Igreja Evangélica Alemã fretará navio para resgatar refugiados no Mediterrâneo

| 21 Set 19

Nabil Minas, um sírio cristão, beija terra grega e chora de alegria, a 30 de Outubro de 2015. Minas atravessou o Mediterrâneo com o filho, vindos da Turquia, com um grupo de vários outros refugiados. Foto © Paul Jeffrey/WCC-CMI

 

A Igreja Evangélica Alemã irá enviar um navio suplementar para salvar pessoas no Mediterrâneo, no quadro de um vasto projecto social e considerando o “terrível balanço” do salvamento no mar. Com vários grupos de inspiração religiosa e organizações da sociedade civil, a EKD (a sigla da Igreja Evangélica em alemão) irá fundar uma associação para enviar o mais rápido possível o navio para as águas do Mediterrâneo.

O bispo Heinrich Bedford-Strohm, presidente do conselho da EKD, acrescenta que enquanto houver pessoas que procuram protecção a afogar-se no Mediterrâneo e a acção dos governos falhar, a Igreja Evangélica (luterana) fará os possíveis “para apoiar no mar o salvamento de civis”, disse, citado na página de notícias do Conselho Mundial de Igrejas (CMI).

“Continua sem haver uma solução à vista e continua o fracasso da política”, disse ainda Heinrich Bedford-Strohm, ao anunciar a iniciativa tomada na reunião do conselho da EKD do passado dia 6. Além das várias organizações que aderiram à iniciativa, o bispo evangélico disse ainda esperar que também a Igreja Católica apoie a ideia.

Desde o início do ano, morreram já pelo menos 642 pessoas afogadas no Mediterrâneo, como recorda o ReligionDigital citando a Organização Internacional das Migrações.

Barbara Held, directora de operações da organização Sea-Eye, exemplifica: “As libanesas e os libaneses não têm alternativa senão procurar refúgio na outra costa do Mediterrâneo. Estas pessoas encontram-se numa situação extremamente perigosa em barcos sobrecarregados, mas a esperança de sobreviver a esse perigo é maior do que a perspectiva de nunca mais escapar à armadilha dos campos de detenção libaneses.”

Por isso, acrescenta, citada ainda na página noticiosa do CMI, salvar vidas é um dever e isso significa, de acordo com “o direito marítimo em vigor, que as pessoas em necessidade devem ser socorridas”. E essa responsabilidade não incumbe apenas à Itália e a Malta, os dois países mais próximos da Líbia, mas a toda a Europa.

Muitas ONG têm insistido com os governos e a União Europeia no sentido de apoiar a criação de vias legais de acesso a quem procura fugir da guerra e da pobreza, até agora sem sucesso. Pelo contrário: a política europeia continua a criar obstáculos a essas pessoas e nem sequer a recente saída do ministro Matteo Salvini do Governo italiano levou ainda a qualquer mudança de política.

A situação nos campos de detenção, denuncia Christoph Hey, é “medonha”; não há comida, as condições de higiene são deploráveis, as pessoas estão amontoadas num espaço exíguo e por vezes não podem sair durante dias seguintes, diz este antigo responsável de projecto dos Médicos Sem Fronteiras, citado pelo CMI.

As organizações que trabalham neste âmbito querem corredores humanitários seguros, um plano de urgência para os socorridos no mar e a criação de espaços de segurança, bem como a exclusão de qualquer repatriamento para a Líbia.

Artigos relacionados

Apoie o 7 Margens

Breves

Um Manual de Desintoxicação nos dois anos do PontoSJ novidade

Manual de Desintoxicação é o título do livro que a editorial A.O., dos jesuítas, apresenta esta quinta-feira, 27, no centro cultural Brotéria, no Bairro Alto, em Lisboa. Para o efeito, a partir das 19h, haverá uma conversa entre os jornalistas Isabel Lucas e Luís Osório e o professor universitário Viriato Soromenho-Marques.

Situação “catastrófica” no Líbano, sem “ninguém” para ajudar cristãos novidade

Cerca de 40 mil famílias cristãs podem deixar o Líbano, nos próximos tempos, se a grave crise económica persistir no país, agravando duras condições de vida das pessoas. A irmã Maria Lúcia Ferreira, religiosa portuguesa do Mosteiro de São Tiago Mutilado, em Qara (Síria), perto da fronteira com o Líbano, diz que o agravamento da situação neste último país pode afectar ainda mais os cristãos, que “não têm ajuda de ninguém”, enquanto “os xiitas têm a ajuda do Irão e os sunitas têm a ajuda da Arábia Saudita…”

Epidemia de dengue mata crianças na Bolívia novidade

A diocese de Santa Cruz (centro-sul da Bolívia) decidiu apoiar a prevenção da luta contra a epidemia de dengue que atinge várias regiões do país e que, naquela diocese, matou já 20 pessoas, a maior parte das quais eram crianças.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia

Entre margens

Olhar a mulher com Alfredo Cunha novidade

O Tempo das Mulheres, em exposição no Museu de Lisboa (Torreão Poente da Praça do Comércio) até 29 de março, oferece um conjunto de fotografias de mulheres com o comentário de Maria Antónia Palla. A objetiva de Alfredo Cunha percorreu diversas regiões do globo, diferentes épocas e vivências culturais. A exposição divide-se em quatro tempos: infância, juventude, idade adulta, e terceira idade; numa alusão aos tempos que percorrem a vida e se constituem como marcos da sua evolução.

Da eutanásia às Cinzas

Viveremos (os cristãos), nesta quarta-feira, a imposição das Cinzas, lindíssima celebração pela qual muitos cristãos (incluindo eu) têm verdadeira devoção, sejam quais forem as interpretações, significados pessoais (ou teológicos) desse gesto: para mim, é sagrado. Passada a Quarta-Feira de Cinzas iniciaremos a caminhada quaresmal.

Cultura e artes

São Pessoas. Histórias com gente dentro

Há um tanque de lavar roupa. Há uma cozinha. Há o poço e as mãos que lançam um balde. Há uma sombra que foge. Há o poste de eletricidade que ilumina as casas frágeis. Há o quadro pendurado em que um coração pede “Deus te ajude”. Há a campa e a eterna saudade. E há uns tapetes gastos. Em cada uma destas fotos só se adivinham os rostos, os olhos, as rugas, as mãos rugosas, as bocas, as pessoas que habitam estes lugares.

“2 Dedos de Conversa” num blogue para alargar horizontes

Um dia, uma leitora do blogue “2 Dedos de Conversa” escreveu-lhe: “Este blogue é um momento de luz no meu dia”. A partir daí, Helena Araújo, autora daquela página digital, sentiu a responsabilidade de pensar, de manhã, o que poderia “escrever para animar o dia” daquela rapariga. Sente que a escrita do blogue pode ajudar pessoas que não conhece, além de lhe ter alargado os horizontes, no debate com outros pontos de vista.

Um selo em tecido artesanal para homenagear Gandhi e a não-violência

Os Correios de Portugal lançaram uma emissão filatélica que inclui um selo em khadi, o tecido artesanal de fibra natural que o Mahatma Gandhi fiava na sua charkha e que utilizava para as suas vestes. Portugal e a Índia são, até hoje, os únicos países do mundo que utilizaram este material na impressão de selos, afirmam os CTT.

Sete Partidas

Sankt Andreas Kirke, Copenhaga – Uma igreja nómada

Gothersgade 148, 1123 København K, Igreja de Skt. Andreas. Era este o sítio a que nos devíamos dirigir quando nos interessámos por um concerto de música clássica, de entrada gratuita, por altura do Natal de 2009. Estávamos em fase de descoberta daquela que seria a nossa casa por 10 anos – Copenhaga, Dinamarca.

Visto e Ouvido

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

Mar
3
Ter
Seminário “Ecologia e Espiritualidade” @ ISTA - Convento de S. Domingos
Mar 3@18:00_20:15

O seminário consta de oito sessões semanais, de 3 de Março a 28 de Abril e tem preços reduzidos de participação para estudantes e desempregados.

 

Ver todas as datas

Parceiros

Fale connosco