Lavou-nos a Cruz os olhos, enxugou-os o túmulo vazio

| 4 Abr 21

O Sábado antecipa o despertar de Domingo de Páscoa. A cruz lavou-nos os olhos, enxugados pelo túmulo vazio. Uma proposta de meditação pascal, a partir de dois poemas de Luís Soares Barbosa.

Assombro

Ilustração: Sieger Köder, Assombro

 

DÉCIMA TERCEIRA ESTAÇÃO
O próprio caminho veio ao teu encontro e
te despertou do sono em que dormias.

quantas portas se abriram sem que esperássemos
mais que a errância fissurada do olhar
o amor breve
incerto litoral de onde fossemos?
quantas portas se abriram depois dessas
sempre que a noite se cerrou à nossa volta?

ao arrepio de quanto a idade teme
e do que a prudência aconselha em voz corrida
não é adequado preparar o corpo para túmulo

por maior que seja a extensão da morte
dela ainda será pedra removida

pois teu corpo é meu corpo levantado
e nem lava avareza ou imundície
o reterá na orla do crepúsculo

 

 

 

DÉCIMA QUARTA ESTAÇÃO
lavou-nos a Cruz os olhos; enxugou-os o túmulo vazio

a minha oração é um deserto nevado
em tua cruz se crava o meu silêncio

nós, os que estamos no campo das perguntas,
não procuramos meteoritos ou prodígios
nem paisagem nem céu será bastante
nem o teu rosto que supliciado o ocultam os cabelos
nem tão pouco o sangue em que romântica se compraz a compaixão

nós, os que fazemos o campo das perguntas,
reconhecemos-te às vezes quando o pão se parte
e o olhar se resguarda enxuto das miragens

a nossa lavoura é deus que vem
e este humano ofício de pensar,
certa manhã quando por fim erguida,
as mãos vazias
que o amor visitam
que no amor vacilam

 

 

Autor dos poemas: Luís Soares Barbosa
Voz: António Durães
Produção: Eduardo Jorge Madureira

 

Jorge Sampaio, um laico cristão

Jorge Sampaio, um laico cristão novidade

Já tudo, ou quase tudo, foi dito e escrito sobre a figura do Jorge Sampaio. Assinalando a sua morte, foram, por muitos e de múltiplas formas, sublinhadas as diversas facetas definidoras da sua personalidade nos mais diversos aspetos. Permitam-me a ousadia de voltar a este tema, para sublinhar um aspeto que não vi, falha minha porventura, sublinhado como considero ser merecido.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Escutar todos, com horizontes para lá das “fronteiras” da Igreja

Inquérito sobre o Sínodo

Escutar todos, com horizontes para lá das “fronteiras” da Igreja novidade

O Papa observava, no encontro sinodal com a sua diocese de Roma, no último sábado, 18, que escutar não é inquirir nem recolher opiniões. Mas nada impede que se consultem os cristãos sobre as “caraterísticas e âmbito” que “entendem dever ter a escuta que as igrejas diocesanas são chamadas a realizar, desde 17 de outubro próximo até ao fim de março-abril de 2022. Era esse o terceiro ponto da consulta feita pelo 7Margens, cujas respostas damos hoje a conhecer.

Nova estratégia de combate ao antissemitismo será apresentada em outubro

União Europeia

Nova estratégia de combate ao antissemitismo será apresentada em outubro novidade

A União Europeia (UE) deverá divulgar, no próximo mês de outubro, uma “nova estratégia de combate ao antissemitismo e promoção da vida judaica”. A iniciativa surge na sequência da disseminação do racismo antissemita em inúmeros países da Europa, associada a teorias da conspiração que culpabilizam os judeus pela propagação da covid-19, avançou esta quarta-feira, 22, o Jewish News.

Livrai-nos do Astérix, Senhor!

Livrai-nos do Astérix, Senhor! novidade

A malfadada filosofia do politicamente correcto já vai no ponto de apedrejar a cultura e diabolizar a memória. A liberdade do saber e do saber com prazer está cada vez mais ameaçada. Algumas escolas católicas do Canadá retiraram cerca de cinco mil títulos do seu acervo por considerarem que continham matéria ofensiva para com os povos indígenas.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This