Mais de 19 mil desalojados devido às cheias no Gan

| 3 Out 20

As cheias que atingiram o Gana nas últimas semanas já deixaram mais de 19 mil pessoas sem casa, incluindo perto de seis mil crianças. A Cáritas tem estado a socorrer as populações, através da distribuição de alimentos e outros bens, e voltou a apelar para que o problema, que se arrasta há já quase duas décadas, seja resolvido “na sua origem”, avançou esta quinta-feira, 1 de outubro, o Vatican News.

Mais de 2.500 casas foram destruídas, pelo menos sete pessoas perderam a vida e cerca de 4.500 hectares de plantações ficaram inutilizados devido às inundações. Mas “a dimensão total do desastre humanitário ainda não foi contabilizada, porque ainda existem possíveis consequências da poluição da água causada pelas cheias”, alertou o bispo Alfred Agyenta, da diocese de Navrongo-Bolgatanga, no norte do Gana, uma das mais afetadas pelas cheias.

Além das chuvas torrenciais, várias inundações neste país da África Ocidental, situado no Golfo da Guiné, têm sido provocadas por uma rutura da barragem de Bagrè, no Burkina Faso, que faz fronteira com o Gana. A barragem foi construída em 1992 e desde então que representa um risco acrescido para as populações do nordeste do Gana. O coordenador da Cáritas local, Zan Akologo, sublinhou a importância de se encontrar uma solução para o problema da barragem, que “atenuaria as consequências dos desastres naturais recorrentes”.

 

125 padres e católicos alemães assumem publicamente condição LGBTQI

Manifesto inédito em todo o mundo

125 padres e católicos alemães assumem publicamente condição LGBTQI novidade

Um total de 125 pessoas, incluindo vários padres, trabalhadores a tempo inteiro ou voluntários na Igreja Católica nos países de língua alemã, anunciam hoje a sua condição LGBTQI+. A iniciativa tem o título #OutInChurch. Por uma Igreja sem medo e acompanha, também, a emissão de um documentário televisivo. É a primeira vez na história, em todo o mundo, que um grupo de crentes se assume deste modo, colectivamente, na praça pública.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

A roseira que defende a vinha: ainda a eutanásia

A roseira que defende a vinha: ainda a eutanásia novidade

Há tempos, numa visita a uma adega nacional conhecida, em turismo, ouvi uma curiosa explicação da nossa guia que me relembrou imediatamente da vida de fé e das questões dos tempos modernos. Dizia-nos a guia que é hábito encontrar roseiras ao redor das vinhas como salvaguarda: quando os vitivinicultores encontravam algum tipo de doença nas roseiras, algum fungo, sabiam que era hora de proteger a vinha, de a tratar, porque a doença estava próxima.

Um caderno para imprimir e usar

Sínodo 2021-23

Um caderno para imprimir e usar

Depois de ter promovido a realização de dois inquéritos sobre o sínodo católico 2021-23, o 7MARGENS decidiu reunir o conjunto de textos publicados a esse propósito num caderno que permita uma visão abrangente e uma utilização autónoma do conjunto. A partir de agora, esse caderno está disponível em ligação própria.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This