Praça de S. Pedro

Incidente com ativista cubano no Vaticano foi “excesso de zelo”

| 25 Out 21

“Excesso de zelo” – assim classificaram fontes do Vaticano à revista Vida Nueva o comportamento de agentes da polícia que tiraram a bandeira de Cuba das mãos de um jovem ativista dos direitos humanos que rezava ajoelhado na praça de S. Pedro, durante o Angelus, no último domingo, 24.

Enquanto o Vaticano permaneceu oficialmente em silêncio perante as acusações de censura que lhe foram feitas, as mesmas fontes da revista recusaram essa leitura e chamaram a atenção para o facto de nunca terem sido permitidas manifestações de cunho político no local. 

De facto, centenas de opositores ao regime cubano manifestaram-se pouco antes nas imediações para denunciar que “mais de 500 dos mil manifestantes presos durante os protestos de 11 de julho passado” em Cuba continuam detidos”. Um número que a Vida Nueva calcula em meia centena pôde entrar na praça de S. Pedro, para rezar, mas sem bandeiras nem cartazes. 

 

Investigação sobre Goa e catolicismo oriental distingue Ângela Xavier na Índia

Infosys premeia historiadora

Investigação sobre Goa e catolicismo oriental distingue Ângela Xavier na Índia novidade

O Prémio Infosys 2021 em Humanidades, da prestigiada fundação indiana Infosys Science Foundation, foi atribuído à historiadora portuguesa Ângela Barreto Xavier “pela sua profunda pesquisa e sofisticada análise da conversão e violência no Império Português na Índia, especialmente em Goa”. O júri destaca a contribuição significativa da galardoada para a “história social e cultural do colonialismo português”, concretizando uma voz “importante e original” no que à história colonial e imperial diz respeito.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Novo arcebispo de Braga quer “portas abertas” para todos novidade

O novo arcebispo de Braga, D. José Cordeiro, saudou a sua nova diocese manifestando a vontade de construir uma “Igreja em saída” missionária e “uma Igreja sinodal samaritana de portas abertas para todos”. O até agora bispo de Bragança-Miranda propõe as atitudes de escuta, conversão, confiança, comunhão, coragem criativa e oração como “caminhos sempre a percorrer no processo sinodal para uma Igreja de hoje”.

Dois terços dos jovens adultos católicos não vão à missa

EUA

Dois terços dos jovens adultos católicos não vão à missa novidade

Mais de um terço (36%) dos jovens adultos católicos americanos nunca frequentava a missa e quase um terço (31%) raramente o fazia, revela um inquérito realizado pelo centro de estudos CARA e divulgado esta quinta-feira, 2 de dezembro. Os dados recolhidos dizem respeito às práticas deste grupo anteriores à pandemia.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This