Maiores confissões dos Estados Unidos receiam distanciamento de jovens por causa dos abusos sexuais e políticas LGBT

| 14 Mar 19

Os últimos tempos têm sido devastadores para três das maiores denominações religiosas dos Estados Unidos, à medida que surgem escândalos de abusos sexuais e que a exclusão de pessoas LGBT motivam preocupação dentro da Igreja Católica, da Convenção Baptista do Sul e das Igrejas Metodistas. Aumenta o receio de que estas crises alienem jovens desencantados com a religião organizada, noticia a Associated Press, resumindo o que se tem passado nas principais confissões do país. 

Para a Igreja Católica, a dimensão dos abusos sexuais que tem vindo a público nas últimas duas décadas agravou-se exponencialmente nos últimos meses e muitas dioceses tornaram-se alvos de investigação. A Convenção Baptista do Sul, a maior denominação protestante dos Estados Unidos, viu-se confrontada com a sua própria crise de abusos sexuais há três semanas, por meio de uma investigação desenvolvida pelos jornais Houston Chronicle e San Antonio Express-News. Nesta investigação, foram denunciados casos de má-conduta sexual de pastores, responsáveis e funcionários durante os últimos 20 anos sobre 700 vítimas – três meses depois de uma outra investigação ter denunciado mais de 400 casos de alegada conduta sexual inadequada em 187 igrejas evangélicas batistas de 40 estados dos EUA. 

Já na Igreja Metodista o problema tem sido outro: uma rotura inconciliável relativa a casamentos entre pessoas do mesmo sexo e ordenação de clero LGBT. Aproximadamente 53 por cento dos delegados a uma conferência geral da Igreja votaram para manter essas práticas banidas, enquanto que os restantes enfrentam a escolha de sair da Igreja ou continuar a lutar pela inclusão desses membros.

Para o pastor Adam Hamilton, da Igreja Metodista de Leakwood (Kansas), o resultado desta votação levará a um afastamento de novos pastores e outros jovens adultos: “Três em cada quatro millenials que vivem nos Estados Unidos apoiam o casamento entre pessoas do mesmos sexo e não querem fazer parte de uma Igreja que faz os seus amigos sentirem-se como cristãos de segunda-classe.”

Mesmo antes destas últimas crises, as denominações cristãs nos Estados Unidos têm perdido membros progressivamente. O mais recente inquérito do Pew Research Center, relativo à paisagem religiosa do país, revelou que o maior crescimento tinha ocorrido nas pessoas que se dizem “não afiliadas” a qualquer religião – agnósticos, ateus ou nada em particular. Os últimos são equiparados aos chamados nones – normalmente jovens que querem espiritualidade nas suas vidas e que, em geral, se sentem desencantados com as confissões institucionalizadas.

Artigos relacionados

Breves

De 1 a 31 de Julho

Helpo promove oficina de voluntariado internacional

  Encerram nesta sexta-feira, 24 de Junho, as inscrições para a Oficina de Voluntariado Internacional da Helpo, que decorre entre 1 e 3 de Julho. A iniciativa é aberta a quem se pretenda candidatar ao Programa de Voluntariado da Organização Não Governamental para...

Boas notícias

Doação de ara romana reforça espólio do Museu D. Diogo de Sousa

Ocaere, divindade autóctone

Doação de ara romana reforça espólio do Museu D. Diogo de Sousa

A doação de uma ara votiva romana guardada ao longo de várias décadas pela família Braga da Cruz, de Braga, enriquece desde esta sexta-feira, dia 1, o espólio do Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa (MADDS), estando já exposta para fruição do público. A peça, que passou a integrar a coleção permanente daquele Museu, foi encontrada num quintal particular no município de Terras de Bouro, pelo Dr. Manuel António Braga da Cruz (1897-1982), que viria, depois, a conseguir que o proprietário lha cedesse.

É notícia 

Entre margens

As armas e a vida

Quando se discute esta questão da maior ou menor facilidade de acesso à posse de armas, e do mais ou menos restritivo regime legal desse acesso, não posso deixar de recordar vários casos com que lidei ao longo da minha carreira de juiz. Casos em que só o acesso a uma arma poderá explicar o seu desfecho trágico de perda de vida humanas.

Saúde mental dos jovens: a urgência de um novo paradigma

A saúde mental dos jovens tem-se vindo a tornar, aos poucos, num tema com particular relevância nas reflexões da sociedade hodierna, ainda que se verifique que estas possam, muitas das vezes, não resultar em concretizações visíveis e materializar em soluções para os problemas que afetam os membros desta mesma sociedade. A verdade é que, apesar de todos os esforços por parte dos profissionais de saúde e também das pessoas, toda a temática é, ainda, envolvida por uma “bolha de estigmas”, o que a transforma numa temática-tabu.

Cultura e artes

Ocaere, divindade autóctone

Doação de ara romana reforça espólio do Museu D. Diogo de Sousa

A doação de uma ara votiva romana guardada ao longo de várias décadas pela família Braga da Cruz, de Braga, enriquece desde esta sexta-feira, dia 1, o espólio do Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa (MADDS), estando já exposta para fruição do público. A peça, que passou a integrar a coleção permanente daquele Museu, foi encontrada num quintal particular no município de Terras de Bouro, pelo Dr. Manuel António Braga da Cruz (1897-1982), que viria, depois, a conseguir que o proprietário lha cedesse.

Festival Terras sem Sombra

Alter do Chão recebe recital de voz e piano

O Cineteatro de Alter do Chão acolhe este sábado, 2 de julho, pelas 21h30, um recital da soprano Carla Caramujo e da pianista Lígia Madeira, no âmbito do Festival Terras sem Sombra (FTSS). Intitulado “O Triunfo da Primavera: Canções de Debussy, Poulenc, Fragoso, Lacerda, Schubert e Wolf”, o concerto promete levar o público a diferentes geografias musicais, do século XIX ao período contemporâneo.

Sete Partidas

Acolher sem porquês

Eu e o meu namorado vivemos na Alemanha e decidimos desde o início da guerra na Ucrânia hospedar refugiados em nossa casa. Pensámos muito: nenhum de nós tem muito tempo disponível e sabíamos que hospedar refugiados não é só ceder um quarto, é ceder paciência, muita paciência, compreensão, ajuda com documentos…

Visto e Ouvido

Igreja tem política de “tolerância zero” aos abusos sexuais, mas ainda está em “processo de purificação”

D. José Ornelas

Bispo de Setúbal

Agenda

[ai1ec view=”agenda”]

Ver todas as datas

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This