Hino da JMJ Lisboa 2023 em língua gestual portuguesa

| 3 Mar 2021

Há pressa no ar, o hino da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, tem agora uma versão em língua gestual portuguesa, interpretada por Bruna Saraiva, escuteira do Agrupamento 714 (Albufeira) do Corpo Nacional de Escutas.

O vídeo técnico, da autoria do projecto “Mãos que Cantam” e coordenado por Sérgio Peixoto, director artístico do mesmo coro, destina-se a surdos e ouvintes que queiram aprender os gestos nesta língua, explica a organização da JMJ.

O projecto “Mãos que Cantam” começou em 2010 e criou um coro de surdos com alunos da licenciatura e mestrado em língua gestual portuguesa do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica, que começou por actuar em conjunto com o Coro da Universidade. Com o objectivo de mostrar que as pessoas menos capacitadas auditivamente podem fazer parte de um coro, a iniciativa acabou por se tornar pioneira, a nível mundial, da integração de ouvintes e não ouvintes num mesmo coro.

O hino oficial da JMJ foi divulgado a 27 de Janeiro e é inspirado no tema da jornada de Lisboa (“Maria levantou-se e partiu apressadamente”). A letra é do padre João Paulo Vaz, e a música do compositor e professor Pedro Ferreira, professor e músico, ambos da diocese de Coimbra.

O vídeo em língua gestual portuguesa pode ser visto a seguir:

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

À espera

[Os dias da semana]

À espera novidade

Quase todos se apresentam voltados para o sítio onde estão Maria e José, que têm, mais por perto, a companhia de um burro e de uma vaca. Todos esperam. Ao centro, a manjedoura em que, em breve, será colocado o recém-nascido. É tempo agora de preparar a sua chegada, esse imenso acontecimento, afinal de todas as horas.

Bispo Carlos Azevedo passa da Cultura para as Ciências Históricas

Novo cargo no Vaticano

Bispo Carlos Azevedo passa da Cultura para as Ciências Históricas novidade

O bispo português Carlos Azevedo foi nomeado neste sábado para o lugar de delegado (“número dois”) do Comité Pontifício para as Ciências Históricas, deixando o cargo equivalente que desempenhava no Dicastério para a Cultura e a Educação, da Santa Sé, que há poucas semanas passou a ser dirigido pelo também português cardeal José Tolentino Mendonça.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This