadas

Dia Mundial do Refugiado

Por um mundo que acolha as pessoas refugiadas novidade

Dia 20 de Junho é dia de homenagearmos todos aqueles e aquelas que, através do mundo, se veem obrigados e obrigadas a fugirem do seu lar, a suspenderem a vida e a interromperem os seus sonhos no lugar que é o seu. Este é o dia de homenagearmos a força e a coragem desses homens e mulheres – tantos jovens e crianças, meu Deus! – que arriscam a vida na procura de um lugar que os acolha.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres

Uma religiosa e duas leigas

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres novidade

Pela quarta vez consecutiva, o papel das mulheres na Igreja voltou a estar no centro dos trabalhos do Papa e do seu Conselho de Cardeais – conhecido como C9 -, que se reuniu no Vaticano nos últimos dois dias, 17 e 18 de junho. Tratou-se de uma reflexão não apenas sobre as mulheres, mas com as mulheres, dado que – tal como nas reuniões anteriores – estiveram presentes três elementos femininos naquele que habitualmente era um encontro reservado aos prelados.

Liga Operária Católica apela aos trabalhadores que se sindicalizem

Reunida em Seminário Internacional

Liga Operária Católica apela aos trabalhadores que se sindicalizem novidade

“Precisamos que os sindicatos sejam mais fortes e tenham mais força nas negociações e apelamos a todos os os trabalhadores a unirem-se em volta das suas associações”. A afirmação é dos representantes da Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos (LOC/MTC), que estiveram reunidos no passado fim de semana no Museu da Central do Caldeirão, em Santarém, para o seu Seminário Internacional.

Escravatura e racismo: faces da mesma moeda

Escravatura e racismo: faces da mesma moeda novidade

Nos últimos tempos muito se tem falado e escrito sobre escravatura e racismo no nosso país. Temas que nos tocam e que fazem parte da nossa história os quais não podemos esconder. Não assumir esta dupla realidade, é esconder partes importantes da nossa identidade. Sim, praticámos a escravatura ao longo de muitos séculos, e continuamos a fechar os olhos a situações de exploração de pessoas imigradas, a lembrar tempos de servidão.[Texto de Florentino Beirão]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This