Bispo José Ornelas no Vaticano

Abusos: Igreja em Portugal “está a fazer aquilo que toda a sociedade devia fazer”

| 21 Mai 2024

ECCLESIA, Bispo José Ornelas em Roma, primeiro dia visita ad limina, 20maio 2024

É necessário “que toda a sociedade portuguesa se movimente” no sentido de prevenir e combater novos casos de abusos, apelou o bispo José Ornelas, em Roma. Foto © Agência Ecclesia

No que diz respeito aos abusos, a Igreja em Portugal “está a fazer e a tentar fazer aquilo que toda a sociedade devia fazer”: “um esforço para conhecer a realidade, apoiar as vítimas e criar perspetivas para um futuro melhor”. Quem o garante é o presidente da Conferência Episcopal, José Ornelas, que sublinhou isso mesmo nos encontros com “alguns dicastérios” esta terça-feira, 21 de maio, segundo dia da visita ad limina apostolorum dos bispos portugueses ao Vaticano.

O bispo destacou em particular que, na reunião desta terça-feira com o Dicastério para a Doutrina da Fé, o Vaticano “reconheceu a coragem da Conferência Episcopal Portuguesa” no combate aos abusos sexuais de menores na Igreja e na “procura de soluções que vão de acordo com aquilo que a Igreja está a propor para as igrejas dos diferentes países”.

“Estamos a fazer um grande trabalho de prevenção e de formação dos agentes pastorais para que estejam atentos a esta realidade”, destacou. E deixou o alerta: é necessário “que toda a sociedade portuguesa se movimente” no sentido de prevenir e combater novos casos de abusos.

Recordando os seis mil casos registados em Portugal, no ano de 2023, o bispo de Leiria-Fátima pediu que “todos os que têm a responsabilidade a usem, e os meios que têm à disposição, para que isto possa mudar”. “É uma cultura que se tem de mudar nos vizinhos, é uma cultura que se tem de mudar nas instituições, na escola, estar alerta para os sinais que podem denunciar”, assinalou.

 

Comissão de avaliação de compensações financeiras no fim do ano

ECCLESIAPR, Encontro do episcopado português no Dicastério para a Doutrina da Fé

Encontro do episcopado português no Dicastério para a Doutrina da Fé, no segundo dia da visita ad limina. Foto © Agência Ecclesia

Questionado pelos jornalistas portugueses em Roma sobre o aumento do número de pedidos de compensação à Igreja, e o eventual aparecimento de casos falsos – na segunda-feira, dia 20, o grupo Vita anunciou que há 32 pedidos de compensação financeira por parte das vítimas – José Ornelas respondeu que esse aumento não é motivo de preocupação. “Não me preocupa quantos vão ser, interessa é que as pessoas possam encontrar o caminho da justiça e da dignidade que lhes foi retirada”, afirmou.

O bispo de Leiria-Fátima adiantou que a comissão de avaliação que irá definir os valores das compensações a pagar às vítimas de abusos na Igreja Católica só será criada no fim do ano, sendo que as vítimas deverão formalizar os pedidos entre junho e dezembro de 2024.

A comissão será constituída por especialistas nos âmbitos jurídico, psicológico ou psiquiátrico, para melhor lidar com “a diferenciação, a diversidade em casos destes”, procurando “ir ao encontro de cada pessoa, da realidade dramática que viveu e também das perspetivas que têm de como isto pode contribuir para a sua reparação mais profunda”, explicou ainda o presidente da CEP.

A visita ad limina dos bispos de Portugal decorre no Vaticano até sexta-feira, 24 de maio, dia em que serão recebidos pelo Papa Francisco.

 

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Na Casa de Oração Santa Rafaela Maria

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo” novidade

Estamos neste mundo, não há dúvida. Mas como nos relacionamos com ele? E qual o nosso papel nele? “Estou neste mundo como num grande templo”, disse Santa Rafaela Maria, fundadora das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, em 1905. A frase continua a inspirar as religiosas da congregação e, neste ano em que assinalam o centenário da sua morte, “a mensagem não podia ser mais atual”, garante a irmã Irene Guia ao 7MARGENS. Por isso, foi escolhida para servir de mote a uma tarde de reflexão para a qual todos estão convidados. Será este sábado, às 15 horas, na Casa de Oração Santa Rafaela Maria, em Palmela, e as inscrições ainda estão abertas.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja

A um mês da ordenação de dois bispos

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja novidade

O patriarca de Lisboa, Rui Valério, escreveu uma carta a convocar “todos – sacerdotes, diáconos, religiosos, religiosas e fiéis leigos” da diocese para estarem presentes naquele que será o “momento raro da ordenação episcopal de dois presbíteros”. A ordenação dos novos bispos auxiliares de Lisboa, Nuno Isidro e Alexandre Palma, está marcada para o próximo dia 21 de julho, às 16 horas, na Igreja de Santa Maria de Belém (Mosteiro dos Jerónimos).

O exemplo de Maria João Sande Lemos

O exemplo de Maria João Sande Lemos novidade

Se há exemplo de ativismo religioso e cívico enquanto impulso permanente em prol da solidariedade, da dignidade humana e das boas causas é o de Maria João Sande Lemos (1938-2024), que há pouco nos deixou. Conheci-a, por razões familiares, antes de nos encontrarmos no então PPD, sempre com o mesmo espírito de entrega total. [Texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

“Sempre pensei envelhecer como queria viver”

Modos de envelhecer (19)

“Sempre pensei envelhecer como queria viver” novidade

O 7MARGENS iniciou a publicação de depoimentos de idosos recolhidos por José Pires, psicólogo e sócio fundador da Cooperativa de Solidariedade Social “Os Amigos de Sempre”. Publicamos hoje o décimo nono depoimento do total de vinte e cinco. Informamos que tanto o nome das pessoas como as fotografias que os ilustram são da inteira responsabilidade do 7MARGENS.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This