Igreja Ortodoxa Russa: Número de voluntários duplica para responder aos pedidos de ajuda

| 25 Mai 20

Cerca de 7 mil voluntários, 96 linhas telefónicas e mais de 100 projetos sociais: estes são alguns dos números que resumem a ação caritativa da Igreja Ortodoxa Russa nos últimos dois meses, em resposta à pandemia de covid-19. Em algumas das dioceses, o número de voluntários cresceu para mais do dobro, tornando assim possível dar resposta ao número também crescente de pedidos de ajuda naquele que é o terceiro país do mundo com mais casos registados de infeção.

“Estamos a ver cada vez mais pessoas a oferecer-se para o voluntariado, participando em ações de caridade e ajudando os outros. O amor ao próximo aproxima-nos de Cristo. Isso é particularmente importante e valioso neste momento em que a maior parte das pessoas ainda não tem a oportunidade de se dirigir aos locais de culto”, comentou o bispo Panteleimon, presidente do Departamento de Caridade e Serviços Sociais da Igreja Ortodoxa Russa, citado pelo portal de notícias do Vaticano, o Vatican News.

Na sede dos serviços caritativos, em Moscovo, são recebidas semanalmente cerca de 1.500 chamadas e desde o início de maio já se inscreveram para receber ajuda mais 526 pessoas. Também na região de Kalininegrado foi criado um serviço telefónico disponível 24 horas, enquanto milhares de refeições quentes são distribuídas na diocese de Simferopol (República da Crimeia), onde 378 voluntários estão envolvidos no acolhimento de pacientes nos hospitais.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This