Novo livro de Luís Soares Barbosa

“Longos Dias Breve o Medo” apresentado em Braga, Guimarães e Porto

| 20 Mai 2022

Ilustração da capa do livro de Luís Soares Barbosa. © Catarina Barbosa.

Ilustração da capa do livro de Luís Soares Barbosa. © Catarina Barbosa.

 

Decorre na tarde deste sábado, 21, a partir das 15h30, a sessão de apresentação de Longos Dias Breve o Medo, o novo livro de poesia de Luís Soares Barbosa. A apresentação da obra, editada pela Officium Lectionis, será feita por Eduardo Jorge Madureira, que integra a equipa do 7MARGENS, e terá lugar na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (BLCS), em Braga, com entrada livre.

Luís Soares Barbosa publicou onde sopra o vento (Edições Quasi, 2004), embora seja noite (2007), sobre fio de lume (2008), ambos na Cosmorama. Em 2016, a Câmara Municipal de Braga editou e fico só e falo com as sombras, livro distinguido com o Prémio Literário Maria Ondina Braga, que o próprio entende como um “pequeno roteiro para uma fotobiografia da Maria Ondina Braga”.

Profissionalmente, Luís Soares Barbosa é professor catedrático da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, diretor do Departamento de Informática daquela Escola e investigador sénior no INESC-TEC. Desde 2016 é também diretor adjunto da Unidade Operacional em Governação Eletrónica da Universidade das Nações Unidas.

O livro terá ainda sessões de apresentação em Guimarães no próximo dia 28, às 21h30 (Livraria Rimas e Tabuadas) e no Porto, ao fim da tarde de 1 de julho, no âmbito de um colóquio da Cátedra Poesia e Transcendência, da Universidade Católica. Além do texto referido antes, Luís Soares Barbosa publicou no 7MARGENS uma evocação de Fernando Echevarría, por altura da morte deste poeta, em Outubro do ano passado.)

Reproduz-se a seguir um poema incluído no novo livro, divulgado pela BLCS:

não são lugares, luzeiros, estorninhos,
tardes de chuva onde os dedos pousem
ou o olhar se cale.
não são ecos, eixos, gradações,
imagens soletradas, palavras em excesso,
quando o corpo cai.
colecciono, porém, as irregulares ondulações da pele,
se é propícia a fuga, o sítio onde
junto, às vezes, rios,
uma mulher tangendo as águas divididas,
seu rebanho volúvel e fantástico.
colecciono em chama a carne viva.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

À espera

[Os dias da semana]

À espera novidade

Quase todos se apresentam voltados para o sítio onde estão Maria e José, que têm, mais por perto, a companhia de um burro e de uma vaca. Todos esperam. Ao centro, a manjedoura em que, em breve, será colocado o recém-nascido. É tempo agora de preparar a sua chegada, esse imenso acontecimento, afinal de todas as horas.

Bispo Carlos Azevedo passa da Cultura para as Ciências Históricas

Novo cargo no Vaticano

Bispo Carlos Azevedo passa da Cultura para as Ciências Históricas novidade

O bispo português Carlos Azevedo foi nomeado neste sábado para o lugar de delegado (“número dois”) do Comité Pontifício para as Ciências Históricas, deixando o cargo equivalente que desempenhava no Dicastério para a Cultura e a Educação, da Santa Sé, que há poucas semanas passou a ser dirigido pelo também português cardeal José Tolentino Mendonça.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This