Homenagem às vítimas da pandemia

Jornada Nacional Memória & Esperança 2021 já tem site

| 18 Set 21

velas foto pixabay

“Convocar a comunidade para um espaço amplo onde se possa colocar uma vela acendida por cada pessoa falecida” é uma das ações sugeridas no site da iniciativa, para assinalar esta jornada. Foto © Pixabay.

 

O site oficial da Jornada Nacional Memória & Esperança 2021, iniciativa que visa homenagear as vítimas da pandemia com ações em todo o país entre 22 e 24 de outubro, ficou disponível online esta sexta-feira, 17. Nele, é possível subscrever o manifesto redigido pela comissão promotora da iniciativa e será também neste espaço que irão sendo anunciadas as diferentes iniciativas a nível nacional e local para assinalar a jornada.

A homenagem, à qual o 7MARGENS se associou desde o início, conta com o alto patrocínio do Presidente da República, e começa agora a ganhar forma. Através do site, qualquer pessoa, instituição, grupo ou associação pode registar e divulgar a atividade que está a planear para esta “jornada de memória, luto e afirmação da esperança”, bastando para isso preencher o formulário disponibilizado.

Todas as ações, que poderão “focar mais a Memória dos que partiram ou mais a Esperança num futuro mais justo para todos ou ambos os aspetos”, ficarão depois disponíveis para consulta na área das “Iniciativas”.

No site, encontram-se já algumas sugestões de ações a realizar, nomeadamente por parte de autarquias e outras entidades locais. “Convocar a comunidade para um espaço amplo onde se possa colocar uma vela acendida por cada pessoa falecida” ou criar “um mural onde cada um possa escrever ou colar um papel com o nome de familiares ou amigos que faleceram” são algumas das muitas ideias sugeridas para os municípios ou freguesias.

Tendo as escolas sido “um dos terrenos em maior evidência nesta pandemia” e a experiência de confinamento representado “uma prova especialmente dura” para as crianças, jovens e agentes educativos, a comissão promotora espera que estas possam também ter uma forte participação na jornada, dinamizando “projetos de reflexão e estudo” que poderão materializar-se através de pequenos vídeos e podcasts, performances, entre outros, ou criando, por exemplo, uma “Floresta Memória & Esperança”. “A ideia é plantar árvores autóctones que fiquem a simbolizar as pessoas do agrupamento ou/e da comunidade que morreram direta ou indiretamente por causa da pandemia”, pode ler-se no site.

Ideias não faltam e, para aqueles que as tenham mas não saibam como concretizá-las, a comissão promotora disponibiliza ajuda: basta enviar um e-mail para memo2021es@gmail.com. Espera-se “que em todos os locais existam iniciativas abertas à participação de todos”.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“Caminhada pela Vida” contra regresso do aborto e da eutanásia

Neste sábado, em dez cidades

“Caminhada pela Vida” contra regresso do aborto e da eutanásia novidade

Uma “caminhada pela vida” em dez cidades portuguesas é a proposta da Federação Portuguesa pela Vida e da Plataforma Caminhadas pela Vida para este sábado, 22, à tarde, com o objectivo de contrariar o regresso do debate da eutanásia e os projectos de lei de alargamento de prazos no aborto apresentados entretanto no Parlamento pelas duas deputadas não inscritas.

Sínodo em demanda de mudanças

Sínodo em demanda de mudanças novidade

Falo-vos da reflexão feita pelo Papa Francisco, como bispo de Roma, no início do Sínodo, cuja primeira etapa agora começa, de outubro de 2021 a abril de 2022, respeitando às dioceses individuais. Devemos lembrar que o “tema da sinodalidade não é o capítulo de um tratado de eclesiologia, muito menos uma moda, um slogan ou novo termo a ser usado ou instrumentalizado nos nossos encontros. Não! A sinodalidade exprime a natureza da Igreja, a sua forma, o seu estilo, a sua missão”.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This