Meditações de Taizé na Semana Santa: “Abrir os olhos ao que alimenta a esperança”

| 29 Mar 2021

“Somos convidados a estar atentos ao que abre os nossos olhos para a luz.” Foto: Direitos Reservados

 

“Somos convidados a estar atentos ao que abre os nossos olhos para a luz, ao que alimenta a esperança em nós”, diz a irmã Gabi, das Irmãs de Santo André.

A irmã Gabi reside na comunidade de Ameugny (Borgonha, no leste de França), onde as irmãs trabalham em conjunto com os irmãos de Taizé, no acolhimento a jovens e a famílias.

Na meditação gravada em vídeo que a comunidade de Taizé está a propor todos os dias desta Semana Santa no canal YouTube, a irmã Gabi parte de dois episódios do capítulo 9 do Evangelho Segundo São Lucas (18-14; 28-36): quando Jesus pergunta aos discípulos sobre quem dizem que é ele; e do momento em que ele próprio se transfigura.

“Jesus não procura a morte, Mas ele sabe que naquele caminho arrisca-se a ser confrontado com o sofrimento, a rejeição, a hostilidade – e que se arrisca a ter de pagar com a sua vida o amor que oferece”, comenta a irmã Gabi.

Na Semana Santa, que antecipa a Páscoa, os cristãos celebram a morte e ressurreição de Jesus, naquilo que é o centro da fé cristã. “Jesus vem para que cada pessoa sem excepção possa descobrir a bondade e o amor incondicionais de Deus”, diz a irmã de Santo André, no vídeo que pode ser visto a seguir (para aceder às legendas em português, clicar na roda dentada, em baixo, à direita e, aí, selecionar “legendas” e, depois, português):

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Cruz Vermelha quer levar ajuda urgente às vítimas das cheias no Brasil

Apelo internacional

Cruz Vermelha quer levar ajuda urgente às vítimas das cheias no Brasil novidade

Com o objetivo de “aumentar a assistência humanitária às comunidades afetadas pelas devastadoras inundações no Rio Grande do Sul, no Brasil”, a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV) lançou um “apelo de emergência de cerca de oito milhões de euros”, anunciou a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), na última quarta-feira, 22 de maio.

A Dignidade da pessoa humana como prioridade

A Dignidade da pessoa humana como prioridade novidade

Na semana depois de Pentecostes é oportuno recordar a publicação da declaração Dignitas Infinita sobre a Dignidade Humana, elaborada durante cinco anos e divulgada pelo Dicastério para a Doutrina da Fé, pondo a tónica na dimensão universal, filosófica e antropológica, do respeito pela pessoa humana enquanto fator de salvaguarda dos direitos humanos, do primado da justiça e do reconhecimento de que todos os seres humanos como livres e iguais em dignidade e direitos.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This