Em reunião com "Movimento por Cabo Delgado"

Marcelo considera insuficiente o apoio dado a Moçambique

| 9 Jul 21

movimento por cabo delgado marcelo rebelo sousa foto rui ochoapresidencia da republica

Na reunião com o Presidente da República estiveram presentes elementos da Cáritas Portuguesa, Comissão Nacional de Justiça e Paz, Fundação Fé e Cooperação, Fundação Gonçalo da Silveira, Fundação AIS e Rosto Solidário. Foto © Rui Ochoa/Presidência da República.

 

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, reconheceu que o apoio prometido até agora pelas instituições europeias é insuficiente para a dimensão do problema da região moçambicana de Cabo Delgado, durante uma reunião com representantes do Movimento por Cabo Delgado, que decorreu esta quinta-feira, 8 de julho, no Palácio de Belém. O encontro foi o culminar de um conjunto de reuniões já realizadas com eurodeputados, grupos parlamentares e membros do Governo.

De acordo com o comunicado enviado ao 7MARGENS pelo movimento, Marcelo mostrou-se sensível às questões apresentadas e reconheceu a importância do trabalho que tem vindo a ser realizado pelas várias organizações que o compõem, nomeadamente no esforço do encaminhamento de ajuda humanitária para Moçambique. O Presidente manifestou ainda total disponibilidade para colaborar, mobilizando mais apoios junto da CPLP e dos seus homólogos na União Europeia, e procurando manter também a questão de Cabo Delgado na agenda mediática.

Na reunião estiveram presentes elementos da Cáritas Portuguesa, Comissão Nacional de Justiça e Paz, Fundação Fé e Cooperação, Fundação Gonçalo da Silveira, Fundação AIS e Rosto Solidário, em representação de mais de quatro dezenas de organizações nacionais que fazem parte desta iniciativa da sociedade civil, as quais “prestam apoio no terreno e pretendem uma maior mobilização e sensibilização dos portugueses na ajuda humanitária às populações deslocadas de Cabo Delgado em Moçambique”.

 

Jornada Nacional Memória & Esperança 2021 já tem site

Homenagem às vítimas da pandemia

Jornada Nacional Memória & Esperança 2021 já tem site novidade

O site oficial da Jornada Nacional Memória & Esperança 2021, iniciativa que visa homenagear as vítimas da pandemia com ações em todo o país entre 22 e 24 de outubro, ficou disponível online esta sexta-feira, 17. Nele, é possível subscrever o manifesto redigido pela comissão promotora da iniciativa e será também neste espaço que irão sendo anunciadas as diferentes iniciativas a nível nacional e local para assinalar a jornada.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Novo ano letivo: regressar ao normal?

Novo ano letivo: regressar ao normal? novidade

Após dois conturbados anos letivos, devido à pandemia, as escolas preparam-se para um terceiro ano ainda bastante incerto, mas que desejam que seja o mais normal possível. O regresso à normalidade domina as declarações públicas de diretores escolares e de pais, alunos e professores. Este desejo de regresso à normalidade, sendo lógico e compreensível, após dois anos de imensa instabilidade, incerteza e experimentação, constitui ao mesmo tempo um sério problema.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This