Liberdade religiosa tem cada vez mais restrições, diz relatório alemão

| 29 Out 20

Liberdade religiosa. Relatório Alemanha

Apresentação do relatório do governo alemão sobre Liberdade Religiosa. Foto: Direitos reservados

 

A liberdade religiosa enfrenta cada vez mais restrições no mundo, segundo um relatório do governo federal alemão, que verifica que “três quartos da população mundial vivem num país que restringe a sua liberdade de religião e crença”.

Este segundo estudo do governo alemão sobre o tema regista que, nos últimos anos, “estas restrições continuam a aumentar”, como salientou o comissário alemão para a Liberdade Religiosa, Markus Grüber, citado pelo Religión Digital. Os cristãos são a comunidade mais afectada, mas todas as religiões sofrem perseguição e discriminação em diferentes partes do mundo, acrescenta, segundo a mesma fonte.

O relatório destaca a situação na China, com particular ênfase na situação dos muçulmanos uigures, apelando a que as Nações Unidas dêem mais informações sobre o que se passa.

Um grupo de senadores dos EUA apresentou, entretanto, uma uma resolução que visa declarar a China como culpada do genocídio de uigures e outras minorias muçulmanas, como se conta nesta outra notícia do 7MARGENS.

A primeira parte do documento fala da realidade de 30 países e da sua evolução, da Síria ao Sudão. Na segunda parte, o relatório concentra-se na blasfémia e nas leis anti-conversão, comunicação digital e educação. Nestes capítulos, lamenta-se a “influência devastadora” do discurso do ódio em assuntos religiosos, dando o exemplo dos rohingya, perseguidos em Myanmar.

Além de Grüeber, o relatório foi apresentado pelo arcebispo católico Ludwig Schick, de Bamberg, que insistiu que “sem o reconhecimento estatal e social da liberdade religiosa, a vida humana será fundamentalmente prejudicada”.

Os bispos católicos alemães apoiaram a realização do estudo e apelam ao reconhecimento estatal e social da liberdade religiosa.

 

Jorge Sampaio, um laico cristão

Jorge Sampaio, um laico cristão novidade

Já tudo, ou quase tudo, foi dito e escrito sobre a figura do Jorge Sampaio. Assinalando a sua morte, foram, por muitos e de múltiplas formas, sublinhadas as diversas facetas definidoras da sua personalidade nos mais diversos aspetos. Permitam-me a ousadia de voltar a este tema, para sublinhar um aspeto que não vi, falha minha porventura, sublinhado como considero ser merecido.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Escutar todos, com horizontes para lá das “fronteiras” da Igreja

Inquérito sobre o Sínodo

Escutar todos, com horizontes para lá das “fronteiras” da Igreja novidade

O Papa observava, no encontro sinodal com a sua diocese de Roma, no último sábado, 18, que escutar não é inquirir nem recolher opiniões. Mas nada impede que se consultem os cristãos sobre as “caraterísticas e âmbito” que “entendem dever ter a escuta que as igrejas diocesanas são chamadas a realizar, desde 17 de outubro próximo até ao fim de março-abril de 2022. Era esse o terceiro ponto da consulta feita pelo 7Margens, cujas respostas damos hoje a conhecer.

Nova estratégia de combate ao antissemitismo será apresentada em outubro

União Europeia

Nova estratégia de combate ao antissemitismo será apresentada em outubro novidade

A União Europeia (UE) deverá divulgar, no próximo mês de outubro, uma “nova estratégia de combate ao antissemitismo e promoção da vida judaica”. A iniciativa surge na sequência da disseminação do racismo antissemita em inúmeros países da Europa, associada a teorias da conspiração que culpabilizam os judeus pela propagação da covid-19, avançou esta quarta-feira, 22, o Jewish News.

Livrai-nos do Astérix, Senhor!

Livrai-nos do Astérix, Senhor! novidade

A malfadada filosofia do politicamente correcto já vai no ponto de apedrejar a cultura e diabolizar a memória. A liberdade do saber e do saber com prazer está cada vez mais ameaçada. Algumas escolas católicas do Canadá retiraram cerca de cinco mil títulos do seu acervo por considerarem que continham matéria ofensiva para com os povos indígenas.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This