Vatican Mall envolto em polémica

Luxuoso centro comercial prestes a abrir no Vaticano

| 10 Out 2022

vatican mall website centro comercial vaticano foto DR

Além de 50 lojas e inúmeros restaurantes, o Vatican Mall incluirá o espaço “Arte e Cultura” e promete, no seu site, apoiar campanhas de defesa dos direitos humanos.

 

Inaugura em novembro, a poucos metros da Basílica de São Pedro, num imóvel que é propriedade da Igreja Católica, o Vatican Mall: um luxuoso centro comercial que promete disponibilizar “apenas as melhores marcas italianas e internacionais”, com produtos “livres de impostos” para cidadãos de fora da União Europeia, e cuja abertura tem estado envolta em polémica nos meios de comunicação italianos.

O edifício onde se localiza o novo espaço comercial, vizinho da Pontifícia Universidade Urbaniana, pertence à Congregação para a Evangelização dos Povos e encontra-se arrendado à sociedade italiana Terminal Vaticano, que por sua vez o terá sub-alugado à empresa Gasak srl, que se assume como gestora do Vatican Mall, de acordo com um comunicado emitido pela própria e divulgado pelo jornal Avvenire na semana passada.

Além de incluir a palavra “Vatican” no nome, o logotipo do centro comercial é encimado pela silhueta da Basílica de São Pedro, numa clara identificação da marca com o local onde abrirá portas, com vista para aquele que é o maior e mais importante edifício religioso da Igreja Católica e um dos lugares sagrados mais visitados em todo o mundo.

De acordo com o diário la Reppublica, o projeto terá sido selecionado pelo cardeal Luis Antonio Tagle, prefeito da congregação detentora do espaço, entre várias propostas recebidas para o mesmo local, onde funcionava anteriormente uma escola de formação para as enfermeiras do hospital pediátrico Bambino Gesù.

Além de 50 lojas, inúmeros restaurantes, serviço de “personal shopper” e parque de estacionamento, o Vatican Mall incluirá o espaço “Arte e Cultura”, dedicado à exposição e promoção do trabalho de artistas modernos e contemporâneos, e promete o apoio a campanhas de defesa dos direitos humanos, nomeadamente através do “Social Glamour”, um projeto de criação de  roupa e acessórios que veiculem “mensagens sociais”, segundo pode ler-se no site do centro comercial.

 

Santuário de São João Paulo II, nos EUA, vai tapar obras de arte de Rupnik

Para "dar prioridade às vítimas"

Santuário de São João Paulo II, nos EUA, vai tapar obras de arte de Rupnik novidade

Os Cavaleiros de Colombo, maior organização leiga católica do mundo, anunciaram esta quinta-feira,11 de julho, que irão cobrir os mosaicos da autoria do padre Marko Rupnik, acusado de abusos sexuais e de poder, que decoram as duas capelas do Santuário Nacional de São João Paulo II, em Washington, e a capela da sede da organização em New Haven, Connecticut (EUA). A decisão, inédita na Igreja, surge uma semana depois de o bispo de Lourdes ter admitido considerar que os mosaicos do padre e artista esloveno que decoram o santuário mariano francês acabarão por ter de ser retirados.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“E tu, falas com Jesus?”

“E tu, falas com Jesus?” novidade

Em matéria de teologia, tendo a sentir-me mais próxima do meu neto X, 6 anos, do que da minha neta F, de 4. Ambos vivem com os pais e uma irmã mais nova em Londres. Conto dois episódios, para perceberem onde quero chegar. Um dia, à hora de deitar, o X contou à mãe que estava “desapontado” com o seu dia. Porquê? Porque não encontrara o cromo do Viktor Gyokeres, jogador do Sporting, um dos seus ídolos do futebol; procurou por todo o lado, desaparecera. Até pedira “a Jesus” para o cromo aparecer, mas não resultou. [Texto de Ana Nunes de Almeida]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This