Mãos à Obra

Os voluntários que escutam os presos

Mãos à Obra

Os voluntários que escutam os presos

Eles também fazem fila à porta das cadeias para visitar os presos. São voluntários das associações que apoiam os reclusos e as suas famílias. Escutam as suas preocupações, ajudam-nos a resolver problemas, a organizar festas de aniversário, a apoiar os filhos e a encaminhar a vida quando saem da cadeia.

Mãos à obra (9) – Casa de Santa Isabel: Uma Comunidade de Vida

Mãos à obra (9) – Casa de Santa Isabel: Uma Comunidade de Vida

A Casa Santa Isabel situa-se em São Romão, no concelho de Seia, no sopé da Serra da Estrela e estende-se por uma área de cerca de 40 hectares. Carlos Páscoa, colaborador residente desde 1983 e membro da direção, apresenta os objetivos desta comunidade terapêutica que ao longo de 40 anos trilhou caminhos de irmandade, cuidado com o outro e respeito pela natureza. Numa segunda parte, apresentamos uma pequena entrevista telefónica com o mesmo responsável.

Mãos à obra (8) – Lápis que escrevem histórias felizes

Mãos à obra (8) – Lápis que escrevem histórias felizes

Fomos novamente à Covilhã, desta vez pela mão de Rosa Carreira. Ita, como é conhecida, conta-nos como pequenos gestos gizados na colaboração e no envolvimento da comunidade podem construir solidariedade e escrever histórias de esperança. Por opção, as campanhas “Lápis Solidários” decorrem apenas nas pequenas mercearias e minimercados como forma de apoiar a economia local.

Papa pede desculpa por declarações que fez sobre seminaristas gays

Papa pede desculpa por declarações que fez sobre seminaristas gays novidade

O Papa Francisco veio esta terça-feira, 28 de maio, através do seu porta-voz, pedir desculpas pelos termos que terá usado numa reunião à porta fechada com bispos italianos, a propósito da presença de pessoas homossexuais nos seminários. “Nunca tive intenção de ofender”, assegurou o bispo de Roma.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Crónica

Cartografia da miséria: “o desamparo das flores”

[Moçambique, margem Sul]

Cartografia da miséria: “o desamparo das flores” novidade

Vivemos, portanto, numa sociedade mutilada e a pedir socorro! A resposta aos gritos tem sido quase silenciosa, quase muda e sem expressão, ante o agravamento dos acontecimentos diários. Quive convida-nos a reflectir sobre o país em que hoje vivemos, cheio de atrocidades sociais, desde as que parecem menores, até às de grande vulto que acontecem à luz do dia.

Breves

Bairro é embaixador dos ODS

No Zambujal, vai nascer um mural para defender a gestão sustentável da água

O Bairro do Zambujal, localizado na freguesia de Alfragide (Amadora), está cada vez mais perto de se tornar “o primeiro bairro embaixador dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)”. Com cinco dos seus edifícios a servir já de tela para uma série de murais que ilustram esses mesmos objetivos, prepara-se agora para receber a próxima pintura, dedicada à defesa do “ODS 6 – Água Potável e Saneamento”. Os trabalhos iniciais foram revelados nesta sexta-feira, 22 de março, data em que se assinala o Dia Mundial da Água.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

Nutricionistas da Helpo apoiam escolas em São Tomé e Príncipe

ONGD portuguesa

Nutricionistas da Helpo apoiam escolas em São Tomé e Príncipe novidade

Uma equipa de nutricionistas da Helpo, organização não governamental para o desenvolvimento (ONGD) portuguesa, tem estado a dar formação na Ilha do Príncipe, no arquipélago de São Tomé e Príncipe, no âmbito do projeto “Abordagem multissectorial de promoção de boas práticas de alimentação e nutrição nas escolas e comunidade”.

É notícia

Dia dos Mártires

Igreja na Índia recorda massacre de 2008

Treze anos depois da onda de violência que varreu o Estado de Orissa, na Índia, provocando mais de 100 mortos, a justiça é ainda uma miragem, denuncia a Fundação AIS. Desde 2016 que é celebrado pela Igreja em Orissa o dia dos Mártires. 

Fundação AIS

Padre haitiano morto a tiro

Um padre que dirigia um orfanato no Haiti foi morto a tiro, Andrè Sylvestre, de 70 anos de idade, foi assassinado na tarde de segunda-feira, 6 de setembro, durante uma tentativa de assalto, revelou a Fundação AIS. 

IndieLisboa

Cinema: prémio Árvore da Vida atribuído a “Sopro”

O filme “Sopro”, realizado por Pocas Pascoal, uma cineasta angolana de 58 anos, foi distinguido na segunda-feira com o prémio Árvore da Vida, atribuído pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura (SNPC), no final da 18.ª edição do festival de cinema independente IndieLisboa. 

Entre margens

A cor do racismo

A cor do racismo novidade

O que espero de todos é que nos tornemos cada vez mais gente de bem. O que espero dos que tolamente se afirmam como “portugueses de bem” é que se deem conta do ridículo e da pobreza de espírito que ostentam. E que não se armem em cristãos, porque o Cristianismo está nas antípodas das ideias perigosas que propõem.

O aumento da intimidação católica

O aumento da intimidação católica

A intimidação nos meios católicos está a espalhar-se por todos os Estados Unidos da América. No exemplo mais recente, a organização Word on Fire, do bispo de Minnesota, Robert Barron, ameaçou a revista Commonweal e o teólogo Massimo Faggioli por causa de um ensaio de Faggioli, “Será que o Trumpismo vai poupar o Catolicismo?”

A Dignidade da pessoa humana como prioridade

A Dignidade da pessoa humana como prioridade

Na semana depois de Pentecostes é oportuno recordar a publicação da declaração Dignitas Infinita sobre a Dignidade Humana, elaborada durante cinco anos e divulgada pelo Dicastério para a Doutrina da Fé, pondo a tónica na dimensão universal, filosófica e antropológica, do respeito pela pessoa humana enquanto fator de salvaguarda dos direitos humanos, do primado da justiça e do reconhecimento de que todos os seres humanos como livres e iguais em dignidade e direitos.

Cultura e artes

Uma estranha serenidade…

Uma estranha serenidade…

Talvez o leitor já tenha tido a estranha sensação de conversar com um monge e sair dessa conversação cheio de interrogações, mas também de entrar em si com o sentimento de uma estranha serenidade. Uma sensação enigmática que nos desloca da nossa condição habitual e doméstica, para um outro nível de relação com os demais, uma outra maneira de habitar o mundo e de nos sentirmos a nós próprios. [Texto de João Paulo Costa a propósito do filme de Wim Wenders Perfect Days]

“Estudar os textos antigos como quem estuda as grandes perguntas da actualidade”

Estudos de José Augusto Ramos reunidos

“Estudar os textos antigos como quem estuda as grandes perguntas da actualidade”

Estudar textos antigos “como quem estuda as grandes questões e interrogações da actualidade”. É esse o sentido dado por José Augusto Ramos, biblista e um dos grandes historiadores portugueses da Antiguidade e da História do Judaísmo, à publicação de dois volumes de estudos da sua autoria. As obras são apresentadas nesta quarta, em Lisboa.

Sete Partidas

Hospitalidade, foco e atenção

Hospitalidade, foco e atenção

Numa entrevista a Tolentino Mendonça ouvi uma palavra que, não sei bem porquê, não ouvia, ou não pensava, há muito tempo. Hospitalidade. “Modo generoso e afável de receber ou tratar alguém.” Assim diz o dicionário Priberam. A palavra ficou. Anda aqui por dentro, “da cabeça para o coração e do coração para a cabeça”.

Aquele que habita os céus sorri

Parceiros

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This