Jovens: Sínodo e JMJ

Adiamento da JMJ em Lisboa para 2023 foi tema de conversa entre patriarca e primeiro-ministro

Agosto de 2023 é a nova data para a realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Lisboa, de acordo com a decisão do Papa anunciada hoje pela Sala de Imprensa do Vaticano. O adiamento resulta da pandemia de covid-19 e o tema esteve também na agenda da conversa entre o patriarca e o primeiro-ministro na manhã desta segunda-feira, soube o 7MARGENS junto de uma fonte eclesiástica, horas antes de o Vaticano ter anunciado o adiamento.

Festival de jovens da ACR: “Ser divertidos com a palavra de Deus”

“Há muitos festivais de Verão, havia o Festival Jota [de jovens cristãos], e quisemos fazer um festival diferente, para experimentarmos que podemos ser divertidos com palavra de Deus.” Ana Noro, oficial de justiça, 30 anos, recém-eleita presidente da Acção Católica Rural (ACR), caracteriza deste modo o Festival Jovem que desde sexta, 26 de Julho, está a decorrer em Calvão (Vagos), com a participação de 150 jovens.

Está confirmado: JMJ em Lisboa; falta saber quem será o Papa que vem

Está confirmado: será Lisboa. Na capital portuguesa, está escolhido o local para os actos centrais do acontecimento. Falta saber quem será o Papa que presidirá às Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), que decorrerão em Lisboa, no Verão de 2022. O próprio Francisco já disse várias vezes que o seu pontificado será breve (foi eleito em 2013) e por isso esse será o único factor que agora ficará em dúvida até à realização das JMJ em Portugal.

Movidos pela fé, com Deus eles vão

A Igreja deve perceber porque se afastam os mais novos, diz um jovem seminarista; Deus tem muitos nomes, afirma um muçulmano; é possível evangelizar a fazer truques de ilusionismo, acrescenta um ciclista católico. A terceira e última parte das reportagens “Os jovens e a religião”.

Os jovens e a religião: crentes “à sua maneira”

Têm os jovens de hoje menos interesse na religião? Poucos dias antes da Jornada Mundial da Juventude, que se realiza no Panamá entre 22 e 27 de Janeiro, e depois do Sínodo dos Bispos católicos que, em Outubro, debateu o tema dos jovens e da sua relação com a fé, o 7MARGENS foi tentar perceber o que pensam os jovens portugueses acerca da religião.

O que querem os jovens dos bispos reunidos em Roma

Sentiram-se escutados, mas querem fazer a experiência mais vezes: “Estes processos de auscultação têm de ser mais frequentes”, diz Rui Teixeira, 31 anos, escuteiro. Pensam que há um claro problema na forma de a hierarquia católica lidar e comunicar com os...