Dia Mundial dos Avós

Indulgência plenária para quem visitar idosos sozinhos

| 5 Jul 2023

“Não os deixemos sozinhos; é preciosa a sua presença nas famílias e nas comunidades”, escreveu o Papa na mensagem para o Dia Mundial dos Avós e Idosos. Foto © Miguel Veiga.

 

Quem participar nas celebrações litúrgicas do Dia Mundial dos Avós (que se assinala a 23 de julho) e visitar um idoso “necessitado ou em dificuldade” – presencialmente ou por via digital – irá obter indulgência plenária, anunciou o Vaticano esta quarta-feira, 5 de julho, através da publicação de um decreto da Penitenciária Apostólica.

A indulgência é definida no Código de Direito Canónico (cf. cân. 992) e no Catecismo da Igreja Católica (n.º 1471) como “a remissão, perante Deus, da pena temporal devida aos pecados cuja culpa já foi apagada”, que o crente obtém em “certas e determinadas condições pela ação da Igreja”.

Na sua mensagem para o III Dia Mundial dos Avós, o Papa havia já desafiado em particular os participantes da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 a aproximarem-se dos mais velhos: “Antes de sair para a viagem, ide visitar os vossos avós, fazei uma visita a um idoso sozinho. A sua oração proteger-vos-á e levareis no coração a bênção daquele encontro”.

“Não os deixemos sozinhos; é preciosa a sua presença nas famílias e nas comunidades: dá-nos a noção de partilhar a mesma herança e de fazer parte dum povo em que se preservam as raízes”, sublinhou Francisco no seu texto.

O III Dia Mundial dos Avós e Idosos, data instituída pelo próprio Papa Francisco em 2021, celebra-se, anualmente, no quarto domingo de julho, próximo da festa dos Santos Joaquim e Ana, avós de Jesus. O dia será assinalado com uma missa na Basílica de São Pedro (pelas 10h00 locais, menos uma em Lisboa), presidida pelo Papa, e eucaristias nas dioceses de todos os continentes.

O Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida fornece às dioceses uma série de materiais e sugestões pastorais e litúrgicas, disponíveis no seu sítio oficial.

 

Ortodoxos denunciam imoralidade do conluio de Cirilo com Putin e a sua guerra

Carta nos dois anos da guerra na Ucrânia

Ortodoxos denunciam imoralidade do conluio de Cirilo com Putin e a sua guerra novidade

No momento em que passam dois anos sobre a invasão russa e o início da guerra na Ucrânia, quatro académicos do Centro de Estudos Cristãos Ortodoxos da Universidade de Fordham, nos Estados Unidos da América, dirigiram esta semana uma contundente carta aberta aos líderes das igrejas cristãs mundiais, sobre o papel que as confissões religiosas têm tido no conflito.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Sessões gratuitas

Sol sem Fronteiras vai às escolas para ensinar literacia financeira

Estão de regresso as sessões de literacia financeira para crianças e jovens, promovidas pela Sol sem Fronteiras, ONGD ligada aos Missionários Espiritanos, em parceria com o Oney Bank. Destinadas a turmas a partir do 3º ano até ao secundário, as sessões podem ser presencias (em escolas na região da grande Lisboa e Vale do Tejo) e em modo online no resto do país.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This