Jovens: Sínodo e JMJ

Felizes os meninos de mais de 100 países – incluindo Portugal – que participam na Jornada Mundial das Crianças

Este fim de semana, em Roma

Felizes os meninos de mais de 100 países – incluindo Portugal – que participam na Jornada Mundial das Crianças

Foi há pouco mais de cinco meses que, para surpresa de todos, o Papa anunciou a realização da I Jornada Mundial das Crianças. E talvez nem ele imaginasse que, neste curto espaço de tempo, tantos grupos e famílias conseguissem mobilizar-se para participar na iniciativa, que decorre já este fim de semana de 25 e 26 de maio, em Roma. Entre eles, estão alguns portugueses.

Serve para alguma coisa a ida dos bispos a Roma?

Análise

Serve para alguma coisa a ida dos bispos a Roma?

Nesta segunda-feira, 20 de Maio, os bispos portugueses iniciam a sua visita “ad limina apostolorum”, ao Vaticano. Nas duas visitas anteriores (2007, com Bento XVI e 2015, com Francisco), os bispos ouviram várias chamadas de atenção de ambos os papas. Servirá esta semana para alguma coisa?

Jovens desafiados a viver Pentecostes com catequese, vigília e gesto missionário

No Patriarcado de Lisboa

Jovens desafiados a viver Pentecostes com catequese, vigília e gesto missionário

O Patriarcado de Lisboa está a convidar “todos os jovens e adolescentes” da diocese para que participem na habitual Vigília de Pentecostes, que terá lugar na noite de 18 de maio, sábado, às 21h00, no Parque Urbano de Miraflores, em Algés. Mas o convite não fica por aí: há uma Catequese sobre o Batismo que pode ser feita como preparação, e um Gesto Missionário que deve ser pensado para os dias seguintes.

As mesmas pessoas, cargos e decisões

As mesmas pessoas, cargos e decisões

Depois do abanão que sofreu a Igreja Católica Romana Portuguesa com a pedofilia de alguns padres (presbíteros), depois de um processo sinodal, ainda a decorrer, depois de uma Jornada Mundial da Juventude, realizada no nosso país, previa-se que alguma coisa mudasse nesta igreja. Mas não, as pessoas são as mesmas e mantêm os seus cargos. [Texto de Joaquim Armindo]

Vicentinos procuram “novos métodos para caminhar na caridade”

Primeira Assembleia Missionária

Vicentinos procuram “novos métodos para caminhar na caridade”

O carisma da Família Vicentina não vai mudar – a sua missão passará sempre por fazer da caridade “uma ação diária”, seguindo o exemplo de São Vicente de Paulo -, “mas é preciso percebermos o que é que o Espírito Santo nos está a pedir concretamente hoje… porque a caridade é a mesma, mas as pobrezas não”, diz o padre Pedro Guimarães, provincial dos Padres Vicentinos em Portugal. E é para procurar compreender isso mesmo que terá lugar no próximo sábado, 27 de abril, em Fátima, a Primeira Assembleia Missionária dos Vicentinos em Portugal.

Sínodo é representativo ou participativo?

Sínodo é representativo ou participativo?

Quando Francisco, na Jornada Mundial da Juventude, clamou “todos, todos, todos” – e certamente também queria dizer “tudo, tudo, tudo” –, não estava a confinar o chamado “Sínodo dos Bispos” a uma “representatividade saloia” baseada nas estruturas – algumas não existem! – da Igreja Católica Romana. [A opinião de Joaquim Armindo]

Jovens do secundário invadem Bragança

Dias 12 e 13 de abril

Jovens do secundário invadem Bragança

O Encontro Nacional de Alunos de Educação Moral e Religiosa Católica do Ensino Secundário vai realizar-se pela primeira vez em Bragança, considerado “o cenário perfeito” pelo professor Jorge Novo, da equipa coordenadora do acontecimento promovido pelo Secretariado Nacional da Educação Cristã (SNEC). É o 12º encontro deste tipo, será nos dias 12 e 13 de abril, tem como lema “Ecoar no coração” e conta com uma participação recorde: 2762 alunos e 238 professores.

Centenas de evangélicos esperados em Sintra para “acordar o gigante adormecido”

Fórum anual

Centenas de evangélicos esperados em Sintra para “acordar o gigante adormecido”

Palestras, workshops, concertos, apresentações de livros, expositores de várias organizações, sala de oração, um espaço dedicado especialmente às crianças, cabine de photo booth… tudo isto (e ainda mais!) poderá ser encontrado no Fórum Anual Evangélico, que acontece já este sábado, 6 de abril, nas instalações da Missão Cristã Internacional, em Mem Martins (Sintra). O objetivo desta iniciativa da Aliança Evangélica Portuguesa (AEP) é reunir centenas de cristãos evangélicos de todo o país e ajudá-los a “acordar o gigante adormecido”. Ou seja: “a despertar para a grande missão de anunciar o evangelho, a paz, o amor, a esperança de Jesus ao mundo”.

É difícil explicar o Evangelho aos miúdos? Há uma nova plataforma online – e em português – que dá uma (grande!) ajuda

vejoeacredito.pt

É difícil explicar o Evangelho aos miúdos? Há uma nova plataforma online – e em português – que dá uma (grande!) ajuda

Os pais, avós, catequistas, professores de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC), ou mesmo padres, que nunca tenham sentido dificuldade em explicar um texto dos Evangelhos a uma criança ou jovem… atirem a primeira pedra. Foi por ter percebido que ninguém atiraria pedra nenhuma que Emanuel Soeiro, licenciado em Teologia, apaixonado pelas novas tecnologias e pai de duas meninas com oito e dez anos, criou a Vejo e Acredito: uma plataforma online que todas as semanas propõe um vídeo, jogos e um desafio prático alusivo ao Evangelho de cada domingo… descomplicando-o e fazendo-o presente no dia a dia dos mais novos.

Excesso de ajustes diretos na JMJ, mas metade do investimento fica para o futuro

Auditoria do Tribunal de Contas

Excesso de ajustes diretos na JMJ, mas metade do investimento fica para o futuro

Uma auditoria do Tribunal de Contas concluiu que as Jornadas Mundiais da Juventude que decorreram no ano passado em Lisboa não foram devidamente planeadas, o que levou a que mais de metade dos contratos tivesse sido por ajuste direto. Apesar disso, o relatório, divulgado esta sexta-feira, 22 de março, não aponta quaisquer indícios de infrações financeiras e destaca que metade do investimento vai ter utilizações futuras.

Alcobaça, Mafra e Lisboa convidam jovens para Vigília da Misericórdia

16 de março, 21h30

Alcobaça, Mafra e Lisboa convidam jovens para Vigília da Misericórdia

O Serviço da Juventude do Patriarcado de Lisboa desafia todos os jovens a participar, na próxima sexta-feira, 16 de março, numa de três “vigílias da misericórdia” inspiradas pela vigília da JMJ Lisboa 2023: uma será na Basílica da Estrela, em Lisboa, outra na Basílica do Convento de Mafra e a terceira no Mosteiro de Alcobaça. Todas terão início às 21h30 e a entrada é livre.

Diário de Caminho (5): Fazermo-nos aceitação

Do Minho a Compostela a pé

Diário de Caminho (5): Fazermo-nos aceitação

Acordei ao som de uma forte chuva que agitava as árvores do jardim. Da janela avizinhava-se um dia… desafiante. Não apenas pelos aguaceiros, como também pela chuva de quilómetros que tinha pela frente, já que teria de chegar ao Albergue Murgadan, em Padrón. Avistavam-se cerca de 27 Km. — quinto dia do Diário de Caminho de Cláudio Louro

Missão País: “Lança as redes e encontrarás”

Um testemunho

Missão País: “Lança as redes e encontrarás”

“Este ano, 2024, fiz a Missão País com a Escola de Enfermagem de Lisboa, ESEL, no Algarve. Confesso que disse o meu “sim” um bocado a medo, pois não conhecendo ninguém, nem sequer de vista, e sabendo que iria estar uma semana longe de casa, e a dormir sete dias no chão…” O testemunho de Maria Beja, de 19 anos, estudante do ISPA.

Diário de Caminho (4): Fazermo-nos encontro

Do Minho a Compostela a pé

Diário de Caminho (4): Fazermo-nos encontro

“E eis que o caminho de desbrava por entre partilhas, conversas e mútuas descobertas. O tempo passou a correr! Quando demos por isso, eu, o Diogo, a Agnes e a Magdalena já estávamos em Pontevedra. Convidaram-me para almoçar com eles, e assim foi. Guardo estes momentos como um dos tesouros do Caminho, porque diante de algum cansaço psicológico que vinha sentindo, cruzar-me com eles foi uma  bênção e uma surpresa dos céus.” Quarto dia do Diário de Caminho de Cláudio Louro, animador pastoral e professor de Educação Moral e Religiosa Católica, do Minho até Santiago de Compostela.

Já há mais de 50 mil inscritos para a Jornada Mundial das Crianças, em Roma

Países em conflito representados

Já há mais de 50 mil inscritos para a Jornada Mundial das Crianças, em Roma

“Estamos a receber uma tempestade de amor”. É o que diz o coordenador da I Jornada Mundial das Crianças, que irá realizar-se em Roma nos próximos dias 25 e 26 de maio, perante as já mais de 57 mil inscrições recebidas e os inúmeros pedidos de informações que não param de chegar. O padre Enzo Fortunato acredita que serão mais de 100 mil os participantes na iniciativa inédita, cujo programa e mensagem do Papa foram divulgados este fim de semana.

Mais de 1.000 jovens cristãos caminharam pela paz nas ruas de Jerusalém

Via Sacra ecuménica

Mais de 1.000 jovens cristãos caminharam pela paz nas ruas de Jerusalém

A guerra em Israel prossegue e o sentimento de insegurança em Jerusalém cresce. Ainda assim, ou talvez por isso mesmo, a tradicional Via Sacra que ali se realiza anualmente por ocasião da segunda semana da Quaresma não foi cancelada. Na passada sexta-feira, 23 de fevereiro, mais de mil crianças e jovens que frequentam as escolas cristãs da cidade, acompanhados de inúmeros familiares e professores, percorreram as ruas de lenços brancos na mão, pedindo a paz para todo o mundo, e em particular para a Terra Santa.

Ateu ou cristão, qualquer um frequenta esta missão

Iniciativa da pastoral universitária

Ateu ou cristão, qualquer um frequenta esta missão

Para entrar na Missão País, não é preciso ser-se católico praticante. Basta levar consigo a fé e o espírito de serviço. A iniciativa é desenvolvida em várias universidades e quer “inspirar gerações a viver a fé católica em missão”. Entre 11 e 18 de fevereiro, 59 jovens universitários viveram em Mogadouro, no distrito de Bragança, onde desenvolveram trabalho voluntário no lar de idosos e no centro infantil. O 7MONTES recolheu testemunhos de quem viveu esta experiência por “dentro” e de “fora”.

O regresso da sombra da escravidão

O regresso da sombra da escravidão

Vivemos um tempo de grande angústia e incerteza. As guerras multiplicam-se e os sinais de intolerância são cada vez mais evidentes. A fim de ser concreta também a nossa Quaresma, o primeiro passo é querer ver a realidade. O direito internacional e a dignidade humana são desprezados. [O texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

Estão prontos os primeiros recursos do novo itinerário catequético em Portugal

Entregues aos bispos

Estão prontos os primeiros recursos do novo itinerário catequético em Portugal

Os bispos portugueses acabam de receber os primeiros recursos criados no âmbito do novo “Itinerário de Iniciação à Vida Cristã das Crianças e dos Adolescentes com as Famílias”, que procuram transformar a catequese numa “preparação alargada e menos ligada ao percurso escolar das crianças, adolescentes e jovens”, avança a Ecclesia esta quarta-feira, 21 de fevereiro.

Sol sem Fronteiras vai às escolas para ensinar literacia financeira

Sessões gratuitas

Sol sem Fronteiras vai às escolas para ensinar literacia financeira

Estão de regresso as sessões de literacia financeira para crianças e jovens, promovidas pela Sol sem Fronteiras, ONGD ligada aos Missionários Espiritanos, em parceria com o Oney Bank. Destinadas a turmas a partir do 3º ano até ao secundário, as sessões podem ser presencias (em escolas na região da grande Lisboa e Vale do Tejo) e em modo online no resto do país.

Vai nascer o Coro e Ensemble Diocesano de Jovens de Lisboa

Abertas as inscrições

Vai nascer o Coro e Ensemble Diocesano de Jovens de Lisboa

“Fazer música, aliando-a à Fé”… é esse o mote para a criação do Coro e Ensemble Diocesano de Jovens de Lisboa (CDJL), que terá como missão garantir o serviço musical necessário nas atividades organizadas pelo Serviço da Juventude do Patriarcado. Todos os cantores e instrumentistas ligados às paróquias e movimentos da diocese de Lisboa, com idades entre os 15 e os 35 anos, e que estejam interessados em integrar este grupo podem desde já fazer a sua pré-inscrição online.

Mais de cinco mil adolescentes peregrinam a Fátima para responder a desafio do Papa

De várias dioceses do país

Mais de cinco mil adolescentes peregrinam a Fátima para responder a desafio do Papa

Os secretariados da catequese das dioceses de Leiria-Fátima, Lisboa, Portalegre-Castelo Branco e Santarém promovem, no próximo sábado, 17 de fevereiro, uma peregrinação interdiocesana de adolescentes ao Santuário de Fátima, onde estão já inscritos mais de cinco mil participantes. Intitulada “Surfistas do Amor – Fátima, na onda do amor e da paz”, a iniciativa pretende responder ao desafio lançado pelo Papa, no último dia da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023.

Santuário de Fátima com mais visitantes em 2023, mas muito menos lucros

Efeito JMJ

Santuário de Fátima com mais visitantes em 2023, mas muito menos lucros

O Santuário de Fátima recebeu 6,8 milhões de peregrinos ao longo do ano 2023, um número que representa um aumento de 39% face ao de 2022 e que se situa na média do que vinha sendo registado no período anterior à pandemia de covid-19. Houve, no entanto, uma elevada quebra no saldo das suas contas, que passaram de um resultado positivo de 1,1 milhão de euros, em 2022, para pouco mais de 110 mil euros, devido sobretudo aos gastos com a Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

Exposição dá a conhecer conflito de Cabo Delgado aos alunos de Braga

"SALAMA! SALAMA!"

Exposição dá a conhecer conflito de Cabo Delgado aos alunos de Braga

É uma exposição que é também uma viagem. E o seu destino é a Missão de Santa Cecília de Ocua, na diocese de Pemba (que corresponde territorialmente à província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique). Intitulada “‘SALAMA! SALAMA!’ (que significa “olá” em macua, a principal língua nativa da região), esta mostra irá passar por todas as escolas secundárias de Braga ao longo das próximas semanas e pretende “sensibilizar os alunos para a missão e para a interculturalidade”.

Leigos para o Desenvolvimento lançam formação intensiva para voluntários

Fazer missão em África

Leigos para o Desenvolvimento lançam formação intensiva para voluntários

Os Leigos para o Desenvolvimento (LD) vão abrir um modelo de formação intensivo, com o objetivo de preparar voluntários que pretendam partir em missão já em setembro deste ano para um dos países em que a organização está presente em África. A sessão de esclarecimento será no dia 7 de fevereiro, às 21 horas, no Centro Universitário Padre António Vieira (CUPAV), em Lisboa.

Jovens cristãos marcham pela paz, em Sintra

Este sábado, 27

Jovens cristãos marcham pela paz, em Sintra

Dezenas de jovens de diferentes comunidades cristãs irão caminhar juntos, na tarde deste sábado, 27 de janeiro, em Sintra, tendo como objetivo “alertar para a urgência da Paz” e “promover o amor fraternal e universal como o antídoto para a guerra”. A marcha pela paz acontece no âmbito do XIV Encontro Cristão e tem início às 14 horas, na igreja de São Miguel.

Jovem israelita objetor de consciência é preso pela segunda vez e insiste: “Não há solução militar para o conflito”

Tal Mitnick

Jovem israelita objetor de consciência é preso pela segunda vez e insiste: “Não há solução militar para o conflito”

Passou 30 dias numa prisão militar israelita por ter recusado juntar-se ao exército e combater contra os palestinianos, foi libertado na quinta-feira passada, e esta terça, 23, voltou a ser preso… por manter a sua recusa. Para Tal Mitnick, o mês na prisão só veio reforçar aquilo que já antes pensava: “acredito que não há solução militar para este conflito. Eu sou um pacifista”, diz.

Jovens músicos de favela do Rio recebem bênção do Papa e atuam em Lisboa

Orquestra Maré do Amanhã

Jovens músicos de favela do Rio recebem bênção do Papa e atuam em Lisboa

Estrearam-se em Portugal, com várias apresentações pelo país, durante a Jornada Mundial da Juventude e o sucesso foi tal que já têm data marcada para regressar: os jovens músicos da Orquestra Maré do Amanhã (projeto social implementado numa das mais violentas favelas do Rio de Janeiro, Brasil) vão dar um grande concerto no Teatro Tivoli, em Lisboa, no próximo dia 2 de fevereiro, às 19 horas. Antes disso, irão tocar para o Papa, durante uma audiência exclusiva em que receberão a sua bênção.

Documento sobre sexualidade gera críticas dentro do Corpo Nacional de Escutas

Identificado com "ideologia de género"

Documento sobre sexualidade gera críticas dentro do Corpo Nacional de Escutas

Um documento que suscita muitas “questões e dúvidas” e que foi “rejeitado” pela maioria dos assistentes regionais: assim se referem os dois assistentes eclesiásticos do Corpo Nacional de Escutas (CNE) no Patriarcado de Lisboa ao “Posicionamento Institucional” sobre a afetividade e sexualidade que passou recentemente a integrar o projeto educativo do movimento, numa carta sigilosa enviada aos restantes padres do Patriarcado, e à qual o 7MARGENS teve acesso. As críticas tecidas ao documento – que defende o acolhimento de todas as pessoas, independentemente da sua orientação sexual – vêm somar-se às de outros responsáveis dentro dos escuteiros, que consideram que o texto “não está em comunhão com a doutrina católica” e se trata de “um equívoco”.

Papa pede que os crimes de guerra sejam reconhecidos… e prevenidos

Falando aos embaixadores

Papa pede que os crimes de guerra sejam reconhecidos… e prevenidos

Como não podia deixar de ser, o Papa dedicou o seu discurso ao corpo diplomático acreditado junto da Santa Sé – com quem teve o seu tradicional encontro anual nesta segunda-feira, 8 de janeiro – à paz. “Num momento histórico em que a mesma está cada vez mais ameaçada, fragilizada e parcialmente perdida”, Francisco referiu os inúmeros conflitos em curso no mundo e pediu que os crimes de guerra sejam não só reconhecidos como evitados.

Os jovens israelitas que recusam fazer parte do “ciclo interminável de derramamento de sangue”

Enfrentando prisão e assédio

Os jovens israelitas que recusam fazer parte do “ciclo interminável de derramamento de sangue”

Tal Mitnick tem 18 anos e está a cumprir uma pena de 30 dias na prisão porque recusou juntar-se ao exército israelita. Sofi Orr tem 17 e é suposto alistar-se dentro de alguns meses, mas já decidiu que não o fará, apesar dos riscos que enfrenta. Ambos estão inabaláveis na sua convicção: “a violência não resolverá a violência”.

“Ousaremos caminhar juntos?” O desafio aos jovens no Encontro Europeu de Taizé

Até 1 de janeiro, em Liubliana

“Ousaremos caminhar juntos?” O desafio aos jovens no Encontro Europeu de Taizé

Milhares de jovens chegaram esta quinta-feira a Liubliana (Eslovénia), para participar no 46º Encontro Europeu de Taizé. A alegria por estarem ali é grande. E no fim? “Ousaremos partir de novo, com outros, mutuamente enriquecidos, enquanto caminhamos juntos?”, questionou o irmão Matthew, prior da comunidade, na mensagem que servirá de mote para este encontro.

Lucros da Fundação JMJ rondarão os 20 milhões de euros

Américo Aguiar confirma

Lucros da Fundação JMJ rondarão os 20 milhões de euros

A Fundação Jornada Mundial da Juventude (JMJ) terá um lucro de cerca de 20 milhões de euros com a realização da JMJ Lisboa 2023. O valor final ainda não está apurado, devendo ser anunciado apenas no primeiro trimestre de 2024, mas tudo indica que se aproxime desse montante, avançou esta quarta-feira, 20 de dezembro, o Observador (artigo exclusivo a assinantes).

“Não deixeis que nada se perca da JMJ”, pediu o Papa aos portugueses

Em audiência no Vaticano

“Não deixeis que nada se perca da JMJ”, pediu o Papa aos portugueses

O Papa não se cansa de agradecer pela Jornada Mundial da Juventude que decorreu em Lisboa no passado mês de agosto, e esta quinta-feira, 30, em que recebeu em audiência uma delegação de portugueses que estiveram envolvidos na sua organização, “obrigado” foi a palavra que mais repetiu. “Obrigado. Obrigado pelo que fizeram. Obrigado por toda esta estrutura que vocês ofereceram para que a Jornada da Juventude fosse o que foi”, afirmou. Mas também fez um apelo a todos: “não deixeis que nada se perca daquela JMJ que nasceu, cresceu, floriu e frutificou nas vossas mãos”.

Neste Advento, a Economia de Francisco convida-nos a redescobrir as razões da esperança

Em quatro encontros online

Neste Advento, a Economia de Francisco convida-nos a redescobrir as razões da esperança

Porque a política e a economia, as empresas e os negócios “não podem continuar a ser lugares de desespero”, e precisamos – mais do que nunca – de “aumentar os atos virtuosos e os exercícios de esperança”, o movimento A Economia de Francisco vai realizar, ao longo do Advento (tempo da espera e da esperança por excelência), quatro encontros online, que pretendem ajudar a redescobrir “as verdadeiras razões” dessa esperança. Os encontros serão gratuitos e abertos a todos, para que a esperança se torne “contagiosa, mais do que o desânimo”.

Mais de três mil jovens vão participar na Jornada Diocesana de Lisboa

"Vivemos a JMJ, e agora?"

Mais de três mil jovens vão participar na Jornada Diocesana de Lisboa

Muitos jovens perguntam: “Vivemos a JMJ, e agora?”. Talvez possam encontrar algumas pistas de resposta – ou dá-las eles próprios – no próximo domingo, 26 de novembro, em Vila Franca de Xira, onde vai realizar-se a Jornada Diocesana da Juventude de Lisboa. Estão mais de três mil jovens inscritos e “é tempo de escutá-los para daí projetar a pastoral juvenil”, afirma João Clemente, diretor do Serviço da Juventude daquela diocese, em comunicado enviado ao 7MARGENS.

Identidade pessoal, afetividade e sexualidade em debate a 16 de novembro na UCP

CNE reúne em livro 24 intervenções

Identidade pessoal, afetividade e sexualidade em debate a 16 de novembro na UCP

Contribuir para iluminar “a zona de sombra” em que as questões da afetividade e da sexualidade são deixadas nos meios católicos é o objetivo do debate que terá lugar na próxima quinta-feira, dia 16 de novembro, na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, por ocasião do lançamento do livro “Lugares da Afetividade e da Sexualidade na Configuração da Identidade Pessoal”.

Exigir e ousar no “caminhar juntos”

Exigir e ousar no “caminhar juntos”

O último mês de outubro de 2023 marcou uma nova etapa do processo sinodal em curso, depois da auscultação do Povo de Deus, dos encontros locais, diocesanos e nacionais e das assembleias continentais que reuniram e continuaram o discernimento em redor da problemática sinodal: como assumir a identidade sinodal que a Igreja já comporta desde os tempos primitivos?

JMJ foi “mais-valia para o surgir de grupos de jovens lusófonos”

Encontro em Roma

JMJ foi “mais-valia para o surgir de grupos de jovens lusófonos”

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que decorreu no passado mês de agosto em Lisboa, “foi para as Comunidades da Diáspora Portuguesa uma ‘mais-valia’ para o surgir e consolidar de grupos de jovens lusófonos”. Esta é uma das conclusões do encontro que reuniu os missionários da diáspora da língua portuguesa entre os passados dias 23 e 27 de outubro, em Roma (Itália), para refletir sobre o tema a “diversidade de rostos da Igreja”.

O que preocupa as crianças e jovens em Portugal? A UNICEF quer saber

Inquérito online

O que preocupa as crianças e jovens em Portugal? A UNICEF quer saber

Porque “todas as crianças têm direito a ser ouvidas quando os adultos tomam decisões que as afetam e de ver as suas opiniões tidas em consideração”, a UNICEF Portugal leva a cabo, pela segunda vez, a iniciativa “Tenho voto na matéria”. Trata-se de uma consulta pública dirigida a crianças e jovens de todo o país, com idades compreendidas entre os 10 e os 17 anos, para que estes expressem o que mais os preocupa e proponham soluções para tornar as comunidades em que vivem “mais seguras e sustentáveis”.

Governo gastou menos que o previsto na organização da JMJ

7MARGENS revela relatório

Governo gastou menos que o previsto na organização da JMJ

O Governo gastou menos que o previsto na organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), assegurou esta terça-feira, 10 de outubro, a ministra dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, durante uma audição requerida pelo partido Chega, na qual apresentou o relatório final da “Responsabilidade e Investimento da Administração Central” na JMJ 2023, ao qual o 7MARGENS teve acesso. Tinham sido orçamentados 20 milhões de euros para assegurar as responsabilidades e compromissos assumidos pelo Governo, mas, contas feitas, os custos não ultrapassaram os 18,3 milhões.

“A economia que mata, que exclui, que polui, que produz a guerra, não é economia”

Papa ao movimento EoF

“A economia que mata, que exclui, que polui, que produz a guerra, não é economia”

Quando falamos das armas produzidas e vendidas para as guerras, isso é economia? E os “lucros obtidos às custas dos vulneráveis ​​e indefesos”? Ou a “exploração dos recursos e dos povos”? Nada disso é economia, afirmou o Papa no seu discurso aos jovens (e não só) ligados ao movimento Economia de Francisco (EoF), que se encontram reunidos num encontro a decorrer presencialmente e online, desde esta sexta-feira, 6 de outubro, até domingo.

Evangélicos pela primeira vez em São Pedro e um jovem português a cantar sozinho

Encontro Together/Juntos

Evangélicos pela primeira vez em São Pedro e um jovem português a cantar sozinho

Vários jovens evangélicos e protestantes, entre pessoas de diferentes proveniências religiosas, estarão pela primeira vez na Praça de São Pedro, no Vaticano, quando na tarde deste sábado umas 20 mil pessoas, sobretudo jovens, se juntarem ao Papa para a vigília de oração ecuménica que irá rezar pelos frutos do sínodo que se inicia formalmente na próxima quarta-feira.

Escolhidos os temas das próximas JMJ “locais”

Vaticano anuncia

Escolhidos os temas das próximas JMJ “locais”

“Alegres na esperança” (cf. Rm 12, 12) e “Aqueles que esperam no Senhor caminham sem se cansar” (cf. Is 40, 31) são os temas escolhidos pelo Papa Francisco para as duas Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) que serão celebradas nas Igrejas particulares em 2023 e 2024, por ocasião da solenidade de Cristo Rei. O anúncio foi feito esta terça-feira, 26 de setembro, pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, e divulgado pelo Vatican News.

Dia Internacional da Paz com meditação, música e “muito boa energia”

Universidade de Lisboa

Dia Internacional da Paz com meditação, música e “muito boa energia”

Para celebrar o Dia Internacional da Paz e ajudar os estudantes universitários a “inspirar-se para o ano letivo” que agora se inicia, o Núcleo de Meditação e o Clube da Paz Interior da Associação Académica da Universidade de Lisboa (AAUL) dinamizam na tarde desta quinta-feira, 21 de setembro, no edifício Caleidoscópio (onde está sediada a AAUL), o evento Novos Começos. Haverá “yoga, música ao vivo, meditação, partilhas e muito boa energia” – assegura o cartaz – e a entrada é gratuita.

Precisamos mesmo de milagres?

Precisamos mesmo de milagres?

Fez-se uma pausa. Não era a primeira vez que falávamos de milagres nas nossas conversas sobre religião. Ele, defendendo os milagres como prova da presença divina ou da santidade de alguém; eu, questionando os milagres como sinal de intervenção divina. Numa conversa anterior sobre este tema, tinha dito que há coisas que pareciam impossíveis há alguns séculos e que hoje são perfeitamente normais.

O Sínodo “não é um programa televisivo” nem “um parlamento” e não pode “cair em ideologias”

Papa Francisco no regresso ao Vaticano

O Sínodo “não é um programa televisivo” nem “um parlamento” e não pode “cair em ideologias”

Das dez perguntas feitas ao Papa pelos jornalistas que o acompanharam esta segunda-feira, 4 de setembro, no voo de regresso da viagem apostólica à Mongólia, três foram sobre o Sínodo, cuja primeira assembleia geral ordinária arranca dia 4 de outubro, em Roma. Face à curiosidade e preocupações dos repórteres, que não serão autorizados a acompanhar diretamente o evento, Francisco assegurou que “no Sínodo não há lugar para ideologia” e que, não se tratando de “um programa televisivo” nem de “um parlamento”, haverá espaço para o “intercâmbio religioso” e para o “diálogo”… e será “abertíssimo”.

Irá o bolor da Igreja Católica desaparecer?

Irá o bolor da Igreja Católica desaparecer?

Tenho lido e refletido sobre a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que aconteceu em Lisboa, não tendo encontrado pareceres negativos sobre a mesma, a não ser de pequenos grupos identificados por “extremistas”, tantos seguindo ideologias pró-fascistas. Com admiração encontro agnósticos e ateus que estiveram presentes ou não, mas louvando as homílias/discursos do bispo de Roma e Papa Francisco.

Na conversa com os jesuítas portugueses, Francisco respondeu às perguntas todas, todas, todas… mesmo as mais imprudentes

Diálogo revelado esta segunda-feira

Na conversa com os jesuítas portugueses, Francisco respondeu às perguntas todas, todas, todas… mesmo as mais imprudentes

O clericalismo que se “infiltra” nos padres e nos leigos, os “grupos americanos” que se opõem à mudança na Igreja e “vivem de ideologias”, a importância de ajudar “todos, todos, todos” – incluindo homossexuais e transgénero – a encontrar o seu espaço na Igreja, e a “alegria” que tem sido para si a preparação do Sínodo: estes foram alguns dos temas que Francisco abordou na longa conversa com os jesuítas em Portugal, que aconteceu no passado dia 5 de agosto, à margem da Jornada Mundial da Juventude, e publicada esta segunda-feira, 28, no Ponto SJ, em simultâneo com a Revista italiana La Civiltà Cattolica.

A JMJ e a paz na Ucrânia

A JMJ e a paz na Ucrânia

Uma das mais comoventes imagens da Jornada Mundial da Juventude que haveremos de reter na memória é a da multiplicidade de bandeiras dos mais diversos países, das mais familiares às mais desconhecidas, de países mais ou menos longínquos, ricos e pobres. Mais até do que o número de participantes, foi esta imagem de universalidade (que mostra como a mensagem do Evangelho chegou mesmo a todos os cantos da Terra, de um modo que só a ação de Deus pode explicar) que distinguiu este extraordinário evento.

Alegria com raízes – Raízes de alegria

Alegria com raízes – Raízes de alegria

A Alegria está quase omnipresente nos escritos do Papa Francisco, talvez por isso não seja de admirar que tenha desafiado os jovens reunidos em Lisboa à alegria e a perceberem onde é que ela está enraizada. Dos muitos desafios lançados pelo Papa, na Jornada Mundial da Juventude em Lisboa, este parece-me particularmente provocatório, pelo que tem de exigência e  pelo desafio que acarreta.

“Síganse manteniendo en las olas del amor, en las olas de la caridad”

“Síganse manteniendo en las olas del amor, en las olas de la caridad”

O meu sonho de ser voluntária na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) começou em 2019, quando o Papa Francisco, no Panamá, anunciou que a edição seguinte seria em Portugal. Depois de ter participado como peregrina em duas JMJ – Madrid em 2011 e Cracóvia em 2016 – senti que tinha chegado o momento de contribuir de alguma forma para um evento que tanto me marcou.

A propósito da JMJ

A propósito da JMJ

A realização da JMJ e a presença do Papa em Lisboa são uma oportunidade para refletir sobre o lugar e a importância da religião na sociedade.
Continuamos a pensar a religião sobretudo a partir da pergunta “Deus existe?” e do conflito entre a religião e a ciência como fontes de conhecimento do mundo. A primeira, já o sabemos, é uma pergunta sem resposta de conhecimento e a segunda é uma questão sem sentido.

Terminou a Jornada Mundial da Juventude. E agora?

Terminou a Jornada Mundial da Juventude. E agora?

Depois destes banhos de multidão, de excelentes palavras proferidas, ao país, aos políticos, à igreja e aos jovens e de tantos gestos, o que fazer? Que caminhos a percorrer? Que coisas a mudar? Que atitudes e comportamentos a ter? Das duas uma: ou cai tudo em saco roto e continuamos a colocar vinho novo em odres velhos, ou então, arregaçamos as mangas, tomamos consciência do que nos foi exortado e vamos ser agentes de mudança de um país, de uma sociedade e de uma igreja renovada e com compromissos de mudança para um mundo melhor.

A JMJ e as reformas de Francisco

A JMJ e as reformas de Francisco

Mais de um milhão de jovens do mundo inteiro responderam ao apelo do papa para participar nas Jornadas Mundiais da Juventude em Lisboa. Um evento realmente memorável. Este papa é, de facto, um grande mestre da palavra e da ação. Na linguagem simples de um pregador notável, vai traduzindo o evangelho para os tempos que correm. E fá-lo não apenas com palavras, mas também com gestos de impressionante humanidade.

“Todos, todos, todos”

“Todos, todos, todos”

Muitas foram as mensagens do papa, nas JMJ de Lisboa, dignas de ser recordadas. Porém, gostaria de ressaltar a que mais me tocou, porque, a meu ver, se refere ao âmago da mensagem de Jesus de Nazaré. Refiro-me ao já célebre apelo do papa: “Na Igreja há espaço para todos” e à sua dimensão inclusiva e universal, sem exclusões de espécie alguma.

Os vistos recusados aos jovens africanos

A ferida da Jornada Mundial da Juventude

Os vistos recusados aos jovens africanos

“Recusa de vistos para a Jornada Mundial da Juventude: ‘Os jovens africanos sentiram-se órfãos’”. O título do artigo de opinião de Maryse Adjo Quashie, professora de Ciências da Educação na Universidade de Lomé, Togo, publicado na quinta-feira no diário católico francês La Croix, sinaliza por si só a ferida que, pelo menos na África francófona, ficou.

JMJ – Um pau de dois bicos

JMJ – Um pau de dois bicos

Terminou a Jornada Mundial da Juventude de 2023 em Lisboa. Os jovens (um milhão de jovens, vamos admitir) regressam agora às suas localidades cansados, eufóricos, esperançosos em uma Igreja que escuta as suas “preces”. Muitos deles experimentando sensações nunca antes vividas. Um sem número de histórias.

Simples e profundo

Simples e profundo

  No momento em que escrevo este texto o avião onde segue o Papa Francisco [de regresso de Lisboa a Roma] encontra-se em território espanhol, a sobrevoar Madrid. Digo-o apenas para que fique datado ou, talvez melhor, enquadrado no tempo com alguma exatidão. Não...

Católicos LGBT foram apedrejados por pequeno grupo na JMJ

Vigília de sábado

Católicos LGBT foram apedrejados por pequeno grupo na JMJ

Um grupo de cinco peregrinos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de Lisboa e pertencentes ao Centro Arco-Íris, que promoveu a reflexão sobre os temas LGBT na JMJ sofreu “insultos, empurrões”, apedrejamentos “e até o roubo das bandeiras que carregavam”, auntes de ser escoltado “para uma zona mais segura ainda dentro do recinto da Vigília” de sábado à noite.

Como uma casa pintada se pode confundir com o acto de pintar uma casa

Como uma casa pintada se pode confundir com o acto de pintar uma casa

Não conheço D. Américo Aguiar, nem sequer nunca privei com ele. A seu favor tenho dois argumentos: a minha plena crença na inteligência e no ministério do Papa Francisco, que agora o nomeou cardeal e a afirmação proferida pelo próprio de que a JMJ só teria sentido se depois tudo for diferente. Neste tempo especial em que ocorreu a JMJ, surgiu uma pretensa polémica que nos quer desviar o olhar do essencial. Afinal o que se pretende com a JMJ? Dar uma pintura na nossa casa ou habitar uma casa pintada?

À flor da pele, uma imensa comoção; por debaixo, a prudência e os desafios

À flor da pele, uma imensa comoção; por debaixo, a prudência e os desafios

À flor da pele nestes dias que se assemelham a revolucionários, sobrevém uma tal comoção geral que não deixa de ser surpreendente. Parecem revolucionários porque em Lisboa as ruas e os jardins estão (muito) cheios e as igrejas estão (muito) cheias de jovens de todas as idades, cores, géneros e feitios, de muitas línguas e bandeiras respirando-se uma insólita atmosfera de festa, de grande alegria e de esperança.

JMJ: dez notas ao cair do pano

Editorial - do medo ao sonho

JMJ: dez notas ao cair do pano

No fecho de uma intensa semana de surpresas, descobertas, gestos e, sobretudo, muitas emoções, há que dar tempo para assimilar tudo o que aconteceu. Mas pode-se já alinhavar algumas reflexões, notas conclusivas e, igualmente, interrogações, sob a forma de palavras-chave.

2027, vemo-nos em Seul

Sede da próxima JMJ

2027, vemo-nos em Seul

Hong Minji, 28 anos, sul-coreana de Seul, quer que os jovens do mundo inteiro vão experimentar a cultura e a paixão do seu país, daqui a quatro anos: pouco depois do final da missa de envio da JMJ de Lisboa, o Papa Francisco anunciou que Seul acolherá a próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em 2027.

No “Woodstock católico” cabe a música, a oração, a ecologia e até o diálogo com marxistas

A diversidade que encheu a JMJ

No “Woodstock católico” cabe a música, a oração, a ecologia e até o diálogo com marxistas

A sessão com Walter Baier, promovida pela Dialop – Rede de diálogo entre cristãos e marxistas impulsionada pelo Papa Francisco – foi uma das múltiplas iniciativas que, durante esta semana de JMJ, encheu Lisboa de debates, concertos, encontros, orações, exposições. Mas, provavelmente, foi a música que ficou a ganhar na lista incontável de iniciativas do Festival da Juventude na JMJ.

“O que levamos connosco de Lisboa, casa da fraternidade?”

Francisco na missa de envio

“O que levamos connosco de Lisboa, casa da fraternidade?”

Não há memória de, no Festival de Woodstock – que tantos compararam por estes dias à Jornada Mundial da Juventude – os jovens terem despertado tão cedo, nem tão entusiasmados. É certo que a atuação do padre e DJ Guilherme – que começou pouco depois de os primeiros raios de sol pintarem com uma luz única o Campo da Graça, em Lisboa – ajudou. Mas o principal motivo por trás dos milhares de olhos, brilhantes de alegria e expetativa, era outro: o Papa chegaria dentro de pouco tempo, e pelas movimentações no descampado a perder de vista, todos – até os muitos que tinham ficado do outro lado do rio Trancão – iriam ter oportunidade de vê-lo.

A variedade das primeiras páginas

Visto de fora (6)

A variedade das primeiras páginas

A Jornada Mundial da Juventude tem estado nas primeiras páginas da imprensa estrangeira com, por exemplo, uma afirmação do Papa, uma imagem de um espectáculo ou uma referência aos objectivos da iniciativa. Os jornais católicos internacionais foram, evidentemente, os que lhe concederam maior destaque.

Uma Igreja para “todos”… até para os reclusos

Uma Igreja para “todos”… até para os reclusos

A Fundação JMJ Lisboa 2023 fez um protocolo de colaboração com Direção-Geral de Reinserção e os Serviços Prisionais (DGRSP) para a construção de 150 confessionários, construídos por reclusos dos estabelecimentos prisionais de Coimbra, Paços de Ferreira e Porto. Amanhã o Papa Francisco irá encontrar-se com seis jovens reclusos da Prisão-escola do Estabelecimento Prisional de Leiria.

A via-sacra das angústias dos jovens de hoje

Coreografia multimédia, música e dança

A via-sacra das angústias dos jovens de hoje

A pobreza, a violência (incluindo bullying e os abusos), a solidão, a falta de compromisso, a intolerância. Quais são, hoje, as estações da via-sacra dos jovens? “Vocês vão renovar o caminho da cruz”, disse o Papa Francisco às centenas de milhar de participantes da Jornada Mundial da Juventude, concentrados no final da tarde desta sexta-feira, 4 de Agosto, na Colina do Encontro, em Lisboa – o nome do Parque Eduardo VII (e ruas adjacentes) durante os dias da JMJ.  

O “encontro de amigos” em que o Papa se emocionou

Com líderes de outras religiões

O “encontro de amigos” em que o Papa se emocionou

Assim que chegou à sala da Nunciatura Apostólica onde o aguardavam representantes das diferentes confissões religiosas em Portugal, o Papa deu o mote: “Encontramo-nos aqui como irmãos”. E foi mesmo isso que aconteceu esta sexta-feira, 4 de agosto, assegurou Timóteo Cavaco, Presidente da Aliança Evangélica de Portugal, em conferência de imprensa após o encontro com Francisco: “Saímos todos dali com a sensação de que tínhamos estado num encontro de amigos, fraternal, em torno de valores e princípios comuns”.

ABC: A mini-tournée portuguesa dos “padres rockeiros” de Alcalá

Visto de fora (4)

ABC: A mini-tournée portuguesa dos “padres rockeiros” de Alcalá

A juventude e o Papa não são os únicos protagonistas da Jornada Mundial da Juventude em que a imprensa repara. O diário espanhol ABC dedicou uma página integral a músicos que animaram o arranque da iniciativa. Os três “padres rockeiros” que, com quatro leigos, integram La Voz del Desierto, um grupo de música da diocese de Alcalá de Henares, merecem um destaque especial.

“Gritem comigo: Na Igreja há lugar para todos! E nunca se cansem de fazer perguntas!”

Francisco no acolhimento da JMJ

“Gritem comigo: Na Igreja há lugar para todos! E nunca se cansem de fazer perguntas!”

“Na Igreja, ninguém é supérfluo. Ninguém é supérfluo. Há lugar para todos. Tal como nós somos. Todos nós.” Voz enérgica, entusiasmada, vibrante, o Papa Francisco pôs talvez cerca de meio milhão de pessoas a afirmar que na Igreja cabem “jovens e velhos, sãos e doentes, justos e pecadores, todos, todos, todos! Na Igreja, há lugar para todos.”

A pequena grande exposição que pode “ajudar a salvar vidas”

Na Basílica dos Mártires

A pequena grande exposição que pode “ajudar a salvar vidas”

“Impressionante”, “comovente”, “absolutamente necessária”… O impacto que a exposição de artigos religiosos profanados e danificados no Iraque (na Basílica dos Mártires, em Lisboa, até esta sexta-feira, 4 de agosto) é percetível nas palavras que os jovens usam para descrevê-la, e bem visível na expressão do seu olhar, entre o choque, a consternação e a compaixão.

Missa de católicos LGBT foi perturbada por invasores

Brandindo crucifixos e rezando o terço

Missa de católicos LGBT foi perturbada por invasores

Um grupo de uma dezena de pessoas invadiu na tarde desta quinta-feira, 3 de Agosto, a igreja paroquial de Nossa Senhora da Encarnação, na Ameixoeira, em Lisboa, tentando boicotar a celebração de uma eucaristia com católicos LGBT. No final, o grupo que brandia crucifixos foi retirado da igreja e identificado pela polícia. Os provocadores incorrem agora no crime de “impedimento, perturbação ou ultraje a acto de culto”.

“The New York Times”: Papa quer “semente para o futuro do mundo” plantada em Lisboa

Visto de fora (3)

“The New York Times”: Papa quer “semente para o futuro do mundo” plantada em Lisboa

As intervenções do Papa Francisco no primeiro dia da Jornada Mundial da Juventude têm sido amplamente mencionadas pela imprensa, incluindo a dos Estados Unidos da América. A primeira citação feita pelo diário The New York Times aparenta ressaltar algo que parece ser de circunstância: “Estou feliz por estar em Lisboa, cidade do encontro, que abraça vários povos e culturas e que, nestes dias, se mostra ainda mais universal”.

Um Papa na sua faceta de pedagogo

Scholas Ocurrentes, em Cascais

Um Papa na sua faceta de pedagogo

O Papa Francisco chegou ao final da manhã desta quinta-feira ao espaço-sede do projeto Scholas Ocurrentes (“escolas de vizinhos”), depois de ter seguido, ao longo de mais de três quilómetros, um mural pintado que é um exemplo e resultado da filosofia pedagógica de inclusão e capacitação por ele adotada.

Chamar à razão

Chamar à razão

Agradeço-lhe os múltiplos convites de aprofundamento e de missão conjunta. Obrigado por nos fazer encetar caminhos novos, por provocar a reflexão, por nos escutar, por nos responsabilizar, por nos encorajar e depositar confiança em nós, jovens membros da Economia de Francisco.

Elizabeth, Arina, Alina e Ouwais dizem o que anseiam do encontro do Papa com refugiados

Francisco dedica a manhã de quarta-feira às escolas e estudantes

Elizabeth, Arina, Alina e Ouwais dizem o que anseiam do encontro do Papa com refugiados

Elizabeth espera um encontro importante para um apelo à reconciliação. Arina, ucraniana, e a russa Arina são amigas e dizem que “a religião tem de ser uma ferramenta para regular conflitos. E Ouwais afirma-se “grato” pelos “esforços do Papa para consciencializar sobre a situação dos migrantes e refugiados em todo o mundo”. 

A JMJ em que um jovem deu catequese aos bispos e explicou que não há cristãos sem conversão ecológica

Começaram os encontros "Rise Up"

A JMJ em que um jovem deu catequese aos bispos e explicou que não há cristãos sem conversão ecológica

eria sido uma típica manhã de verão na zona Oeste, com direito a chuva e tudo, não fossem as centenas de jovens que, pouco depois das nove, percorriam já as ruas de Torres Vedras em direção ao pavilhão da Expotorres. Ao vê-los passar, alguns locais, curiosos, perguntavam aos voluntários que lhes indicavam a direção: “Vão para Lisboa, receber o Papa?”. “Não, vão para a catequese”, esclarecia uma das jovens de camisola amarela. Só não explicou que aquela também não seria uma típica catequese: estava prestes a começar o primeiro de três “Rise up”.

“Sonho com uma Europa que extinga os focos de guerra”

Papa às autoridades e à sociedade civil

“Sonho com uma Europa que extinga os focos de guerra”

Foi num tom vigoroso e inspirado que o Papa Francisco, ainda a acabar de chegar, abriu a série de intervenções que fará nestes dias em Portugal, lembrando à União Europeia as suas particulares responsabilidades na promoção da paz e do bem-estar entre os povos. E Lisboa, nessa matéria, pode sugerir aos seus parceiros da EU “uma mudança de ritmo”, já que foi na capital portuguesa que foi assinado o Tratado da Reforma da União Europeia, em 2007, que se orienta por aqueles valores.

“Libération”: a visibilidade do catolicismo

Visto de fora (2)

“Libération”: a visibilidade do catolicismo

Os acontecimentos religiosos não são tradicionalmente uma prioridade informativa do diário francês Libération, mas à Jornada Mundial da Juventude dedicou o jornal, no dia de abertura, quatro páginas integrais e uma referência no topo da primeira página. “Em Lisboa, Jesus regressa para junto dos seus”, diz o título do texto principal.

“O mundo novo começa na novidade de cada encontro”

Manuel Clemente, na missa de abertura da JMJ

“O mundo novo começa na novidade de cada encontro”

“O mundo novo começa na novidade de cada encontro e na sinceridade da saudação que trocamos, para que sejamos pessoas entre pessoas, numa visitação mútua e constante!”, afirmou esta terça-feira, 1 de agosto, o cardeal patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, na homilia da missa de abertura da Jornada Mundial da Juventude, na véspera da chegada do Papa Francisco a Portugal.

Costa oferece ao Papa 124 santuários marianos

Em forma de álbum

Costa oferece ao Papa 124 santuários marianos

São 124 santuários marianos do país, distribuídos por todo o território do Continente e Regiões Autónomas. E também pelo mar, como refere o cardeal-patriarca de Lisboa no prefácio da obra que na tarde desta quarta-feira, dia 2, o primeiro-ministro António Costa oferecerá ao Papa Francisco, em nome do Governo português.

“La Croix”: Um assunto dos jovens

Visto de fora

“La Croix”: Um assunto dos jovens

O diário francês La Croix tem prestado uma significativa atenção à Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Hoje, por exemplo, destaca uma circunstância lamentável: apesar de a iniciativa pretender congregar jovens de todos os continentes, os jovens africanos têm sido confrontados com a relutância do país anfitrião em conceder-lhes o visto de entrada no território.

Direito à festa, direito à esperança

Direito à festa, direito à esperança

Quatro anos e meio depois do anúncio oficial da sua realização em Lisboa (e com um adiamento por um ano, por causa da pandemia), aí está a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), com a festa, a cor, o ritmo, o encontro, a alegria e os sonhos das gerações mais novas – neste caso, daquelas que se identificam com o catolicismo.

Peregrinos do Sudão do Sul: “Se nós conseguimos estar na JMJ, então nada é impossível”

Testemunho ao 7MARGENS

Peregrinos do Sudão do Sul: “Se nós conseguimos estar na JMJ, então nada é impossível”

Quando os pais de Rejoice escolheram o seu nome (que significa “alegra-te, rejubila”), queriam que ele fosse prenúncio de um futuro risonho, mas estavam longe de imaginar que viesse a traduzir na perfeição o sentimento da filha por poder participar numa Jornada Mundial da Juventude (JMJ). A própria Rejoice parece ainda não acreditar que faz parte do grupo de seis peregrinos que vieram do Sudão do Sul até Lisboa para o encontro mundial de jovens com o Papa. Sentada junto ao campo desportivo da Escola Básica e Secundária António Bento Franco, na Ericeira (paróquia da diocese de Lisboa que a vai acolher ao longo dos próximos dias), é com os olhos marejados de lágrimas – de alegria, claro – que, nesta segunda-feira, 31 de julho, diz já ter aprendido a grande lição desta Jornada que só agora vai começar: “Se nós conseguimos estar aqui, então nada é impossível. Nesta vida, nada é impossível, desde que coloquemos Deus em primeiro lugar”.

Os corações da pequena Zayna acolheram na Mesquita os jovens católicos do Peru

Diálogo inter-religioso integra primeiros momentos da JMJ

Os corações da pequena Zayna acolheram na Mesquita os jovens católicos do Peru

A pequena Zayna abeira-se, um a um, dos jovens (e alguns adultos) peruanos, que chegaram a Lisboa, via Madrid, no domingo à noite. Segunda-feira à tarde, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) está na véspera do seu início oficial, mas o ambiente já é de festa, encontro, muito brilho no olhar, sorrisos a transbordar. Lisboa enche-se de cor nas vestes e nos corações.

Aproximar mundos

Aproximar mundos

E um casal de uma aldeia do Douro a morrer de saudades de dois rapazes de Cabo Verde. Dois filhos que lá têm agora. 

JMJ apela a peregrinos para partilharem os alimentos não consumidos

Parceria com Banco Alimentar Contra a Fome

JMJ apela a peregrinos para partilharem os alimentos não consumidos

“Não desperdices: partilha” é o lema da campanha que une a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 e o Banco Alimentar Contra a Fome, apelando a todos os peregrinos para que coloquem os alimentos que não sejam consumidos, desde que embalados, em caixas especificamente concebidas para o efeito. Estas serão recolhidas pelo Banco Alimentar, que verificará se os alimentos estão próprios para consumo, e fá-las-á depois chegar a pessoas com carências alimentares comprovadas.

Américo Aguiar: um caminhante

Américo Aguiar: um caminhante

Há poucos anos ouvia de um padre responsável pela pastoral dos jovens de uma diocese de Portugal, quando questionado sobre a “ideologia de género” e os gays, que tal estava fora da Igreja. Fiquei com a noção de que na Igreja Católica portuguesa não tinha lugar uma larga faixa de jovens existentes em Portugal e no mundo.

O trabalho com os cristãos LGBTQ está dentro dos ensinamentos da Igreja

Padre James Martin ao 7MARGENS

O trabalho com os cristãos LGBTQ está dentro dos ensinamentos da Igreja

O encontro com o padre James Martin, que trabalha com cristãos LGBTQ, foi o mais concorrido dos mais de dois mil participantes do Magis. Os jovens não querem fazer parte de uma Igreja que não os aceita na condição de homossexual – ou que não aceita os seus amigos homossexuais, como dirá o padre Martin nesta curta entrevista ao 7MARGENS.

Uma oferta do operário para o Papa

“Visitação” de Loures

Uma oferta do operário para o Papa

O Papa Francisco receberá das mãos dos responsáveis da Câmara Municipal de Loures uma “Visitação”, que é uma réplica de uma escultura do artista José Pedro. Este era um operário da antiga Fábrica de Loiça de Sacavém, e ali trabalhava como um dos principais modeladores.

Se da Síria é difícil vir à JMJ, faz-se uma JMJ na Síria

Fundação AIS apoia iniciativa

Se da Síria é difícil vir à JMJ, faz-se uma JMJ na Síria

Há quem vá acompanhar a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 pela televisão ou através das redes sociais, e há os que estão a organizar a sua própria Jornada… não porque queiram concorrer com o maior encontro de jovens com o Papa, mas porque estão impossibilitados de vir a Lisboa e ainda assim querem experienciar um pouco do espírito que ali se vai viver. Assim, na cidade de Saydnaya, nos arredores de Damasco, terá lugar de 1 a 6 de agosto, a JMJ Síria.

“Se a Igreja se converte em algo de velhos, vai morrer”, alerta Francisco

O Vídeo do Papa

“Se a Igreja se converte em algo de velhos, vai morrer”, alerta Francisco

“Quando vou à Igreja do meu bairro, vejo somente pessoas mais velhas. A Igreja agora é coisa de velhos?“, pergunta uma jovem a Francisco no início do novo Vídeo do Papa, que acaba de ser divulgado, e é dedicado à Jornada Mundial da Juventude. A resposta é contundente: “Se se converte em algo de velhos, vai morrer. […] A Igreja necessita dos jovens para não envelhecer”.

JMJ 2023: Há pressa no ar!

JMJ 2023: Há pressa no ar!

Em contagem decrescente para a tão aguardada chegada do Papa Francisco a Portugal, acompanhado de peregrinos de todo o mundo, tenho a admitir que me parece ainda um pouco irreal que seja desta vez Lisboa o palco das Jornadas. Talvez a génese deste sentimento venha dos tempos difíceis que temos vivido enquanto Igreja, quer a nível interno, quer a nível externo.

Um bispo e 150 jovens a saltar no Pico para tocar o céu (fotogaleria)

JMJ nos Açores

Um bispo e 150 jovens a saltar no Pico para tocar o céu (fotogaleria)

Há imagens de um tapete de nuvens sob os pés e as pedras, do sol a nascer, de um bispo e jovens a dar um salto, de uma noite estrelada que parece um presépio, como diz o comentário de uma pessoa no Facebook a uma das fotografias. E também um bispo a saltar e a dizer, como dirá ao repórter Ruben de Matos, da TSF, que quem vai ali “acima já não para”. Ou a querer tocar o céu.

“Pressa” e uma “imensa alegria” entre os voluntários da JMJ,  nos últimos dias antes do grande encontro com o Papa

Reportagem na sede em Lisboa

“Pressa” e uma “imensa alegria” entre os voluntários da JMJ, nos últimos dias antes do grande encontro com o Papa

A menos de uma semana do início da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), a sede do Comité Organizador Local, em Lisboa, fervilha de vida. Passam poucos minutos das nove da manhã e já há voluntários por todo o lado: uns carregam caixas pelos corredores do antigo edifício militar, outros deambulam ao telefone dando indicações a quem está do outro lado da linha (e possivelmente do mundo!), muitos estão ao computador nas inúmeras salas atribuídas às diferentes equipas, vários reúnem para acertar últimos pormenores. Lá fora, ouve-se um a trautear o hino da Jornada: “Há pressa no ar…”. E há pressa, literalmente, que a Jornada está quase aí. Mas, mais do que pressa ou ansiedade, o que estes voluntários sentem é “uma imensa alegria”, por poderem contribuir para algo “que vai mudar a vida de um milhão de jovens”, para melhor.

Cem jovens a caminho da JMJ sobem à montanha mais alta do país

Um Pacto assinado no Pico

Cem jovens a caminho da JMJ sobem à montanha mais alta do país

A caminho da Jornada Mundial da Juventude, 94 jovens açorianos sobem nesta segunda-feira à noite ao ponto mais alto do país, a montanha do Pico, na ilha açoriana do Pico. É a 2351 metros de altitude, com o nascer do sol como pano de fundo, que vai acontecer uma missa de envio na qual vão estar presentes jovens de seis ilhas da região autónoma dos Açores, com o bispo da diocese de Angra, que preside à missa de envio, celebrada ao nascer do sol de terça-feira, 25 de Julho.

Uma religião “light”?

Uma religião “light”?

Vivemos tempos estranhos. Nem piores nem melhores do que os vividos noutras épocas da nossa História. Contudo, observamos sintomas preocupantes sobre a forma como as sociedades estão organizadas e os princípios e valores em que baseiam as suas condutas e as propostas que são feitas às pessoas. [A opinião de António Caseiro Marques]

A passadeira da Rua das Pretas

A passadeira da Rua das Pretas

Estamos a preparar esse momento tão importante que é a realização da Jornada Mundial da Juventude. Ironicamente temos um país envelhecido, cada vez mais envelhecido, mas seja qual for a idade, este acontecimento não é indiferente para os que somos católicos e, eu diria, para todos. Temos de transformar a nossa cidade num bom lugar para existir; num verdadeiro local de encontro, num sítio de esperança para todas as gerações. Não existem peões e condutores, já que todos, em algum momento, andamos a pé. Temos é de saber respeitar as regras implícitas. Como alguém disse, “ética é a obediência ao que não é obrigatório”.

Jovens universitários ciganos formam comité nacional para combater discriminação

Evocação dos 500 anos das perseguições

Jovens universitários ciganos formam comité nacional para combater discriminação

Os 39 jovens ciganos que frequentam atualmente o ensino universitário a nível nacional acabam de juntar-se para formar o Comité dos Jovens Ciganos de Portugal. A iniciativa surge no âmbito do núcleo jovem da comissão promotora da evocação do quinto centenário das perseguições aos portugueses ciganos, que será assinalado no biénio 2025-2026, “mas tem vida própria e independente” e “enche-nos de expetativas”, adianta ao 7MARGENS Jorge Bento Silva, membro do secretariado da comissão.

Participantes da JMJ convidados a descobrir o 25 de Abril

Visitas guiadas em Lisboa

Participantes da JMJ convidados a descobrir o 25 de Abril

A Comissão Comemorativa 50 anos 25 de Abril associou-se à Jornada Mundial da Juventude e vai desafiar todos os participantes “a descobrirem o momento fundador da democracia portuguesa”, através de visitas guiadas ao Quartel do Carmo, ao Museu da GNR e à mostra expositiva “A Paz é possível. A Vigília da Capela do Rato e a contestação à Guerra Colonial”, que será reposta no Palácio da Independência.

Peregrinos já pedalam rumo à JMJ, e o Papa poderá pedalar de volta ao Vaticano

Bicicletas no centro do encontro

Peregrinos já pedalam rumo à JMJ, e o Papa poderá pedalar de volta ao Vaticano

Três peregrinos já saíram de Cracóvia, na Polónia, e outros 17 deixaram Troyes, em França, para rumarem a Portugal, onde vêm participar na Jornada Mundial da Juventude. Porque partiram tão cedo? Por terem escolhido fazer a viagem de forma sustentável, vindo de bicicleta. Não fosse a idade avançada do Papa e os seus conhecidos problemas no joelho, e também ele poderia usar o mesmo meio quando regressasse ao Vaticano. É que um dos presentes que vai receber quando chegar a Lisboa é, nada mais nada menos, do que duas “pasteleiras” construídas para si pelos alunos de uma escola na Gafanha da Nazaré.

A história do beato Carlo Acutis contada em banda desenhada

"Um Santo para a Juventude"

A história do beato Carlo Acutis contada em banda desenhada

A poucos dias do início da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, chega às livrarias a história de um dos seus “patronos”, o beato Carlo Acutis, contada em banda desenhada. A novela gráfica, intitulada “Carlo Acutis – Um Santo para a Juventude”, foi concebida pelos artistas de BD Camille W. de Prévaux e Fabrizio Russo, e é agora editada em Portugal pela LeYa/ASA.

Não chega já?

Não chega já?

A organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e o bispo que a coordena receberam no passado dia 11 uma delegação do Chega. Publicou nas redes sociais o acontecimento sem qualquer nota crítica. Permitiu que o líder desse partido descerrasse uma placa comemorativa em algum muro (da desmemória?) das Jornadas.

AIS apoia 400 campos de férias para milhares de jovens em países em crise

Síria, Líbano, Ucrânia...

AIS apoia 400 campos de férias para milhares de jovens em países em crise

Mais de 45 mil crianças e jovens só na Síria, mas também largos milhares de outros do Líbano, Egipto, Ucrânia e Arménia, por exemplo. Neste Verão, a fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) vai apoiar a realização de 400 acampamentos e campos de férias para crianças e jovens de 13 países que vivem situações de guerra ou graves problemas sociais.

“Queríamos que o seminário fosse uma casa aberta à cidade”

Entrevista ao reitor do Seminário de Coimbra

“Queríamos que o seminário fosse uma casa aberta à cidade”

Pode um seminário ter vida quase três séculos após o início da sua construção? Acolher concertos, exposições, apresentações de livros, reuniões empresariais? Ter tanta gente nas missas de domingo que não caibam na igreja e se torne necessário celebrar nos seus jardins? E ainda ser um dos “spots” preferidos dos adolescentes da cidade para tirar fotos que de imediato “postam” com orgulho no seu perfil de Instagram? A resposta seria absolutamente negativa, não fosse o Seminário Maior de Coimbra a exceção que confirma a regra.

Lisboa acolhe primeiro encontro mundial de “evangelizadores e missionários digitais”

Durante a JMJ

Lisboa acolhe primeiro encontro mundial de “evangelizadores e missionários digitais”

A Praça Martim Moniz, em Lisboa, será palco do primeiro encontro mundial de evangelizadores e missionários digitais. É aí que vai ser instalado o Parque Criston@utas, onde na noite de 4 de agosto, em plena Jornada Mundial da Juventude, terá lugar o Festival de Influenciadores Católicos, organizado pelo projeto The Church Listens to You (em português, “A Igreja Escuta-te”), que acaba de ser anunciado pelo Vaticano.

“Ad Gentes”, a todas as gentes

“Ad Gentes”, a todas as gentes

O afastamento que alguém pode experimentar em relação à Igreja, como reacção à imperfeição do corpo que a compõe é, por um lado, compreensível – já que se abrem brechas que põem em causa a autoridade moral da instituição e revelam problemas complexos e enraizados. Mas é, ao mesmo tempo, expressão de uma imaturidade de fé que confunde situações específicas com um todo mais abrangente.

Catequese abandona “lógica mais escolar” e desafia famílias a serem “parte ativa”

Encontro de responsáveis em Fátima

Catequese abandona “lógica mais escolar” e desafia famílias a serem “parte ativa”

“Gradualmente, toda a catequese vai mudar” e os responsáveis diocesanos pelo setor estiveram esta sexta-feira reunidos em Fátima para conhecer melhor algumas dessas transformações. De acordo com Pedro Quintans, porta-voz do Secretariado Nacional da Educação Cristã (SNEC), para os adolescentes as mudanças serão já visíveis em setembro, altura em que vão “poder analisar e refletir, fazer memória, daquilo que foi a JMJ de Lisboa para a Igreja em Portugal e para cada um”.

JMJ “mais sustentável de sempre” põe peregrinos a calcular pegada carbónica… e mitigá-la

Ecologia integral no centro do encontro

JMJ “mais sustentável de sempre” põe peregrinos a calcular pegada carbónica… e mitigá-la

A organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023 assumiu, desde o início um “compromisso com a sustentabilidade” e está a esforçar-se por cumpri-lo. Mas precisa da ajuda de todos os participantes. Por isso, um dos primeiros desafios que vai colocar-lhes é que utilizem o primeiro calculador de pegada carbónica da história das Jornadas, que estará incluído na app JMJ Lisboa 2023, e que todos deverão instalar no seu telemóvel ao chegar a Portugal.

JMJ com impacto estimado de até 564 milhões de euros

Estudo independente

JMJ com impacto estimado de até 564 milhões de euros

A realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 deverá ter “um impacto global estimado na economia nacional de “entre 411 a 564 milhões de euros, em termos de Valor Acrescentado Bruto, e entre 811 a 1 100 milhões de Euros, em termos de Produção”, avança a Fundação JMJ em comunicado divulgado esta quarta-feira, 5 de julho.

Indulgência plenária para quem visitar idosos sozinhos

Dia Mundial dos Avós

Indulgência plenária para quem visitar idosos sozinhos

Quem participar nas celebrações litúrgicas do Dia Mundial dos Avós (que se assinala a 23 de julho) e visitar um idoso “necessitado ou em dificuldade” – presencialmente ou por via digital – irá obter indulgência plenária, anunciou o Vaticano esta quarta-feira, 5 de julho, através da publicação de um decreto da Penitenciária Apostólica.

É preciso “transformar o sentido religioso em boas obras concretas”

Papa em entrevista

É preciso “transformar o sentido religioso em boas obras concretas”

“A nossa tarefa é transformar o sentido religioso em cooperação, em fraternidade, em boas obras concretas”, afirmou o Papa na sua mais recente entrevista, dada ao jornal Al-Ittihad. dos Emirados Árabes Unidos, e publicada esta segunda-feira, 3 de julho. “Hoje, precisamos de construtores de paz, não de fabricantes de armas; hoje precisamos de construtores de paz, não de instigadores de conflitos; precisamos de bombeiros, não de incendiários; precisamos de defensores da reconciliação, não de pessoas ameaçadas de destruição”, insistiu.

663 mil peregrinos, 32 mil voluntários, 2 mil jornalistas e 737 bispos inscritos na JMJ

Balanço a um mês do encontro

663 mil peregrinos, 32 mil voluntários, 2 mil jornalistas e 737 bispos inscritos na JMJ

Falta precisamente um mês para o arranque da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 e os números vão-se aproximando do que até agora eram apenas estimativas. A dúvida é: irão ultrapassá-las? Ninguém tem a resposta. O que se sabe é que há 663 mil peregrinos registados na primeira fase, dos quais 313 mil já finalizaram a sua inscrição, somando-se a estes 32.717 voluntários, 2.069 jornalistas e 737 bispos, de acordo com os dados divulgados esta sexta-feira, 30 de junho, pela organização. E sabe-se, claro, que estes números vão continuar a crescer.

Da prisão para a JMJ, ou como a fé transformou a vida de Pedro

Reportagem

Da prisão para a JMJ, ou como a fé transformou a vida de Pedro

A poucos dias de sair em liberdade, após seis anos detido por tráfico de estupefacientes, Pedro Silva fez questão de dar os últimos retoques nos 50 confessionários que, juntamente com outros quatro reclusos, construiu para serem usados durante a Jornada Mundial da Juventude. E foi ainda na prisão que contou ao 7MARGENS qual será uma das suas primeiras missões nesta nova vida que pretende agora começar: ser voluntário da JMJ e ajudar a montá-los no Parque do Perdão, em Lisboa.

Jesuítas mudam toponímia de Lisboa e levam cinco mil ao encontro com o Papa

Magis e JMJ

Jesuítas mudam toponímia de Lisboa e levam cinco mil ao encontro com o Papa

O Largo Trindade Coelho, em Lisboa, onde está a igreja com o mesmo nome, passará a chamar-se Largo da Misericórdia durante os últimos dias de Julho e os primeiros de Agosto. A mudança toponímica deve-se aos jesuítas, que ali irão concentrar dezenas de actividades durante os dias da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que decorre em Lisboa entre 1 e 6 de Agosto. Concertos ao vivo, entre os quais a banda sonora do filme A Missão, debates, início de passeios que aliam a cultura e a espiritualidade, tudo se concentrará naquele lugar do centro de Lisboa, lugar de passagem dos cerca de cinco mil jovens que os jesuítas mobilizaram para a JMJ.

Conselho de Ministros aprova amnistia e perdão de penas para jovens

A propósito da JMJ

Conselho de Ministros aprova amnistia e perdão de penas para jovens

O Governo português anunciou esta segunda-feira,19 de junho, a aprovação de uma proposta de lei que estabelece o perdão de penas e a amnistia de infrações praticadas por jovens entre os 16 e 30 anos. As medidas são justificadas com a realização em Portugal da Jornada Mundial da Juventude e a vinda do Papa Francisco, cujo pontificado tem sido “fortemente marcado pela exortação da reinserção social das pessoas em conflito com a lei penal”.

Francisco na Disney: Outra forma de JMJ?

[Olhar de teóloga]

Francisco na Disney: Outra forma de JMJ?

Confusa e assustada com o selo que o Vaticano, com uma grande falta de sensibilidade, emitiu sobre a JMJ de Lisboa e que, felizmente, foi retirado, vejo que poderia ser necessária outra forma de JMJ. Com um pouco de imaginação e criatividade seria possível ir reformando uma estrutura que não mudou desde que foi criada em 1984. O mundo e os seus habitantes mudaram muito desde então. Os jovens especialmente.

Os cinco dias do Papa Francisco em Portugal: programa

Jornada Mundial da Juventude

Os cinco dias do Papa Francisco em Portugal: programa

Oito discursos, duas homilias e uma saudação, além de conversas privadas várias estão na agenda apertada que o Papa cumprirá na visita que vai fazer a Portugal, para participar na Jornada Mundial da Juventude. No programa esta terça-feira divulgado em Roma, os pontos altos são a via-sacra (no dia 4), a vigília com os jovens (no dia 5) e a Eucaristia da Jornada, no domingo, dia 6.

Papa encontra-se com refugiados na Católica e vai a Cascais conhecer projecto de inclusão através das escolas

Vítimas de abusos e outras religiões também podem estar na agenda

Papa encontra-se com refugiados na Católica e vai a Cascais conhecer projecto de inclusão através das escolas

A viagem do Papa a Portugal entre 2 e 6 de Agosto, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude que começará oficialmente no dia 1, incluirá uma visita à Universidade Católica Portuguesa (UCP). O programa, que será oficialmente divulgado na manhã desta terça-feira, 6, no Vaticano e em Lisboa, inclui uma ida ao concelho de Cascais, soube também o 7MARGENS, para que Francisco possa conhecer a aplicação, em Portugal, do Scholas Occurrentes (“escolas de vizinhos”), um processo pedagógico que usa a arte, a tecnologia e o desporto para promover a inclusão social, e que foi lançado pelo actual Papa quando ainda era arcebispo de Buenos Aires.

Da favela para a JMJ: orquestra social Maré do Amanhã estreia-se em Portugal

Concertos em Cascais, Arouca e Porto

Da favela para a JMJ: orquestra social Maré do Amanhã estreia-se em Portugal

A orquestra Maré do Amanhã vem do outro lado do atlântico para atuar pela primeira vez em Portugal, mas é aqui que, desde sempre, tem as suas raízes fundadas. O seu diretor, Carlos Eduardo Prazeres, é filho do maestro português Armando Prazeres, sequestrado e assassinado na favela da Maré (Rio de Janeiro), em 1999. Onze anos depois, Carlos decidiu levar às crianças daquele local instrumentos musicais em vez de armas e criou a orquestra social que se apresentará em breve em várias cidades do nosso país, no âmbito da Jornada Mundial da Juventude.

Próxima JMJ será em Seul, na Coreia do Sul, em 2027

Segundo o "Religion Digital"

Próxima JMJ será em Seul, na Coreia do Sul, em 2027

A próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ) será em Seul, capital da Coreia do Sul, em 2027 – é o que garante, sem citar fontes, o Religion Digital de dia 1 de junho. O diário digital espanhol assegura que “no dia 6 de agosto, durante o encerramento da JMJ em Lisboa, o Papa Francisco anunciará o local do próximo encontro de jovens católicos, previsto para 2027. E será a Coreia do Sul, especificamente a sua capital, Seul”.

JMJ realizou em 2022 metade das receitas que tinha orçamentado

JMJ realizou em 2022 metade das receitas que tinha orçamentado

A Fundação Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 obteve no ano passado rendimentos de 4,798 milhões de euros (menos de metade do previsto no seu orçamento) e gastos de 1,083 milhões, do que resultaram 3,714 milhões (que comparam com os 7,758 milhões de resultados orçamentados). A Fundação dispunha, assim, a 31 de dezembro de 2022, de 4,391 milhões de euros de resultados acumulados em três anos de existência.

Uma conversa JMJ “conectada à vida”

Debate em Lisboa

Uma conversa JMJ “conectada à vida”

Com o objectivo de “incentivar a reflexão da juventude” sobre “várias problemáticas da actualidade, o Luiza Andaluz Centro de Conhecimento (LA-CC), de Lisboa, promove a terceira sessão das Conversas JMJ, intitulada “Apressadamente conectadas à vida”.

Profundamente insensata, a minha Igreja

Profundamente insensata, a minha Igreja

Hesitei entre dois títulos: “mais horror”, como que a prolongar a péssima telenovela em torno dos abusos sexuais, ou “profundamente insensata, a minha Igreja”, sublinhando desde o início a ideia que mesmo sendo a Igreja insensata, é a minha Igreja. Optei pela segunda, mas sem dúvida que é sob o signo da vergonha e da tristeza que escrevo estas linhas, depois do choque ao ver um selo do Vaticano sobre a JMJ 2023.

Portugal registou 417 objetores de consciência

Em 2022

Portugal registou 417 objetores de consciência

  O Ministério da Defesa registou no ano passado 417 objetores de consciência, jovens que invocaram “não poder usar a violência, de qualquer forma, contra o semelhante, quer se trate de defesa nacional, coletiva ou pessoal”, por “motivos de ordem religiosa,...

Papa à proa do Padrão dos Descobrimentos em novo selo do Vaticano

Edição comemorativa da JMJ Lisboa

Papa à proa do Padrão dos Descobrimentos em novo selo do Vaticano

Tal como o Infante D. Henrique inspirou e conduziu os navegadores portugueses à descoberta do novo mundo no século XVI, assim o Papa guia hoje os jovens e a Igreja na descoberta desta “mudança de época”. É esse o significado do novo selo comemorativo do Vaticano, alusivo à JMJ Lisboa 2023, que será lançado esta terça-feira, 16 de maio, e mostra Francisco e diversos jovens no lugar dos exploradores representados originalmente no Padrão dos Descobrimentos.

Juventude americana deprimida e assustada com a violência

Sondagem da Harvard Kennedy School

Juventude americana deprimida e assustada com a violência

Quase metade dos jovens americanos (48%) sentiram-se inseguros no mês passado, com 40 por cento preocupados com o facto de poderem vir a ser vítimas de violência armada, revela uma sondagem nacional realizada pelo Instituto de Política da Harvard Kennedy School junto de 2.069 jovens americanos entre os 18 e os 29 anos. A mesma percentagem (47%) reconhece “sentir-se em baixo, deprimido, ou sem esperança” e 24 por cento consideraram automutilar-se em vários dias durante as duas semanas anteriores ao inquérito realizado em meados de março.

“Precisamos de jovens despertos, que se interessem pelos outros”… e as JMJ podem ajudar, diz o Papa

Prefácio ao novo livro de Aura Miguel

“Precisamos de jovens despertos, que se interessem pelos outros”… e as JMJ podem ajudar, diz o Papa

O Papa foi dos primeiros a ter nas mãos o livro que a jornalista portuguesa Aura Miguel lança esta quinta-feira, 4 de maio, depois de ter aceite o desafio que esta lhe fez para que escrevesse o prefácio. Ao ler “Um Longo Caminho até Lisboa”, em que a vaticanista da Rádio Renascença conta como foi acompanhar as Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) ao longo dos últimos 30 anos, Francisco refletiu sobre os jovens de hoje. No seu texto, escreve sobre aquilo que o preocupa em relação a eles, e sobre como as JMJ podem ser parte da solução.

Cartas de um Teólogo a um Jovem de Hoje

Livro de Alexandre Freire Duarte

Cartas de um Teólogo a um Jovem de Hoje

Os jovens perguntam e querem respostas francas. O autor deste livro foi pegando, enquanto cristão e teólogo, nas suas aulas de Mundividência Cristã, em perguntas reais que lhe foram feitas no decurso de tais aulas e daí surgiram estas Cartas de um Teólogo a um Jovem de Hoje, agora reunidas em livro.

Papa e dez jovens comunicam para além das palavras

Papa e dez jovens comunicam para além das palavras

Dez jovens de várias nações juntaram-se para fazer perguntas ao Papa Francisco e partilhar as suas experiências sem filtros num documentário que saiu a 5 de Abril no serviço de streaming Disney+. O conteúdo foi decidido pelas questões dos jovens, mesmo se se nota que a produção escolheu pessoas com experiências em questões “quentes” como o aborto, os abusos sexuais, os LGBT, a pornografia, os refugiados, entre outras. (Opinião de Miguel Panão).

#NãoPodias, uma campanha para mostrar aos jovens o que mudou com o 25 de Abril

Nas redes sociais

#NãoPodias, uma campanha para mostrar aos jovens o que mudou com o 25 de Abril

Há 50 anos, a lista de proibições era longa e algumas delas podem parecer inconcebíveis aos olhos de quem nasceu em democracia. Assim, “para assinalar 50 anos de Liberdade e Democracia”, a Comissão Comemorativa 50 anos 25 de Abril acaba de lançar a Campanha #NãoPodias, uma iniciativa que “apela aos mais jovens para que não deem a Liberdade por adquirida, desafiando-os a escolherem uma de várias proibições impostas aos portugueses durante a ditadura e a partilharem essa informação e as suas reflexões nas plataformas digitais”.

Pin It on Pinterest

Share This