Libertados os dez religiosos e leigos que haviam sido sequestrados no Haiti

| 1 Mai 21

Foram libertados no Haiti os religiosos e leigos raptados no dia 11 de abril, segundo divulgou a Sociedade dos Sacerdotes de São Tiago, sediada em França, em comunicado citado pela Associated Press.

A Sociedade, que é responsável por missões católicas no Haiti e no Brasil, não deu informações sobre as condições ou modo da libertação, limitando-se a manifestar “alegria e grande satisfação por encontrá-los sãos e salvos” e a agradecer especialmente aos embaixadores da França e dos Estados Unidos “pelo seu discreto e eficaz apoio diplomático”.

O grupo de sequestrados era composto por dez pessoas, entre as quais cincos padres e duas religiosas e ainda por familiares dos padres. Todos se dirigiam à tomada de posse de um pároco, nos arredores de Porto Príncipe. Cerca de uma semana depois do rapto, foi libertada uma mulher do grupo, devido a problemas de saúde.

Este caso, que teve bastante eco internacional por dois dos religiosos serem de origem francesa, é apenas mais um entre dezenas ou centenas de outros sequestros da autoria de gangs que controlam de facto bairros e zonas da capital do Haiti e dos arredores.

 

Investigação sobre Goa e catolicismo oriental distingue Ângela Xavier na Índia

Infosys premeia historiadora

Investigação sobre Goa e catolicismo oriental distingue Ângela Xavier na Índia novidade

O Prémio Infosys 2021 em Humanidades, da prestigiada fundação indiana Infosys Science Foundation, foi atribuído à historiadora portuguesa Ângela Barreto Xavier “pela sua profunda pesquisa e sofisticada análise da conversão e violência no Império Português na Índia, especialmente em Goa”. O júri destaca a contribuição significativa da galardoada para a “história social e cultural do colonialismo português”, concretizando uma voz “importante e original” no que à história colonial e imperial diz respeito.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Novo arcebispo de Braga quer “portas abertas” para todos novidade

O novo arcebispo de Braga, D. José Cordeiro, saudou a sua nova diocese manifestando a vontade de construir uma “Igreja em saída” missionária e “uma Igreja sinodal samaritana de portas abertas para todos”. O até agora bispo de Bragança-Miranda propõe as atitudes de escuta, conversão, confiança, comunhão, coragem criativa e oração como “caminhos sempre a percorrer no processo sinodal para uma Igreja de hoje”.

Dois terços dos jovens adultos católicos não vão à missa

EUA

Dois terços dos jovens adultos católicos não vão à missa novidade

Mais de um terço (36%) dos jovens adultos católicos americanos nunca frequentava a missa e quase um terço (31%) raramente o fazia, revela um inquérito realizado pelo centro de estudos CARA e divulgado esta quinta-feira, 2 de dezembro. Os dados recolhidos dizem respeito às práticas deste grupo anteriores à pandemia.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This