Meditações de Taizé na Semana Santa: Um tempo vazio, um intervalo num teatro

| 4 Abr 2021

Ícone da Descida ao reino dos mortos: “O sofrimento e a morte de Jesus tornam possível que ele chegue a todos aqueles e aquelas que sofrem.”

O Sábado Santo do calendário cristão, o dia que antecede o Domingo de Páscoa, é um “tempo vazio”, mesmo na narrativa bíblica: não há relatos deste “dia de luto e de interiorização”, mas ele é um dia “com muitas coisas a dizer-nos”, diz o irmão András, de Taizé, na meditação que a comunidade ecuménica de monges propõe para esta Semana.

O tempo de Sábado – como o intervalo num teatro, em que por detrás da cortina já se prepara algo que não vemos – revela “uma tensão da fé”. Ele remonta ao tempo da criação, ao Shabath judaico, traduzindo “a alegria de ter terminado algo” e de ter “tudo o que temos”.

Ligando o dia ao ícone da Ressurreição/Descida ao reino dos mortos, que se pode ver na Igreja da Reconciliação, em Taizé, o irmão András acrescenta: “Neste ícone, vemos como o sofrimento e a morte de Jesus tornam possível que ele chegue a todos aqueles e aquelas que sofrem. Jesus desce ao lugar mais baixo, às prisões feitas por outros ou por nós próprios. Ele deita por terra os portões para libertar todos.”

Nos corações de cada pessoa, acrescenta, há também um espaço vazio. “O silêncio e o vazio podem ser sentidos como uma falta, e vividos como uma ausência. Mas podem tornar-se também um lugar de encontro, um lugar onde Deus fala enquanto se mantém em silêncio, onde Deus se mostra enquanto se mantém invisível, onde cria ao retirar-se, onde está presente enquanto se mantém ausente.”

A comunidade de Taizé, situada na Borgonha (França), a poucos quilómetros de Cluny, tinha reaberto o acolhimento de jovens há pouco tempo. Mas nesta segunda-feira, 5 de Abril, com as novas medidas anunciadas na quarta-feira pelo Presidente francês, Emmanuel Macron, o acolhimento voltará a fechar.

Este facto voltará a ter consequências na vida da comunidade, do ponto de vista do sustento dos irmãos: estes vivem normalmente do seu trabalho e desde o início da pandemia que diversificaram actividades, começando a produzir bolachas, chás e outros produtos artesanais, ou fazendo, vários deles, trabalhos agrícolas e outros na região. Os produtos para venda estão disponíveis na loja virtual de Taizé.

Desde Quinta-Feira Santa e até este Domingo de Páscoa, a comunidade, que reúne monges católicos e de diversas proveniências evangélicas, propõe um programa especial, animado ao vivo às 18 horas por jovens voluntários, no canal YouTube da comunidade.

O vídeo com a meditação deste Sábado Santo pode ser visto a seguir (para aceder às legendas em português, clicar na roda dentada, em baixo à direita; aí, selecionar “legendas” e, depois, português):

 

Irene Pimentel: “Não aprendemos com a História” e por isso devemos perceber como chegámos ao Holocausto

Dia em Memória das Vítimas assinala-se nesta sexta, 27

Irene Pimentel: “Não aprendemos com a História” e por isso devemos perceber como chegámos ao Holocausto novidade

“Está mais que provado que a História nos ensina muito pouco!” A frase pode ser desconcertante, ainda para mais vinda de uma historiadora. Neste caso, de Irene Pimentel, premiada investigadora do Instituto de História Contemporânea. Mas, então, valerá a pena continuar a estudá-la e a transmiti-la, particularmente aos mais jovens? Depois do “périplo” que já fez por inúmeras escolas secundárias do país, a propósito do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, que se assinala esta sexta-feira, 27 de janeiro, Irene Pimentel tem a certeza de que sim.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Maria Emília Brederode Santos: uma mulher de liberdade

Doutora honoris causa pelo ISPA

Maria Emília Brederode Santos: uma mulher de liberdade novidade

Maria Emília Brederode Santos é uma mulher de liberdade. Foi esta a mensagem que se destacou do discurso de elogio proferido pelo professor José Ornelas na cerimónia de atribuição do doutoramento honoris causa, pelo ISPA – Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida, a Maria Emília Brederode Santos. Sala cheia e muitos aplausos, para homenagear esta grande humanista com uma vida política, social e cultural intensa.

Transumanismo

Transumanismo novidade

A corrente de pensamento que se vem sendo designada como transumanismo pretende a superação de todos os limites que pode representar a natureza humana, aumentando as capacidades da espécie transformando-a em algo de distinto e superior (a ponto de, numa vertente mais radical, se transformar numa espécie distinta: o pós-humaníssimo).

Câmara de Lisboa investe 35 milhões naquilo que “é o pedido” da Igreja para a JMJ

Vice-presidente esclareceu em conferência

Câmara de Lisboa investe 35 milhões naquilo que “é o pedido” da Igreja para a JMJ

A construção das infraestruturas nos quatro espaços da cidade de Lisboa conde irão decorrer os principais momentos da Jornada Mundial da Juventude irá custar à autarquia da capital 35 milhões de euros. O vice-presidente da Câmara, Filipe Anacoreta Correia, apresentou os detalhes desse investimento numa conferência de imprensa que decorreu esta quarta-feira, 25 de janeiro, no Parque Tejo, um dia depois de o Observador ter divulgado que a construção do “altar-palco”, onde decorrerão a vigília e missa de encerramento da jornada, foi adjudicada por 4,2 milhões. O autarca, que tem o pelouro da JMJ na vereação lisboeta, garante que este palco “corresponde àquilo que é o pedido pelo promotor” da Jornada e que, face aos requisitos exigidos pela Fundação JMJ e pela Santa Sé, foi escolhida a proposta com o melhor preço.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This