Mensagem do Papa: migrantes são “forçados, como Jesus Cristo, a fugir”

| 15 Mai 20

“O drama dos deslocados dentro da própria nação”, principalmente daqueles “que já vivem em grave estado de pobreza”, é um dos desafios do mundo contemporâneo, diz o Papa Francisco, na sua mensagem para o 106º Dia Mundial do Migrante e Refugiado, divulgada esta sexta-feira, 15 de maio. Um drama “muitas vezes invisível, que a crise mundial causada pela pandemia de covid-19 exacerbou”, alerta o Papa.

O tema escolhido para a mensagem – “Forçados, como Jesus Cristo, a fugir” – pretende colocar no centro da reflexão a experiência de Jesus em criança, também ele deslocado e refugiado, juntamente com os pais, encorajando todos a reconhecer Cristo no drama dos migrantes.

Francisco deixa o convite para que todos vejam Jesus dentro dessa emergência humanitária, porque as pessoas deslocadas proporcionam “essa oportunidade de encontrar o Senhor, mesmo que os nossos olhos sintam dificuldade em reconhecê-lo: com as vestes rasgadas, com os pés sujos, com o rosto desfigurado, o corpo chagado, incapaz de falar a nossa língua”.

O 106º Dia Mundial do Migrante será celebrado a 27 de setembro e, além da mensagem escrita, foi também divulgado um vídeo, em que um dos protagonistas é Inácio, um dos mais de 40 milhões de deslocados atualmente no mundo, que partilha a história de como a sua família teve de fugir da Nicarágua para poder sobreviver:

Artigos relacionados