Igreja Católica

Religiões de regresso aos lugares de culto, patriarca pede mudança na relação com natureza e entre a humanidade

Neste fim-de-semana de 30 e 31 de Maio, os locais de culto religioso voltaram a abrir para celebrações comunitárias e públicas. Líderes cristãos, muçulmanos e hindus coincidem em alguns diagnósticos: há ou haverá mudanças na relação dos crentes com o espaço religioso, terá de haver maior preocupação com os que estão a sofrer os efeitos laterais da pandemia, as pessoas valorizam mais a importância da comunidade e reconhecem o valor da natureza.

Igreja Católica contesta alteração da lei de biotecnologia na Noruega

Um comité de especialistas da diocese de Oslo acusa a alteração à lei da biotecnologia, aprovada na semana passada pelo parlamento norueguês de “abolir os direitos das crianças” e “abrir caminho à eugenia”, dando a possibilidade de, mediante testes pré-natais precoces, fazer abortos nos casos em que o feto apresente patologias ou seja de um sexo diferente do desejado pelos futuros pais.

Enzo Bianchi, um verdadeiro cristão (Opinião)

Quem conhece o Enzo Bianchi, quem já se refletiu naqueles olhos terríveis de fogo, como são os olhos de um homem “que viu Deus”, sabe do seu caráter enérgico, por vezes tempestuoso, firme, de quem não tem tempo a perder e que por isso urge falar sempre com parresía, isto é, com franqueza, com verdade. Enzo habitou-nos a isso, habituou os monges e as monjas de Bose a isso. O exercício da autoridade, a gestão do governo e o clima fraterno da Comunidade sempre tiveram a sua marca, esta marca.

Vem Espírito Santo e renova a face da Igreja

Em abril de 2013, nas Jornadas de Teologia da Caridade, subordinadas ao Tema “A força evangelizadora da caridade”, promovidas pela Cáritas Espanhola, em Salamanca, conheci, ao tempo, o arcebispo de Tânger, Santiago Agrelo Martínez. Fiquei fascinado pela profundidade do seu pensamento, pela simplicidade no trato e pela suas coragem e clarividência pastorais.

Cardeal Marto: Governo não impôs nada à Igreja

Não houve qualquer imposição das autoridades à hierarquia católica no sentido de limitar ou adiar as celebrações comunitárias. A afirmação é do cardeal António Marto, bispo de Leiria-Fátima, que admite as “saudades” que tem de celebrar em assembleia, mas recusa a ideia de a liberdade religiosa ter sido posta em causa. O Papa Francisco colocou acima de tudo o imperativo moral de salvar vidas, e a suspensão pública das celebrações deu testemunho de “um acto evangélico de amor ao próximo”, diz, numa entrevista ao PontoSJ, portal dos jesuítas portugueses.

Suécia: Católicos e Luteranos unidos em primeiro retiro ecuménico online

O bispo católico de Estocolmo e a bispa luterana de Uppsala organizaram um retiro espiritual ecuménico onde poderão participar fiéis de ambas as igrejas. O encontro decorrerá online e tem como objetivo que católicos e luteranos “rezem juntos e mergulhem numa dimensão espiritual num momento que é de stress e preocupação”. De acordo com o Vatican News, a iniciativa de Anders Arborelius e Karin Johannesson (referida pelo portal do Vaticano como “episcopisa”) é “inédita”.

Igreja organiza seminários virtuais sobre proteção de menores

“Por uma Igreja mais segura” é o lema de uma série de webinars dedicados à proteção de menores que se inicia esta sexta-feira, 29 de maio, no site da Pontifícia Universidade Gregoriana. Organizados pela Conferência Internacional de Salvaguarda, os encontros virtuais dirigem-se a todos os profissionais da Igreja ou de instituições a ela ligadas e pretendem ser um contributo para o reforço das boas práticas na área da proteção de menores, em todo o mundo.

Este sábado, católicos rezam terço com o Papa para enfrentar a pandemia

O Papa Francisco vai rezar o terço este sábado, 29 de maio, pelas 16h30 (hora de Portugal), a partir da gruta de Lourdes, nos jardins do Vaticano, e a ele estarão unidos santuários marianos de todo o mundo. A oração global, que tem como principal intenção “invocar a intercessão da Virgem para o fim da pandemia”, poderá ser seguida através do Facebook e do Youtube, e contará com comentários em português, anunciou o Vatican News.

Guterres manifesta “profundo reconhecimento” ao Papa Francisco

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, expressou, numa entrevista exclusiva aos meios de comunicação do Vaticano, o seu “profundo reconhecimento ao Papa Francisco” pelo apoio dado ao apelo de cessar-fogo global, mas confessou que, apesar de ter recebido também o apoio de inúmeros governos, instituições, outros líderes religiosos, e até de grupos armados, “a desconfiança continua a ser grande e é difícil traduzir estes compromissos em ações que façam a diferença”.

Teóloga francesa “candidata-se” a arcebispo de Lyon

A teóloga e biblista francesa Anne Soupa anunciou esta semana na sua conta de Twitter que irá “candidatar-se” para suceder ao cardeal Barbarin como arcebispo de Lyon, num gesto inédito e provocatório que pretende reivindicar um papel mais relevante para as mulheres na Igreja Católica.

Papa Francisco afasta fundador da comunidade monástica de Bose

O fundador da Comunidade de Bose, Enzo Bianchi, e outros três membros da mesma comunidade, terão de abandonar o mosteiro, cessando todas as suas funções, segundo estabelece um decreto assinado pelo secretário de estado da Santa Sé, Pietro Parolin, e aprovado pelo Papa Francisco. A decisão foi anunciada pelo Vatican News e surge na sequência de queixas apresentadas por outros elementos da comunidade e de uma visita apostólica.

Conferências de Maio virtuais do CRC: a tragédia descarnada e a igreja vazia, visível na rua

A pandemia obrigou a Igreja e os crentes a sair à rua, através dos centros sociais e outras instituições, deixando vazios os lugares de culto, mas assumindo a sua missão. A ideia é defendida por frei Fabrizio Bordin, franciscano, num de dois debates gravados em vídeo que este ano substituem as tradicionais Conferências de Maio do Centro de Reflexão Cristã (CRC), de Lisboa.

“O adeus dos monges da Cartuxa” recebe Prémio de Jornalismo Dom Manuel Falcão

“Nas mãos, colocam-lhe um terço. Sob o corpo, uma tábua. Desce à terra e nesta é posta uma cruz de ferro, sem identificação. No claustro do Mosteiro de Scala Coeli, às portas de Évora, o ritual repetiu-se 120 vezes entre os séculos XVII a XIX; houve seis defuntos no século XX e duas cruzes foram acrescentadas nesta era. As últimas.” É desta forma que começa a reportagem “Cartuxa: o adeus dos peregrinos do silêncio, que venceu o Prémio de Jornalismo Dom Manuel Falcão.

Semana “Laudato Si'” (8): Opor ecologia e economia está totalmente ultrapassado

Colocar hoje, em oposição, ecologia e economia está totalmente ultrapassado, considera a ministra francesa da Transição Ecológica, Élisabeth Borne, a propósito dos efeitos sociais, económicos e ambientais da pandemia de covid-19. Numa entrevista ao jornal La Croix, a ministra diz que, ao contrário do que sucedeu com a crise económico-financeira de 2008, há tecnologias verdes mais maduras para que possam ser apoiadas pelos estados.

Rádios católicas assumem papel “absolutamente essencial” em África

Não têm televisão, nem acesso a jornais ou revistas, e muito menos Internet, até porque muitas vezes também não têm luz: há uma parte substancial da população africana para quem o único meio de comunicação social disponível é a rádio. É através das estações de rádio, na sua maioria apoiadas por instituições católicas, que mensagens de prevenção, aulas, missas, catequeses ou peças de teatro chegam a inúmeras comunidades rurais. E se o papel das rádios locais em África já era determinante antes da pandemia de covid-19, agora tornou-se “absolutamente essencial”.

Papa Francisco: as “histórias boas” dão-nos “força para prosseguirmos juntos”

“Para não nos perdermos, penso que precisamos de respirar a verdade das histórias boas: histórias que edifiquem, e não as que destruam; histórias que ajudem a reencontrar as raízes e a força para prosseguirmos juntos”. Começa assim a mensagem do Papa para o  Dia Mundial das Comunicações Sociais, que a Igreja Católica assinala a 24 de maio, mas que Francisco publicou a 24 de janeiro, dia da memória de São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas, e em que parecia já adivinhar a importância que as “histórias boas” teriam nos meses seguintes.

Suíça: Mulher leiga nomeada como delegada episcopal

A diocese de Lausana-Genebra-Friburgo, na Suíça, terá uma mulher leiga como delegada episcopal, um cargo que, na Igreja Católica, tem sido quase exclusivamente ocupado por padres. Marianne Pohl-Henzen foi nomeada pelo bispo Charles Morerod e assumirá funções em agosto, ficando responsável por gerir diversas entidades eclesiais e respetivos recursos humanos na parte alemã de Friburgo (uma das cinco vigararias daquela diocese).

Adolfo Nicolás (1936-2020): O imitador de Charlot que chegou a geral dos jesuítas

Quando foi escolhido para responsável dos jesuítas no Japão, o padre Adolfo Nicolás decidiu ir viver num bairro pobre. Nas Filipinas fez o mesmo. Os que o conheciam dizem que era um excelente conversador e grande imitador de Chaplin. Espanhol, esteve quatro décadas no Japão até ser escolhido, em 2008, como o 30º geral dos jesuítas. O padre Arturo Sosa, que lhe sucedeu no cargo, recorda-o como um “homem sábio, humilde e livre, dedicado ao serviço total e generoso”.

Semana Laudato Si’ (5) – Um manual de sobrevivência, um grito silencioso e um exercício para a reconstrução

Se as questões ecológicas a todos dizem respeito – das instâncias políticas ao cidadão comum – os cristãos, precisamente porque vinculados no modelo de serviço d’Aquele que os congrega, devem assumir as exigências que decorrem da actual fragilidade do planeta como incumbência da sua missão no mundo: um mandato de cuidado pelos bens e pelos outros em vista à promoção do desenvolvimento sustentável, do bem comum e da qualidade de vida de todos.

Bispo indiano renuncia ao cargo para se tornar eremita

Pela primeira vez na história da Igreja Católica da Índia, um bispo irá renunciar à sua posição e optar por uma vida contemplativa, semelhante à levada pelos eremitas no antigo Egito. Jacob Muricken, bispo auxiliar da diocese de Pala, já endereçou uma carta ao Vaticano a pedir permissão para resignar ao seu cargo a partir de 2023 e está a aguardar aprovação.

Diocese de Braga recebeu duas denúncias de abusos sexuais de menores e bispos polacos pedem ao Vaticano que investigue acusações

A Comissão de Proteção de Crianças, Jovens e Pessoas Vulneráveis da Arquidiocese de Braga revelou esta terça-feira ter recebido, desde a sua criação em outubro do ano passado, duas queixas de abusos sexuais de menores praticados por padres daquela diocese. Ambos os crimes terão sido cometidos há mais de 30 anos, encontrando-se por isso prescritos e não tendo sido denunciados às autoridades. A revelação surgiu na sequência de uma investigação do Jornal de Notícias, que apurou que, entre as 20 dioceses portuguesas, seis ainda não criaram esta comissão, apesar das orientações do Papa e da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) nesse sentido.

Igreja faz apelo urgente para evitar tragédia na Amazónia

A Rede Eclesial Pan-Amazónica (Repam) apelou esta segunda-feira a uma ação mundial concertada e urgente “a fim de evitar uma grande tragédia humanitária e ambiental” na Amazónia. Num comunicado assinado pelo cardeal brasileiro Cláudio Hummes e divulgado através do site da organização,  todos são convocados a unir esforços em defesa daquela região, cada vez mais afetada, não só pela pandemia de covid-19, mas também pelo “aumento descontrolado da violência” e pela “devastação do território”.

Aldo Moro, o Professor

Quarenta e dois anos depois do assassinato de Aldo Moro, a RTP2 exibiu o filme-documentário Aldo Moro, o Professor, que pode ainda ser visto na RTP Play, proporcionando assim uma boa oportunidade para conhecer um dos mais prestigiados políticos italianos e europeus do século XX. Baseado num livro homónimo da autoria do jornalista Giorgio Balzoni, aluno de Moro, o filme-documentário, que tem a realização de Francesco Miccichè, reconstitui os derradeiros dias de vida de um professor afectuoso e estimulante e de um político tolerante e livre.

Presentes para Karol Wojtyla-João Paulo II no centenário do seu nascimento

Era para ser um aniversário com pompa e circunstância. Leia-se: com inúmeras peregrinações e missas em catedrais cheias de fiéis. A pandemia veio alterar os planos para celebrar o centenário do nascimento de Karol Wojtyla, que viria a ser o Papa João Paulo II, nascido faz precisamente 100 anos nesta segunda-feira, 18 de Maio, conforme se evoca no perfil biográfico publicado no 7MARGENS.

João Paulo II nasceu há 100 anos: o Papa dos paradoxos

Sensível e duro, polaco e homem universal, actor e homem de convicções. Uma voz forte, ordem e disciplina à medida, a ruptura do protocolo e as saídas do Vaticano, grandes capacidades de comunicador, viajante aclamado, “superstar” na capa da Time. Na noite em que foi eleito, João Paulo II chegou à varanda de São Pedro e, em vez de colocar as mãos no peito como os antecessores, colocou-as sobre o balcão. Um gesto premonitório, que vale “por uma vida”. Aqui se traça o perfil biográfico de Karol Wojtyla, nascido a 18 de Maio de 1920 – faz agora 100 anos – e que, em 1978, seria eleito como Papa, adoptando o nome de João Paulo II.

António Marto: comunhão sacramental estava “banalizada”

O bispo de Leiria-Fátima considera que suspensão das missas com a presença de fiéis permitiu à Igreja redescobrir a “dimensão espiritual profunda” do sacramento da comunhão. Numa entrevista conjunta à Rádio Renascença e Agência Ecclesia, António Marto assumiu que esta é uma das lições que a Igreja deve aprender com a pandemia.

Cardeal Marto alerta em Fátima contra “pandemia mais dolorosa da extensão da pobreza”

A pandemia que o mundo está a atravessar, “com a longa interrupção da vida normal, traz terríveis consequências económicas, sociais e laborais”, está já “a gerar uma outra pandemia mais dolorosa, a da extensão da pobreza, da fome e da exclusão social, agravada pela cultura da indiferença e do individualismo”, afirmou na manhã deste dia 13 de Maio, em Fátima, o cardeal António Marto.

Missa diária do Papa deixa de ser transmitida a 19 de maio

A eucaristia que o Papa Francisco irá celebrar na próxima segunda-feira será a última de uma série que, ao longo de mais de dois meses, chegou à casa de milhões de pessoas em todo o mundo, todos as manhãs. Com o retomar das missas abertas à presença de fiéis em Itália, Francisco decidiu interromper a transmissão ao vivo da eucaristia que celebra diariamente na Casa de Santa Marta, anunciou esta terça-feira o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni.

Reforma conciliar da Igreja, só a partir do injustiçado

Quando a carta de Tomás Halík (O sinal das igrejas vazias – Para um Cristianismo que volta a partir) começa por perguntar “Que tipo de desafio representa esta ‘situação de templos esvaziados’ para o cristianismo, para a Igreja e para a teologia?”, somos levados a crer que nos irá oferecer uma análise histórico-teológica movida por um “sentimento muito vivo e impaciente de mudanças” (Y. Congar, 1969). Porém, ela restringe-se ao intra-eclesial: nela não ressoa a interpelação da cultura moderna à Igreja.

“Zaragatoa – Uma Igreja para além da pandemia”

O que tem uma zaragatoa a ver com a Igreja Católica? Se aquela é um instrumento essencial para fazer o teste e diagnosticar a covid-19, o objecto médico pode servir também como imagem para “saber como está a Igreja”: positiva ou negativa? Infectada ou assintomática? E a dar falso negativo ou falso positivo?

Dia da Europa: um requiem, dois poemas e “Os Lusíadas” lidos por europeus

Os Trabalhadores Cristãos querem que os governos europeus acompanhem a solidariedade dos profissionais, a presidente da Comissão diz que os sonhos fundadores são mais válidos que nunca e Os Lusíadas podem ser lidos em 17 línguas diferentes como manifestação de diversidade. E ainda há um poema como bónus. O Dia da Europa assinala-se neste 9 de Maio.

As 79 regras de limpeza e distância para voltar a haver missa (e outra ministra a contrariar os bispos)

Máscara obrigatória, higienização, distância entre as pessoas, substituição de gestos que poderiam provocar contágio. Os bispos publicaram as orientações para o regresso das celebrações comunitárias. Dizem que as romarias continuam suspensas até nova decisão, mas a ministra da Cultura afirmou que pode haver algumas a realizar-se. No Funchal, as missas voltam já neste sábado, 9, decidiu o bispo.

Jesuítas europeus pedem mais solidariedade intra-europeia, com o sul do mundo e os migrantes e refugiados

Vinte e um responsáveis, representando quatro mil jesuítas europeus (e do Médio Oriente) enviaram, nesta sexta-feira, 8 de Maio, uma mensagem às instituições da União Europeia (UE) apelando a que seja promovida uma “verdadeira solidariedade ética e social” na sequência do surto do coronavírus. A Europa tem de ser solidária não só entre si mas também com o sul do mundo e com os refugiados e migrantes que procuram o seu território, escrevem.

Bispos pedem a cientistas para não fazerem dos quenianos “cobaias”

O Quénia foi o país escolhido para desenvolver diversos ensaios clínicos no âmbito de uma investigação da Organização Mundial de Saúde com o objetivo de encontrar a cura para a covid-19. Os bispos católicos do país mostraram-se apreensivos e pediram aos cientistas que sigam rigorosamente os procedimentos de segurança, para garantir que as pessoas não sejam transformadas em “cobaias”.

Vaticano condena “invisibilidade” de 50 milhões de deslocados internos

A pandemia de covid-19 veio agravar a situação dos deslocados internos, remetendo-os a uma situação de “invisibilidade”, somando-se aos problemas já existentes, considera o cardeal Michael Czerny, responsável da secção Migrantes e Refugiados do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, da Santa Sé.

Papa Francisco ajuda grupo de prostitutas e transexuais

O Papa Francisco enviou dinheiro a um grupo de prostitutas e transexuais que lhe escreveram, pedindo ajuda. O grupo, composto por cerca de 20 mulheres maioritariamente oriundas da América Latina e a viver no litoral de Roma, viu-se sem rendimentos devido à pandemia de covid-19 e começou por recorrer ao pároco local, Andrea Connochia, que não tendo meios suficientes para ajudar sugeriu que se dirigissem ao Papa. A resposta não se fez esperar.

Restaurante da Fundação Eugénio de Almeida transformado em cozinha social

Uma cozinha social, com capacidade para fornecer gratuitamente 200 refeições por dia, destinadas a pessoas que se encontrem “em situação de vulnerabilidade”, acaba de abrir em pleno centro histórico de Évora. A iniciativa é da Fundação Eugénio de Almeida (FEA) e está a funcionar no seu restaurante, Enoteca Cartuxa, que em circunstâncias normais é frequentado diariamente por dezenas de turistas.

Quase 200 mil pedem ação urgente do governo brasileiro para evitar genocídio de indígenas

Oprah Winfrey, Meryl Streep, Madonna, Naomi Campbell ou Brad Pitt são apenas alguns dos quase 200 mil que já assinaram a petição lançada pelo fotojornalista brasileiro Sebastião Salgado, pedindo ao governo brasileiro que tome “medidas urgentes para proteger os povos indígenas” que vivem na Amazónia da pandemia de covid-19. O arcebispo de Manaus, Leonardo Steiner, alerta: “o vírus já atingiu algumas comunidades indígenas” e descreve uma situação “fora de controle”.

As igrejas vazias podem esconder o vazio de algumas respostas cristãs, diz Tomáš Halík

Os cristãos têm de fazer “uma séria tentativa de mostrar ao mundo um rosto do cristianismo completamente diferente”, se não quiserem que este tempo de igrejas vazias coloque “simbolicamente em evidência o vazio escondido nas igrejas e o seu possível futuro”, escreve o padre e teólogo checo Tomáš Halík, num texto a propósito da pandemia, que as edições Paulinas divulgaram em formato de livro electrónico, que pode ser descarregado gratuitamente.

Sociedade moderna criou “credo anticristão”, acusa Ratzinger em nova biografia

A nova biografia de Joseph Ratzinger, publicada esta segunda-feira, 4 de maio, na Alemanha, revela qual a maior preocupação do papa emérito enquanto estava à frente da Igreja: uma sociedade moderna que criou um “credo anticristão” e que “castiga com a exclusão social quem lhe ofereça resistência”, avança o jornal online Life Site News.

Fátima: reitor pede que ninguém se desloque ao Santuário e propõe “peregrinação pelo coração”

Com “grande tristeza”, mas na certeza de que só assim é possível cumprir as orientações das autoridades de saúde no sentido de um “desconfinamento gradual e faseado”, o Santuário de Fátima mantém a decisão de não acolher peregrinos nas celebrações do 13 de Maio. Em comunicado feito esta segunda-feira, 4 de maio, o reitor Carlos Cabecinhas reforçou o apelo aos peregrinos para não se dirigirem a Fátima, mas antes fazerem “uma peregrinação pelo coração” e acompanharem as celebrações pelos meios de comunicação social.

O “fecho” de uma Casa Geral aberta “urbi et orbi”

Acabou o encontro dos novos Superiores Maiores dos Missionários Espiritanos vindos dos quatro cantos do mundo a Roma para “aprender” algumas ferramentas de liderança e espiritualidade. Partiram na véspera do “fechamento” do espaço aéreo. Caiu-nos em cima o estado de emergência que nos blindou em casa, com o lock down, a 9 de março.

Manuel Vieira Pinto: O assalto à catedral na primeira pessoa

Sucediam-se por aqueles dias do fim da Quaresma de 1974, as manifestações por toda a cidade de Nampula (Moçambique), onde a efígie do bispo Vieira Pinto era o tambor em que todos se fartavam de bater. Tinha chegado aos ouvidos de muitos que o prelado defendia ideias pouco amistosas sobre a independência da então “província ultramarina” do Índico.

Fr. Agostinho da Cruz, professor da liberdade (e o seu último poema, quase “inédito”)

Da leitura dos poemas de Frei Agostinho da Cruz, nascido no dia 3 de Maio de 1540 (faz 480 anos), na vila de Ponte da Barca, nunca saímos de mãos vazias. Ao lê-lo, esquecemos que a sua linguagem tem mais de quatrocentos anos. Trata-se de um poeta cuja actualidade se torna patente a cada hora de convívio. Não se limitou a revestir de beleza artificial os lugares comuns do seu tempo. Confrontamo-nos com um ser que se expôs em cada linha, na sua biografia tumultuosa, cheia de “guerras” e de desilusões.

Manuel Vieira Pinto (1923-2020): Deus não precisa que o defendam, as pessoas sim

Contestou o regime colonial e isso valeu-lhe a expulsão de Moçambique, para onde tinha ido como primeiro bispo católico de Nampula. Voltaria depois da independência, mas nunca deixou sossegado o novo poder, que também acusou de não respeitar os direitos humanos e a o qual pediu para negociar com a oposição armada. Começara por se dedicar a defender a renovação da Igreja, pugnando “por um mundo melhor”. Manuel Vieira Pinto morreu nesta quinta-feira, 30 de Abril.

“A Longa Solidão” – Dorothy Day, uma mulher desinquietada por Deus

A autobiografia de Dorothy Day (1897-1980) intitulada A Longa Solidão, vinda a público em 1952, foi traduzida e publicada em Portugal, em 2019, pela editora Lucerna. Finalmente temos a versão portuguesa entre mãos. Os dias de confinamento deram-me tempo e disponibilidade para saborear de um trago a leitura desta autobiografia, o que também me levou a revisitar o livro de Jim Forest Tudo é Graça, traduzido e publicado em 2016 pela Paulinas Editora.

Bispo alemão alerta para regresso do anti-semitismo e para papel da Igreja

Para assinalar o 75º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial, que se comemora no próximo dia 8 de maio, o presidente da Conferência Episcopal Alemã, Georg Bätzing, publicou uma declaração em vídeo, alertando para o facto de o anti-semitismo estar de regresso e sublinhando a importância do papel da Igreja na luta contra o mesmo.

Arcebispo de Nova Iorque “lidera” campanha para a reeleição de Trump

Há quem diga, meio a brincar meio a sério, que o cardeal Timothy Dolan, arcebispo de Nova Iorque, até já apresentou o seu pedido de demissão ao Papa para poder chefiar o comité de reeleição de Donald Trump. O presidente norte-americano aproveitou nos últimos dias diversas oportunidades para recolher o apoio dos líderes religiosos. No caso de Dolan, esse apoio já está mais do que conquistado. O cardeal não tem poupado nas manifestações de apreço a Trump, referindo-se a ele publicamente como um “grande amigo” e afirmando que se sente “honrado por ser o seu batedor”.

Diocese do Porto recorre ao “lay-off”

A diocese do Porto recorreu ao lay-off para colaboradores e elementos do clero, de acordo com uma nota do ecónomo da diocese, padre Samuel Guedes, que lembra que, em virtude da declaração do estado de emergência, “diversas paróquias e outras instituições canónicas ficaram totalmente privadas das suas receitas”.

Diários de quarentena (43): Fechados em casa com uma janela para o mundo

Guardado na gaveta estava um projeto de um novo site para a paróquia da Vera-Cruz, em Aveiro. As limitações de tempo eram sempre a desculpa para que tal acontecesse mas, em tempo de isolamento social e reunidas as vontades entre o pároco e a equipa de comunicação, a ideia foi sendo concretizada com mais vigor, intensidade e assertividade.

Brasil: Diocese de Manaus e ONG pedem ajuda urgente para comunidades indígenas

Falta de pessoal médico, falta de equipamento de proteção e meios para tratamento, cadáveres armazenados em camiões frigoríficos e outros a serem enterrados em valas comuns. Em Manaus, capital do estado do Amazonas (Brasil), a pandemia de covid-19 está a provocar um estado de calamidade nunca antes visto. E a tendência é para piorar, agora que o vírus chegou às comunidades indígenas residentes naquele estado. A arquidiocese, juntamente com diversas ONGs, emitiu um comunicado pedindo ajuda urgente. O Papa Francisco telefonou diretamente ao arcebispo Leonardo Steiner, pedindo informações sobre a situação e deixando uma bênção especial para a região da Amazónia.

Indonésia: católicos e muçulmanos unem-se para ajudar desfavorecidos durante Ramadão

Na Indonésia, cristãos e muçulmanos estão a unir esforços para ajudar os mais pobres durante o mês sagrado do Ramadão, que se iniciou no passado dia 24 de abril. Voluntários da Nahdlatul Ulama (NU), a maior organização islâmica moderada do país, e do instituto católico Daya Dharma, em Jacarta, distribuirão diariamente, até ao dia 25 de maio, cerca de 300 refeições a famílias carenciadas.

Papa Francisco recorda as 400 mil vítimas da malária em cada ano

O Papa Francisco recordou as vítimas da malária, em todo o mundo, associando-se dessa forma ao dia mundial de luta contra a doença, que se assinalou no sábado, 25. “Enquanto estamos a lutar contra a pandemia do coronavírus, devemos também avançar no compromisso para prevenir e tratar a malária, que ameaça milhares de milhões de pessoas em muitos países”.

que a Páscoa seja uma surpresa

breve comentário bíblico e teológico | Domingo III da Páscoa A | transmissão online, Lisboa, 25 de Abril de 2020. António Pedro Monteiro https://open.spotify.com/episode/7akJLwMsRwpUwkqXDT0nYt?si=_QGI0JjdQnyXnlsDoFGZmQ últimos episódios

“Se fosse Papa, revia a ordenação das mulheres”, diz vice-presidente dos bispos alemães

“Se fosse Papa por um dia, o que faria?” A questão foi colocada ao bispo Franz-Josef Bode, vice-presidente da Conferência Episcopal Alemã, durante uma sessão de perguntas e respostas em vídeo que decorreu esta segunda-feira, 21, no perfil de Instagram da sua diocese, Osnabrück. “A primeira coisa que faria seria rever a ordenação das mulheres”, respondeu sem hesitar o bispo alemão.

Estado pede ajuda à Misericórdia do Porto para acolher presos libertados

A revelação é feita à Rádio Renascença pelo provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto. António Tavares diz que os serviços da Misericórdia do Porto “têm sido contactados pela Segurança Social, que tem articulação com a Direção-Geral dos Serviços Prisionais, no sentido de poder apoiar algumas pessoas que, por qualquer razão, não têm condições de habitabilidade ou de regresso à sua habitação”.

Catedral da Cidade do Cabo assaltada e profanada

A informação começou por circular nas redes sociais e foi agora confirmada pelo arcebispo da Cidade do Cabo, Sylvester David: a Catedral de Santa Maria, a mais antiga da África do Sul, foi saqueada na noite de 18 de abril. Os assaltantes levaram dinheiro e diversos...

Adorar a Deus em espírito e verdade

Uma pandemia como a que vivemos actualmente desafia a nossa fé por três razões. Primeiro, toda a confiança que possamos ter em Deus parece não nos livrar do contágio e da possível morte. Depois, obriga-nos a relegar para o plano individual aquilo que normalmente é vivido de forma pública e comunitária. Por fim, afasta-nos (no caso do catolicismo) daquilo que é a principal fonte da graça, o sacramento da eucaristia.

Adiamento da JMJ em Lisboa para 2023 foi tema de conversa entre patriarca e primeiro-ministro

Agosto de 2023 é a nova data para a realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Lisboa, de acordo com a decisão do Papa anunciada hoje pela Sala de Imprensa do Vaticano. O adiamento resulta da pandemia de covid-19 e o tema esteve também na agenda da conversa entre o patriarca e o primeiro-ministro na manhã desta segunda-feira, soube o 7MARGENS junto de uma fonte eclesiástica, horas antes de o Vaticano ter anunciado o adiamento.

Bispos europeus apelam a países da UE para que acolham refugiados

A Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia (COMECE) fez um apelo a todos os estados membros para que “mostrem generosidade”, oferecendo asilo aos refugiados que se encontram nas ilhas gregas, permitindo assim minimizar o risco de infeção por coronavírus nos campos, que se encontram sobrelotados.

Presidente do episcopado católico alemão admite que relação de casais homossexuais pode ser “abençoada por Deus”

“Se um casal homossexual vive em fidelidade, não poderemos dizer que a relação deles é abençoada por Deus?” A pergunta em forma de sugestão é do bispo Georg Bätzing, presidente da Conferência Episcopal Alemã, durante uma entrevista dada esta semana ao Frankfurter Allgemeine Zeitung, um dos principais jornais de referência na Alemanha.

Itália: bispo autoriza equipa de médicos a dar a comunhão a pacientes de covid-19

A iniciativa partiu de uma equipa de seis médicos, no hospital italiano de Prato, na Toscana: no último mês, têm estado completamente focados em cuidar da saúde física dos doentes infetados com covid-19, mas queriam poder contribuir para cuidar também da sua “saúde espiritual”. Assim, através do capelão do hospital, fizeram chegar ao bispo da diocese, Giovanni Nerbini, um pedido: o de poderem dar a comunhão aos seus pacientes. A resposta foi positiva e, no dia de Páscoa, pela primeira vez em várias semanas, mais de 100 doentes puderam comungar.

Igreja italiana mobiliza mais de 200 milhões de euros para ajudar afetados pela pandemia

Depois de ter destinado 10 milhões de euros à Cáritas nacional, 500 mil euros ao Banco Alimentar e 6 milhões de euros a hospitais, a Igreja italiana continua a canalizar toda a ajuda possível para a luta contra a pandemia de covid-19, tendo anunciado que irá retirar 200 milhões de euros ao fundo “oito por mil” (constituído por contributos dos cidadãos italianos e cujo principal objetivo era a construção de novas igrejas) para apoiar famílias e instituições que estejam a atravessar dificuldades.

Cardeal Pell admite ter sido vítima de acusação de pedofilia devido ao seu combate à corrupção no Vaticano

Em paz consigo mesmo, com a Igreja, com Deus, assim se revelou o cardeal George Pell na primeira grande entrevista depois de ter saído da prisão, onde esteve detido durante 405 dias por alegados crimes de pedofilia, dos quais acabou por ser absolvido na passada terça-feira. Admitiu a hipótese de as acusações terem surgido para impedir que a sua luta contra a corrupção no Vaticano prosseguisse, mas assegurou que não guarda qualquer ressentimento. Não negou que este foi “um período difícil”, mas disse que o vê agora como “um longo retiro espiritual”.

Padre canadiano voluntaria-se para viver na prisão durante a pandemia

Com a suspensão das visitas aos reclusos no Canadá, o capelão de um dos estabelecimentos prisionais propôs ficar a viver juntamente com os detidos durante o período em que vigorarem as medidas de segurança impostas pela pandemia. O padre preferia ficar na prisão do que deixar os reclusos sem acompanhamento espiritual, no entanto o seu pedido foi recusado pela instituição prisional.

Ajuda à Igreja que Sofre mobiliza 5 milhões de euros para apoiar comunidades cristãs marginalizadas

Os números impressionam. São cerca de 300 milhões os cristãos que vivem em países onde acreditar em Jesus é motivo de perseguição. “Tais países também são frequentemente afetados pela pobreza. Hoje, aos dois primeiros “P”, de perseguição e pobreza, um terceiro foi acrescentado: o “P” da pandemia. Por essa razão, a Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) acaba de alocar 5 milhões de euros para financiamento de emergência às comunidades cristãs mais expostas ao coronavírus”, anunciou o diretor da fundação em Itália, Alessandro Monteduro.

Notre-Dame de Paris: um ano depois do incêndio, investigação e obras paradas

Foi há um ano, mais precisamente no dia 15 de abril de 2019, que o mundo ficou em choque perante as imagens da Catedral de Notre-Dame em chamas. Após meses de investigações, a causa exata do incêndio permanece por descobrir e a pandemia de covid-19 veio dificultar ainda mais uma pesquisa já de si muito complexa. A igreja só deverá reabrir ao público em 2024, mas acolheu a celebração de Sexta-feira Santa.

Coronavírus já matou 108 padres em Itália

Os números são desta segunda-feira, dia 13, e é possível que fiquem desatualizados a qualquer momento: só em Itália, a pandemia de Covid-19 é já responsável pela morte de 108 padres. Desconhece-se o número de falecimentos entre religiosas, mas teme-se que o mesmo seja ainda maior.

A noite da família humana e 7 temas do Papa para o pós-pandemia (análise)

“A noite de um mundo já a braços com desafios epocais e agora oprimido pela pandemia (…) coloca a uma dura prova a nossa grande família humana”, afirmou o Papa na sua alocução da bênção urbi et orbi deste Domingo de Páscoa. Esta frase do Papa, no início da sua intervenção, pode servir de pano de fundo para sete ideias de um guião possível, que já se pode perceber nas principais intervenções de Francisco acerca do momento presente e como propostas para o pós-pandemia.

Uma Via-Sacra com o Papa em silêncio e os presos a falarem

Uma Via-Sacra em que se meditou sobre o sistema prisional, com textos escritos por presos, guardas prisionais, voluntários, magistrados, capelães e pais de vítimas assassinadas; e durante a qual o Papa apenas leu as orações rituais, permanecendo em silêncio. Em pano de fundo, esteve sempre a pandemia de covid-19, referida várias vezes nas orações rituais, numa Praça de São Pedro de novo deserta, tal como aconteceu dia 27 de Março, com a Oração pela Humanidade que o Papa Francisco presidiu no mesmo lugar.

Papa cria nova comissão para debater diaconado feminino

O Papa Francisco cumpriu a promessa feita no Sínodo da Amazónia e criou uma nova comissão para o estudo do diaconado feminino. O grupo será constituído por doze elementos, cinco dos quais mulheres, e terá como presidente o cardeal Giuseppe Petrochi, arcebispo de Áquila (Itália), anunciou esta quarta-feira, dia 7, o Vaticano.

Sudário de Turim será exposto em transmissão ao vivo para todo o mundo

Foram muitas as solicitações que chegaram à catedral de Turim, em Itália, onde se encontra guardado o Sudário: perante a pandemia de covid-19, milhares de fiéis queriam venerar o pano que, de acordo com a Igreja Católica, terá coberto o corpo de Jesus Cristo após a sua morte na cruz. Este sábado santo, véspera de Páscoa, isso será possível, através de uma transmissão online, em direto para todo o mundo.

Cardeal Hummes anuncia criação do Organismo Episcopal Panamazónico

Está já em marcha o processo de criação do Organismo Episcopal Panamazónico (OEP), proposto durante o Sínodo para a Região Panamazónica, que se realizou em outubro do ano passado, em Roma. O anúncio foi feito pelo Cardeal Claudio Hummes, presidente da Rede Eclesial Panamazónica, numa carta enviada a todas as entidades envolvidas no processo no passado dia 1 de abril.

Papa Francisco em entrevista: “Esta é uma oportunidade de conversão a uma economia mais humana”

De quarentena na Casa de Santa Marta, o Papa Francisco prossegue os seus esforços para se fazer cada vez mais próximo do mundo inteiro: acedeu ao pedido do escritor e jornalista britânico Austen Ivereigh e deu a sua primeira grande entrevista sobre a crise provocada pela pandemia de coronavírus. Publicada esta terça-feira, dia 8, nos jornais The Tablet (no Reino Unido), Commonweal (nos EUA) e ABC (em Espanha), a entrevista revela um Papa cheio de preocupações, mas esperançoso por ver “sinais iniciais de uma conversão a uma economia menos líquida, mais humana”.

Franciscanos cedem casa para vítimas de violência doméstica durante a pandemia

Foi há pouco mais de uma semana que a Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade (SECI) e a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) lançaram o apelo a algumas instituições católicas: precisavam rapidamente de um espaço onde pudesse ser montado um centro temporário de acolhimento de emergência para mulheres vítimas de violência doméstica, dados os receios de que este tipo de crime aumente no contexto da pandemia de covid-19. A resposta não se fez esperar da parte da Ordem dos Frades Menores (Franciscanos) de Portugal. Disseram de imediato que sim e em poucos dias preparam e disponibilizaram uma das suas casas para o efeito. O centro abriu esta segunda-feira, dia 6, e permanecerá aberto enquanto durar a pandemia.

Fátima: peregrinação de maio será vivida com santuário “vazio, mas não deserto”

Pela primeira vez na história do Santuário de Fátima, o dia 13 de maio, em que se assinala o aniversário da primeira aparição de Nossa Senhora aos pastorinhos, será vivido com o recinto “vazio”. Numa emocionada mensagem de vídeo, o bispo da diocese de Leiria-Fátima, D. António Marto, anunciou esta segunda-feira, 6 de abril, que a peregrinação internacional aniversária será celebrada “sem a presença física de peregrinos”, devido à pandemia de covid-19, mas convidou todos a peregrinarem “com a mente e o coração”.

Deus sem máscaras

Assisti à cerimónia da consagração ao coração de Jesus e ao coração de Maria, proposta pelos bispos de Portugal, Espanha e outros países. Um ponto de partida para reflectir sobre oração e rito.

Vaticano oferece livro digital com reflexões e orações do Papa para o tempo de pandemia

Está disponível à distância de um clique, por enquanto apenas na língua italiana, e é uma compilação de orações, ritos, bênçãos da Igreja e palavras do Papa Francisco, com o objetivo de ajudar a “avistar e experimentar na dor, no sofrimento, na solidão e no medo a proximidade e a ternura de Deus”. Este livro digital, intitulado “Fortes na tribulação: a comunhão da Igreja sustento no tempo da prova” foi organizado pelo Dicastério para a Comunicação e está em constante atualização.

Doentes de covid-19 mantêm “direito e acesso à assistência espiritual e religiosa” nos hospitais

A Coordenação Nacional das Capelanias Hospitalares emitiu um comunicado esta quarta-feira, dia 1, para esclarecer que “os capelães não estão impedidos de prestar assistência espiritual e religiosa”. Têm, isso sim, de cumprir “medidas de contingência existentes nos hospitais”, como todos os profissionais, por forma a minimizar os “riscos de contágio, quer dos capelães quer dos próprios doentes e dos profissionais”, sublinha o documento.

Henri Tincq (1945-2020): referência da informação religiosa francesa e europeia

Jornalista do La Croix e, depois, de Le Monde, Henri Tincq morreu domingo passado, 29 de Março, vítima do novo coronavírus. Tinha 74 anos e, além de autor de dezena e meia de livros sobre questões religiosas, era uma referência da informação na área quer em França quer na Europa, que o jornal protestante La Réforme definiu como “o mais reputado de França” e pessoa de uma fé profunda e “comprometida”.

Violência doméstica: “outra pandemia” a alastrar silenciosamente

Os telefones da Linha de Apoio à Vítima estão estranhamente silenciosos. Desde que foi decretado o estado de emergência, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) passou a receber “menos de metade das chamadas” que habitualmente recebia com pedidos de ajuda. Serão boas notícias? Daniel Cotrim, psicólogo da APAV, gostaria de acreditar que sim, mas confessa estar mais “assustado” que esperançoso. “Recebermos menos contactos é sinal de uma tranquilidade aparente”, afirma, temendo que, a par da pandemia de covid-19, também a “pandemia da violência doméstica” esteja a alastrar. E mais rapidamente do que antes, mas agora em silêncio.

Diários de quarentena (15): Uma pandemia, um desafio à solidariedade

Parecemos regressados a outros tempos, os das pestes medievais ou das epidemias de há cem anos. Este facto faz-nos refletir na ilusão a que nos conduz o excesso de confiança nas capacidades humanas e na ciência. O ser humano continua a ser vulnerável diante da doença e da morte e deve reconhecer humildemente essa sua vulnerabilidade.

Cardeal Tagle propõe eliminar a dívida dos países pobres

O cardeal filipino Luis Antonio Tagle, prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, propôs a criação de um Jubileu especial em que os países ricos perdoem a dívida dos países pobres aos quais concederam empréstimos, de forma a que estes tenham condições para combater a pandemia de covid-19.

Peter Stilwell deixa reitoria da única universidade católica da R.P. China

O padre português Peter Stilwell será substituído pelo diácono Stephen Morgan, do País de Gales, no cargo de reitor da Universidade de São José, em Macau.  A mudança, que já estava a ser equacionada há algum tempo, está prevista para julho, depois de um mandato de oito anos naquela que é a única universidade católica em toda a República Popular da China.

Apesar de tudo, a liberdade

Sinto a doença à minha volta e à volta dos meus. E, nesta reclusão involuntária, lembro-me de Trujillo e de suas altas torres. Não de todas, mas de uma que, na sua delgada altivez, se assumiu como mirante.

Uma experiência de sinodalidade – a Igreja Católica no Terceiro Milénio

Há dias, chamou-me à atenção, no 7MARGENS, um artigo intitulado Um sínodo sobre a sinodalidade para dar eficácia à ideia de participação. Li o artigo com entusiasmo, sobretudo, porque revivi a minha experiência de paroquiana numa igreja da cidade de Lisboa. Foram tempos de Alegria e Graça, os anos de 2000 a 2019, sob a “batuta” do padre e cónego Carlos Paes.

Igreja Católica no Brasil critica decisões de Bolsonaro e diz que “sensato” é ficar em casa

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro incluiu as atividades religiosas na lista das atividades consideradas essenciais e autorizadas a funcionar no país durante o estado de emergência provocado pela pandemia de covid-19. Mas a Igreja Católica reagiu contra o decreto publicado quarta-feira, 26, reiterando os apelos para que todos permaneçam em casa e mantendo a suspensão das celebrações religiosas com presença de fiéis.

Semana Santa sem povo é para evitar o contágio e não a fé, diz responsável do Vaticano

A Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos publicou um decreto com as normas a seguir nas celebrações da Semana Santa (que se inicia no Domingo de Ramos e termina no Domingo de Páscoa), dirigido aos países afetados pela pandemia de covid-19 onde estão em vigor medidas de isolamento social. Os bispos e sacerdotes deverão celebrar os ritos sem a participação dos fiéis, evitar as concelebrações, e omitir alguns momentos específicos, nomeadamente o abraço da paz e a procissão do Domingo de Ramos.

Oração do Papa pela Humanidade: “Estamos todos no mesmo barco. É o tempo de reajustar a vida. Só o conseguiremos juntos.”

Sentimo-nos paralisados e perdidos, mas ninguém se salva sozinho, disse Francisco perante uma praça de São Pedro vazia e diante de milhões que o escutavam pela net ou televisões. É tempo de resgatar a vida e valorizar as pessoas comuns que não estão nas passarelas, lembrou, falando de todos os que se têm entregue a consolar e tratar os atingidos pela pandemia. Só juntos sairemos desta e das restantes crises da humanidade, afirmou.

Oração, cidadania e solidariedade contra a pandemia

Esta sexta-feira, às 17h (hora de Lisboa), o Papa volta a estar em oração a partir do adro da basílica de São Pedro, perante uma praça vazia, naquela que será seguramente uma das imagens mediáticas que registarão este período difícil da humanidade.

Covid-19: Deus fugiu? (Opinião)

Sentado no meu quarto, onde se avista a luz do sol a brilhar no verde intenso dos Açores, neste primeiro dia de Primavera, sinto um nó na garganta, um lento murro no estômago, ao aperceber-me, com uma viva sensação de impotência, que não vou poder celebrar a sagrada Eucaristia dominical ao meu Povo.

Comungar na mão e omitir gesto de paz, recomendam os bispos para as missas

O conselho permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) divulgou uma nota em que recomenda “algumas medidas de prudência” nas celebrações e espaços litúrgicos, para prevenir contágios com o novo coronavírus, o Covid-19. Os bispos dão os exemplos de dar a comunhão na mão, omitir o gesto da paz e não usar água nas pias de água benta.

Católicas manifestam-se em Espanha contra discriminação na Igreja

“O nosso objectivo, esta manhã, não é de ruptura nem excludente”, disse uma das intervenientes na manifestação da Revolta das Mulheres na Igreja. A iniciativa juntou algumas centenas de pessoas, sobretudo mulheres, no exterior da catedral de Almudena, em Madrid, neste domingo, 1 de Março, reivindicando mais participação das mulheres no interior da Igreja Católica. “Procuramos, isso sim, uma reforma da Igreja a partir da perspectiva das mulheres”, acrescentou.

O 7MARGENS e os Arautos do Evangelho

O 7MARGENS publicou, ao final do dia de sexta-feira, 28, uma carta do representante legal dos Arautos do Evangelho, que pretende, ao abrigo do Direito de Resposta, contestar os factos trazidos a público na notícia “Papa escreveu aos Arautos para que eles aceitem a investigação do Vaticano às acusações contra a organização”.

Papa evoca “inúmeras vítimas inocentes” de guerras, injustiças, economia e desastres ambientais

Na sua mensagem para a Quaresma, que os cristãos iniciaram nesta Quarta-Feira de Cinzas, 26 de Fevereiro, o Papa Francisco identifica Cristo crucificado com as vítimas: “Colocar o Mistério pascal no centro da vida significa sentir compaixão pelas chagas de Cristo crucificado presentes nas inúmeras vítimas inocentes das guerras, das prepotências contra a vida desde a do nascituro até à do idoso, das variadas formas de violência, dos desastres ambientais, da iníqua distribuição dos bens da terra, do tráfico de seres humanos em todas as suas formas e da sede desenfreada de lucro, que é uma forma de idolatria.”

As revelações sobre os abusos de Jean Vanier: entre a incredulidade e a raiva

A revelação de que Jean Vanier, fundador d’A Arca, teve relações sexualmente abusivas com seis mulheres deixou perplexas milhares de pessoas em todo o mundo. Nada podia ser mais contraditório com a imagem de um homem que promoveu a integração dos mais frágeis. Caiu a “estátua do santo” ou o ícone, dizem alguns. Outros manifestam-se furiosos e há quem, entre sentimentos vários, procure explicações para o incompreensível. Uma síntese do caso e de várias das leituras que, sobre ele, desde sábado se sucedem.

Ilídio Leandro (1950-2020), ex-bispo de Viseu: Proximidade e inspiração

Promoveu um sínodo diocesano, defendeu uma nova atitude da Igreja para com os divorciados que voltaram a casar e em relação ao preservativo para evitar o contágio da sida, quis voltar a ser pároco depois de renunciar ao lugar de bispo com 67 anos, na sequência de um AVC que sofreu em 2010 e o deixou cada vez mais fragilizado. Ilídio Leandro, bispo de Viseu entre 2006 e 2018, que morreu sexta-feira de manhã, foi sepultado neste domingo, 23, depois da missa exequial, celebrada na catedral da cidade.

Envolvimento do chefe nacional no Luanda Leaks causa mal-estar nos Escuteiros

O chefe nacional do escutismo católico, Ivo Faria, tem o seu nome envolvido nos Luanda Leaks. Há quem, por isso, se sinta “incomodado” e defenda que ele não deva tomar posse do segundo mandato no cargo, marcada para sábado. O próprio prefere responder primeiro aos escuteiros, há quem o defenda contra várias das críticas e diga que só o próprio deve decidir o que fazer. Os bispos dizem que só poderão pensar no assunto se alguém se queixar.

Papa não abre mão do celibato obrigatório, mas quer “ampliar horizontes” do catolicismo na Amazónia (análise)

O Papa não ouviu (para já?) os pedidos dos bispos reunidos no sínodo sobre a Amazónia, acerca da ordenação de homens casados, um rito litúrgico próprio e um ministério específico para as mulheres. Na exortação Querida Amazónia, publicada nesta quarta-feira, Francisco não poupa críticas ao sistema económico predador da região e pede que se ampliem horizontes.

Igreja Católica na Austrália também pode debater fim do celibato obrigatório

O arcebispo de Sidney (Austrália), admite que há “problemas semelhantes” entre o seu país e a região da Amazónia. “Muitas pessoas diriam que, depois de mais de 200 anos na Austrália, ainda não temos um presbiterado indígena. De facto, temos apenas um padre indígena na Austrália e é um convertido anglicano. Havia outro, mas deixou o sacerdócio e agora é político e líder importante”, afirma Anthony Fisher, numa entrevista recente ao Crux.

A carta de amor do Papa Francisco para a “querida Amazónia”

Querida Amazónia é o título da exortação apostólica pós-sinodal que o Papa escreveu e que será apresentada na próxima quarta-feira, 12, segundo anúncio do Vaticano na página do Sínodo dos Bispos. O documento recolhe o contributo da assembleia do Sínodo que decorreu em Outubro passado, e cujo tema era “Amazónia, novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”.

Pré-publicação exclusiva 7MARGENS: A “crise duradoura” do sacerdócio, segundo Sarah e Ratzinger

Há uma “crise duradoura que o sacerdócio atravessa desde há vários anos” e por isso Joseph Ratzinger propôs-se “abordar as raízes profundas do problema”. Esta é a justificação para que o agora papa emérito Bento XVI tenha dado início a “um trabalho de reflexão teológica” sobre o tema e que está incluído no novo livro, que será posto à venda em Portugal na quarta-feira.

Sínodo católico alemão: “O momento chegou!”

“O momento chegou! Depois da resolução da Conferência Episcopal Alemã tomada por unanimidade de empreender este caminho sinodal, com o primeiro objectivo de reflectir a temática dos abusos sexuais, ninguém imaginava que os temas se iriam alargar a este ponto. Ninguém previa que o tema teria uma tal ressonância”.  Thomas Sternberg, presidente do “Caminho Sinodal”, na conferência de imprensa realizada a meio da tarde desta quinta-feira, 30 de Janeiro, manifestava deste modo a sua satisfação pelo início deste processo. Com uma celebração da Eucaristia, abria solenemente a primeira assembleia sinodal, a decorrer em Frankfurt, com os 230 participantes, entre os quais 69 bispos alemães (residenciais e auxiliares).

Padre Miguel Almeida é o novo provincial dos Jesuítas

O padre Miguel Almeida, 52 anos, foi nomeado como novo provincial dos jesuítas em Portugal, anunciou a Companhia de Jesus nesta quinta-feira, 30. O novo responsável pelos jesuítas do país tomará posse dia 20 de Junho próximo, substituindo no cargo o padre José Frazão Correia. 

Ministério Público pede oito anos de prisão para ex-padre Preynat por abusos sobre 10 pessoas

Oito anos de prisão foi a pena mínima pedida pelo Ministério Público francês no Tribunal de Lyon, sexta-feira, 17, para o ex-padre Bernard Preynat, que, durante a semana passada, foi julgado por agressões sexuais a menores, cometidas entre 1986 e 1990. As vítimas do então pároco de Sainte-Foy-lès-Lyon foram mais numerosas, mas apenas em relação a dez os crimes não se encontravam ainda prescritos. A sentença será conhecida no dia 16 de Março.

Papa sentirá “muita tristeza” pela manipulação feita de Bento XVI

O jornalista inglês Austen Ivereigh, autor da biografia Francisco, o Grande Reformador (ed. Vogais) considera que o Papa Francisco sentirá “uma grande tristeza” pela forma como o cardeal Robert Sarah terá manipulado Bento XVI na situação que levou à publicação do livro “Do Fundo dos Nossos Corações”.

Igreja e Cúria Romana têm de mudar o foco, diz o Papa, que alerta para o “grito” dos migrantes forçados

Os migrantes forçados representam neste momento um grito no deserto da nossa humanidade, disse o Papa no seu discurso à Cúria Romana, para troca dos votos de boas festas. E a Igreja “está chamada a despertar consciências adormecidas na indiferença perante a realidade do Mar Mediterrâneo que se tornou para muitos, demasiados, um cemitério”.

Organizações católicas decepcionadas com cimeira de Madrid sobre o Clima

“É decepcionante haver ainda uma enorme lacuna entre o que as pessoas exigem nas ruas exigem e a forma como os governos estão a agir”, afirmou Chiara Martinelli, consultora da CIDSE (rede de 17 agências católicas de cooperação e desenvolvimento na Europa e na América do Norte), a propósito dos resultados da cimeira sobre o clima, em Madrid.

“Novos caminhos para a Igreja e para a ecologia integral”

A Amazónia é o lugar a partir do qual os bispos católicos reunidos em sínodo refletiram sobre os novos caminhos para a Igreja e para ecologia integral. Um lugar ultra-periférico de um ponto de vista social e no centro da vida natural terrestre: um terço das florestas nativas do planeta, um terço da biodiversidade, um quinto da água doce não congelada. Um lugar onde, em tempos de globalização acelerada, subsiste uma lacuna antropológica entre a nossa civilização e o modo de vida de muitos dos 385 povos indígenas.

Cardeal Tolentino tomou posse da “sua” igreja romana

Cumpriu-se o ritual neste domingo, 14, às 11 da manhã de Roma (10h em Lisboa): o cardeal José Tolentino Mendonça chegou à porta da Igreja dos Santos Domenico e Sisto, beijou a cruz, foi rezar junto do sacrário e presidiu, de seguida, à eucaristia de tomada de posse da “sua” igreja romana.

Enzo Bianchi, um verdadeiro cristão (Opinião)

Enzo Bianchi, um verdadeiro cristão (Opinião)

Quem conhece o Enzo Bianchi, quem já se refletiu naqueles olhos terríveis de fogo, como são os olhos de um homem “que viu Deus”, sabe do seu caráter enérgico, por vezes tempestuoso, firme, de quem não tem tempo a perder e que por isso urge falar sempre com parresía, isto é, com franqueza, com verdade. Enzo habitou-nos a isso, habituou os monges e as monjas de Bose a isso. O exercício da autoridade, a gestão do governo e o clima fraterno da Comunidade sempre tiveram a sua marca, esta marca.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

Igreja Católica contesta alteração da lei de biotecnologia na Noruega

Um comité de especialistas da diocese de Oslo acusa a alteração à lei da biotecnologia, aprovada na semana passada pelo parlamento norueguês de “abolir os direitos das crianças” e “abrir caminho à eugenia”, dando a possibilidade de, mediante testes pré-natais precoces, fazer abortos nos casos em que o feto apresente patologias ou seja de um sexo diferente do desejado pelos futuros pais.

Vaticano transformado em colónia de férias no mês de julho

A pensar nos funcionários da Santa Sé que têm filhos pequenos, o Papa Francisco decidiu abrir aos portas do Vaticano para receber as crianças durante o mês de julho. A organização da colónia de férias ficou a cargo do Governatorato e será animada pela comunidade de Salesianos do Vaticano.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

“Conhece um judeu”: projeto inovador quer dar “voz e cara” à comunidade judaica na Alemanha

“Conhece um judeu”: projeto inovador quer dar “voz e cara” à comunidade judaica na Alemanha novidade

Pode parecer estranho, mas é verdade: muitas pessoas na Alemanha, em particular as mais jovens, nunca conheceram judeus, a não ser pelos livros de História. Para aumentar a exposição e o contacto com esta comunidade, que atualmente corresponde a menos de 0,2% da população daquele país, o Conselho Central de Judeus lançou o projeto “Conhece um Judeu”, que vai apresentar judeus a não judeus e pô-los a conversar.

É notícia

Entre margens

Um planeta é como um bolo novidade

O planeta Terra tem registado emissões de dióxido de carbono bastante mais reduzidas nestes primeiros meses do ano. Não porque finalmente os decisores e líderes políticos consideraram cumprir o Acordo de Paris, não por terem percebido as consequências trágicas de um consumo insustentável de recursos para onde o modelo económico e de vida humana no planeta nos leva, mas devido à tragédia da pandemia que estamos a viver.

Violência contra as Mulheres: origens novidade

Olhando para os dados neste contexto de pandemia, mais uma vez dei por mim a pensar de onde virá a persistência estrutural do fenómeno da violência doméstica e de género, esta violência que assenta num exercício de poder exacerbado, descontrolado, total, de alguns homens em relação às suas companheiras, em que elas não são mais do que um objeto de posse sobre o qual se pode tudo.

Credo

O Deus em que acredito não é pertença de ninguém, não tem registo, é sem patente. É polifónico, é um entrecruzar de escolhas e de acasos, de verdades lidas nos sinais dos tempos, de vida feita de pedaços partilhados e também de sonhos.

Cultura e artes

Diálogos com Paulo Freire

Trata-se de dois livros inspirados na filosofia de Pauloreire, a quem de há largos anos chamo meu “Mestre”: o primeiro, de Christopher Damien Auretta, Diz-me TU quem EU sou: Diálogo com Paulo Freire. O segundo, do mesmo autor com João Rodrigo Simões: Autobiografia de uma Sala de Aula: Entre Ítaca e Babel com Paulo Freire (Epistolografia).

“Travessia com Primavera”, um exercício criativo diário

O desafio partiu da Casa Velha, associação de Ourém que liga ecologia e espiritualidade: um exercício artístico e criativo diário, a partir da Bíblia. Sandra Bartolomeu, irmã das Servas de Nossa Senhora de Fátima, apaixonada pela pintura, aceitou: “Algo do género, entre a oração e o desenho – rezar desenhando, desenhar rezando ou fazer do desenho fruto maduro da oração – já emergia em mim como um apelo de Deus, convite a fazer do exercício do desenho e da criação plástica meio para contemplar Deus e dar concretude à sua Palavra em mim”, diz a irmã Sandra. O 7MARGENS publica dez aguarelas resultantes desse exercício.

A poesia é a verdade justa

“A coisa mais antiga de que me lembro é dum quarto em frente do mar dentro do qual estava, poisada em cima duma mesa, uma maçã enorme e vermelha”, escreve Sophia de Mello Breyner na sua Arte Poética III. Foi destas palavras que me lembrei ao ver o filme Poesia do sul coreano Lee Chang-dong, de 2010

Hinos e canções ortodoxas e balcânicas para a “Theotokos”

Este duplo disco, Hymns and Songs to the Mother of God reúne, como indicado no título, hinos bizantinos (o primeiro) e canções tradicionais (o segundo), dedicados à Mãe de Deus. O projecto levou três anos a concretizar, entre a recolha, estudo e gravação, como conta a própria Nektaria Karantzi na apresentação.

Sete Partidas

Retrospectiva

Regresso algures a meados de 2019, vivíamos em Copenhaga, e recupero a sensação de missão cumprida, de alguma forma o fechar de um ciclo ao completarmos 10 anos de vida na Dinamarca e nos encontrarmos em modo de balanço das nossas vidas pessoais, profissionais e também da nossa vida interior. Recordo uma conversa com uma querida amiga, onde expressei desta forma o meu sentimento: “a nossa vida aqui é boa, confortável, organizada, segura, previsível, mas não me sinto feliz.”

Visto e Ouvido

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

Parceiros

Fale connosco