Segunda volta das Presidenciais francesas

Judeus e muçulmanos contra Le Pen, bispos católicos em silêncio

| 15 Abr 2022

voto eleições foto pexels

É “preciso apelar ao voto massivo em Emmanuel Macron como forma de preservar a nossa democracia”, afirmam os judeus em França. Foto © Pexels.

 

As instituições mais representativas dos muçulmanos e dos judeus de França divulgaram esta semana comunicados apelando ao voto no Presidente Emmanuel Macron na segunda volta das presidenciais, que terá lugar no domingo, 24 de abril. Os bispos católicos não tomaram, nem vão tomar, posição sobre o duelo Macron-Le Pen.

“Uma união republicana para impedir a extrema-direita de tomar o poder” é o título do comunicado tornado público na quinta-feira, 14 de abril, pelo Conselho Representativo das Instituições Judias em França (Crif), a instituição que é tida como porta-voz dos judeus daquele país. “As nossas liberdades individuais, a nossa diversidade cultural, as nossas tradições e a estabilidade do nosso país estão em perigo”, escreve o Crif para o qual os resultados da primeira volta das presidenciais mostram “o enfraquecimento do campo republicano e o perigoso reforço dos partidos populistas de extrema-direita e de extrema-esquerda”. Tudo isto são razões para que “seja preciso apelar ao voto massivo em Emmanuel Macron como forma de preservar a nossa democracia.”

Duas instituições representantes da segunda religião em França vieram na sexta-feira, 15, também apelar ao voto no atual Presidente. Assinado pelo seu reitor, Chems-eddine Hafiz, a Grande Mesquita de Paris divulgou um comunicado intitulado “Votemos em Emmanuel Macron”, em que argumentava: “O funcionamento democrático infelizmente não impede os discursos de ódio e mentirosos que atribuem todos os males da sociedade à presença muçulmana. Esta posição (conduzirá a um drama histórico se não a conseguirmos parar.”

Também a Reunião dos Muçulmanos de França (RMF) veio tornar público que “apenas o voto em Emmanuel Macron permite ao nosso país preservar os princípios republicanos e consolidar os valores de abertura, de tolerância e solidariedade que sempre o animaram.”

Enquanto os responsáveis das religiões minoritárias tomavam posição, mobilizando os seus fiéis contra a candidata da extrema-direita, os bispos franceses, primeiros representantes da mais importante religião em França, nada disseram, e nada dirão, sobre o duelo Le Pen-Macron de dia 24 (ver La Croix de 15 de abril).

Em 2002, muitos deles tomaram posição a favor de Jacques Chirac (gaulista) contra Jean-Marie Le Pen (extrema-direita e pai da atual candidata Marine Le Pen). Era, então, a primeira vez na história da república francesa que um candidato de extrema-direita disputava a segunda volta das presidenciais que Chirac veio a vencer de forma categórica (mais de 82% dos votos). Mas, mais recentemente, os bispos franceses têm evitado tomar qualquer posição explícita – não apelaram, por exemplo, ao voto contra Marine Le Pen em 2017 –, apesar dos duelos na segunda volta das presidenciais francesas continuarem a envolver um candidato de extrema-esquerda. Recorde-se que as sondagens realizadas à boca das urnas da primeira volta (7 de abril) indicaram que mais de 40 por cento dos católicos votou num dos candidatos de extrema-direita (ver 7MARGENS).

 

“Trabalho digno” é o “caminho para a paz e justiça social”, defende MMTC

Mensagem e conferência online

“Trabalho digno” é o “caminho para a paz e justiça social”, defende MMTC novidade

“Num mundo em conflito, com profundas desigualdades e ambientalmente insustentável, o trabalho digno representa o caminho para a paz e a justiça social”, defende o Movimento Mundial de Trabalhadores Cristãos, na véspera do Dia Internacional pelo Trabalho Digno, que se assinala  a 7 de outubro. A mensagem foi divulgada em Portugal pela Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos, nesta quinta-feira, 6, data em que dinamiza, pelas 21 horas, uma videoconferência subordinada ao tema “Trabalho digno para todos”.

Responsáveis religiosos contra desalojamento de comunidade mapuche

Argentina

Responsáveis religiosos contra desalojamento de comunidade mapuche novidade

Os líderes de diferentes Igrejas cristãs de Bariloche (cidade na região da Patagónia Argentina) apelaram esta quarta-feira, 5, à busca de vias de diálogo e de paz, depois de no dia anterior as forças policiais federais terem iniciado uma operação de desalojamento de uma comunidade indígena mapuche, recorrendo ao uso de gás lacrimogéneo e balas de borracha, e que resultou na detenção de pelo menos dez pessoas, entre elas uma mulher grávida e cinco menores.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Dia 4 de outubro

Filme “A Carta” exibido em Campo de Ourique

O documentário “A Carta” que relata a história da Encíclica Laudato Si’, recolhe depoimentos de vários ativistas do clima e tem como estrela principal o próprio Papa Francisco vai ser exibido no auditório da Escola de Hotelaria e Turismo na terça-feira, dia 4 de outubro, às 21h15.

Bispo Bätzing “impede” visita do cardeal Koch à Alemanha

Em causa disputa sobre o Caminho Sinodal alemão

Bispo Bätzing “impede” visita do cardeal Koch à Alemanha novidade

O cardeal Kurt Koch, prefeito do Dicastério para a Unidade dos Cristãos, cancelou a sua visita à Alemanha, depois do bispo Georg Bätzing, presidente da Conferência Episcopal daquele país, ter dito que ele não seria bem-vindo enquanto não tornasse público um pedido de desculpas pelas afirmações feitas no final de setembro contra o Caminho Sinodal alemão, noticia o jornal católico The Pillar na sua edição de 3 de outubro.

Silêncio: devolver à vida a sua beleza

Livro de oração

Silêncio: devolver à vida a sua beleza novidade

Será um passo paradoxal falar do silêncio: afinal, ele será rompido para que dele se fale. Mas sabemos, na nossa experiência quotidiana, como a ausência de reflexão pode ser sinónimo, não de silêncio, mas de um adormecimento nos ruídos, distrações e imagens que constantemente nos interpelam.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This