Joe Biden rompe com antecessores e reconhece assassinato em massa dos arménios como “genocídio”

| 24 Abr 21

Memorial do Genocídio. A cada 24 de Abril milhares de pessoas dirigem-se ali para recordar os arménios mortos pelo Império Otomano. Imagem do filme ArTmenians (Terra Líquida), de Ricardo Espírito Santo e Helena Araújo.

 

O Presidente dos Estados Unidos da América, Joe Biden, reconheceu que o massacre dos arménios pelo Império Otomano em 1915 foi um “genocídio”, noticiou o diário The Washington Post na tarde deste sábado, 24. A Casa Branca, refere o jornal, tinha sempre evitado usar a designação para não prejudicar as relações dos Estados Unidos da América com a Turquia.

Memorial do Genocídio. Imagem de ArTmenians (Terra Líquida), de Ricardo Espírito Santo e Helena Araújo.

 

“O povo americano homenageia todos os arménios que morreram no genocídio que começou faz hoje 106 anos”, disse Joe Biden num comunicado citado pelo Washington Post. O Presidente afirmou que a vontade de “renovar a resolução comum para evitar que atrocidades futuras ocorram em qualquer parte do mundo. E vamos buscar a cura e a reconciliação para todas as pessoas do mundo.”

 

 

Memorial do Genocídio. Imagem do filme ArTmenians (Terra Líquida), de Ricardo Espírito Santo e Helena Araújo.

Criança arménia a mostrar as mãos com feridas cicatrizadas, depois de ter sido crucificada durante o genocídio arménio

O diário lembra que os historiadores, que têm adoptado o termo “genocídio”, estimam em 1,5 milhões o número de arménios mortos durante uma campanha de marchas forçadas e de assassinatos em massa em consequência do receio otomano de que a população arménia cristã alinhasse com a Rússia durante a Primeira Guerra Mundial, apoiando o arqui-inimigo dos turcos otomanos.

O jornal acrescenta que a Turquia reconheceu que muitos arménios foram mortos em combates com as forças otomanas em 1915, mas contesta as contagens mais elevadas de vítimas. O país nega que os eventos tenham sido um genocídio, alegando que houve combates e mortes entre militares de ambos os lados e considerando que aquelas alegações são uma calúnia contra o fundador da nação, Mustafa Kemal Ataturk.

A declaração de Joe Biden surgiu no mesmo dia em que, como tradicionalmente, em Erevan, a capital da Arménia, milhares de arménios, com velas e flores nas mãos, evocaram o aniversário do início dos massacres. Muitos deles, dirigem-se ao Memorial do Genocídio, em Erevan, a capital, onde depositam flores e acendem velas.

Um dos arménios mais famosos, o cantor depois naturalizado francês Charles Aznavour, que lutou para que fosse reconhecida a existência de um genocídio contra o seu povo, evoca esta tragédia na canção Ils sont tombés, gravada na noite de 23 para 24 de Abril de 1975, num estúdio londrino. A seguir pode ver-se uma versão gravada dentro do próprio Memorial do Genocídio:

 

Escutar todos, com horizontes para lá das “fronteiras” da Igreja

Inquérito sobre o Sínodo

Escutar todos, com horizontes para lá das “fronteiras” da Igreja novidade

O Papa observava, no encontro sinodal com a sua diocese de Roma, no último sábado, 18, que escutar não é inquirir nem recolher opiniões. Mas nada impede que se consultem os cristãos sobre as “caraterísticas e âmbito” que “entendem dever ter a escuta que as igrejas diocesanas são chamadas a realizar, desde 17 de outubro próximo até ao fim de março-abril de 2022. Era esse o terceiro ponto da consulta feita pelo 7Margens, cujas respostas damos hoje a conhecer.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Nova estratégia de combate ao antissemitismo será apresentada em outubro

União Europeia

Nova estratégia de combate ao antissemitismo será apresentada em outubro novidade

A União Europeia (UE) deverá divulgar, no próximo mês de outubro, uma “nova estratégia de combate ao antissemitismo e promoção da vida judaica”. A iniciativa surge na sequência da disseminação do racismo antissemita em inúmeros países da Europa, associada a teorias da conspiração que culpabilizam os judeus pela propagação da covid-19, avançou esta quarta-feira, 22, o Jewish News.

Livrai-nos do Astérix, Senhor!

Livrai-nos do Astérix, Senhor! novidade

A malfadada filosofia do politicamente correcto já vai no ponto de apedrejar a cultura e diabolizar a memória. A liberdade do saber e do saber com prazer está cada vez mais ameaçada. Algumas escolas católicas do Canadá retiraram cerca de cinco mil títulos do seu acervo por considerarem que continham matéria ofensiva para com os povos indígenas.

A dança dos bispos continua em Leiria e Braga

João Lavrador deixa Açores para Viana

A dança dos bispos continua em Leiria e Braga novidade

Com a escolha de João Lavrador para a sede vacante de Viana fica agora Angra sem bispo. Mas Braga já está à espera de sucessor há dois anos, enquanto em Leiria se perspectiva a sucessão talvez até final do ano. Há bispos que querem sair de onde estão, outros não querem alguns para determinados sítios. “Com todas estas movimentações, é difícil acreditar que a nomeação de um bispo seja obra do Espírito Santo”, diz um padre.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This