COP26

Líderes religiosos assinam apelo conjunto para travar alterações climáticas

| 1 Out 2021

alok sharma presidente cop 26 foto twitter

O apelo conjunto assinado pelos líderes religiosos vai ser entregue a Alok Kumar Sharma, presidente designado da COP26. Foto: Direitos reservados.

 

Diversos líderes religiosos mundiais, incluindo o Papa Francisco, vão assinar no Vaticano um apelo conjunto para travar as alterações climáticas, anunciou esta sexta-feira, 1 de outubro, a sala de imprensa da Santa Sé. O gesto acontecerá no dia 4 de outubro, durante o encontro “Fé e Ciência: Rumo à COP 26”, refere a agência Ecclesia. A sessão, na manhã de segunda-feira, coincide com a festa litúrgica de São Francisco de Assis.

O apelo conjunto assinado pelos líderes religiosos, durante o encontro no Vaticano, vai ser entregue a Alok Kumar Sharma, presidente designado da COP26, e a Luigi Di Maio, ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional da Itália.

 

O que têm dito os papas sobre a paz

Debate e oração no Rato, em Lisboa

O que têm dito os papas sobre a paz novidade

As mensagens dos Papas para o Dia Mundial da Paz é o tema da intervenção do padre Peter Stilwell neste sábado, 3 de Dezembro (Capela do Rato, em Lisboa, 19h), numa iniciativa integrada nas celebrações dos 50 anos da vigília de oração pela paz que teve lugar naquela capela, quando um grupo de católicos quis permanecer em oração durante 48 horas, em reflexão sobre a paz e contra a guerra colonial.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Ministro russo repudia declarações do Papa

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This