Extrema-direita queima Alcorão

Manifestações violentas na Suécia

| 17 Abr 2022

Protestos na Suécia tiveram início depois de uma cópia do Corão ter sido queimada na via pública. Captura de ecrã de noticiário sueco.

Protestos na Suécia tiveram início depois de uma cópia do Corão ter sido queimada na via pública. Foto © Captura de ecrã de noticiário sueco.

 

A Semana Santa na Suécia ficou marcada por várias manifestações e confrontos violentos entre a polícia e manifestantes, em virtude dos comícios promovidos pelo partido de extrema direita Stram Kurs, cujo líder, Rasmus Paludan, queimou uma cópia do Corão na rua, numa zona fortemente habitada pela população muçulmana.

Os confrontos foram quase imediatos e têm-se espalhado por várias cidades onde o partido de extrema direita pretendia realizar o mesmo tipo de ações. Nos confrontos, vários polícias já ficaram feridos e algumas pessoas têm sido detidas por perturbação da ordem pública, sendo que uma delas foi detida por tentativa de homicídio, após tentar atropelar alguns polícias e ter batido contra um carro anti-motim da polícia.

No sábado, um responsável da polícia sueca afirmou que, apesar dos protestos, “o limite para a liberdade de expressão é elevado”, pelo que os comícios anti-islâmicos não iriam ser proibidos, apesar das situações que estavam a acontecer no terreno.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Polícia da moralidade encerrada no Irão

Protestos a produzir efeitos

Polícia da moralidade encerrada no Irão novidade

A ausência de polícia de moralidade nas ruas de Teerão e de outras grandes cidades iranianas nos últimos meses alimentaram a especulação que foi confirmada na noite de sábado pelo Procurador-Geral do Irão, Mohammad Jafar Montazeri, de que a polícia havia sido desmantelada por indicação “do próprio local onde foi estabelecida”.

Um Deus mergulhado na nossa humanidade

Um Deus mergulhado na nossa humanidade novidade

Diante de uma elite obcecada pelo ritualismo de pureza, da separação entre puros e impuros, esta genealogia revela-nos um Deus que não se inibe de operar no ordinário e profano, que não toma preferência alguma acerca daqueles que se assumem categoricamente como sendo corretos, puros de sangue ou mesmo como pertencentes a determinada etnia ou género.

feitos de terra

feitos de terra

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, Domingo II do Advento A. Hospital de Santa Marta, Lisboa, 3 de Dezembro de 2022.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This