Amnistia Internacional denuncia

Prisões arbitrárias, tortura e maus-tratos em El Salvador

| 2 Jun 2022

Nayib Bukele presidente de el salvador, foto retirada da sua pagina de facebook

No poder há três anos, o governo do Presidente Nayib Bukele declarou o estado de emergência a 27 de março deste ano, sob o pretexto de “um abrupto aumento do número de homicídios”, e já o prolongou duas vezes. Foto retirada da página de Facebook de Nayib Bukele.

 

Há uma crise de direitos humanos em El Salvador, alerta a Amnistia Internacional (AI). “As autoridades salvadorenhas têm cometido violações de direitos humanos em grande escala, incluindo milhares de prisões arbitrárias e violações do direito a um julgamento justo, bem como tortura e maus-tratos, e pelo menos 18 pessoas morreram sob custódia do Estado”, denunciou a organização não governamental em comunicado enviado esta quinta-feira, 2 de junho, às redações.

No poder há três anos, o governo do Presidente Nayib Bukele declarou o estado de emergência a 27 de março deste ano, sob o pretexto de “um abrupto aumento do número de homicídios alegadamente cometidos por gangues”, e já o prolongou duas vezes. Mas “em vez de fornecerem uma resposta eficaz à dramática violência provocada pelos gangues e aos históricos desafios de segurança pública que o país enfrenta, estão a submeter o povo de El Salvador a uma tragédia”, refere a diretora da AI para o continente americano, Erika Guevara-Rosas, citada no comunicado.

De acordo com a Amnistia, as autoridades daquele país latino-americano estão “a criminalizar as pessoas em situação de pobreza”. Nas últimas semanas, uma equipa de resposta a crises da Amnistia confirmou  28 casos de violações dos direitos humanos envolvendo 34 pessoas. Pelo menos 18 pessoas terão morrido sob custódia do Estado durante o estado de emergência e, dadas as precárias condições prisionais, a organização teme que o número de vítimas mortais possa aumentar nos próximos dias.

“A dimensão das violações dos direitos humanos exige uma resposta forte e imediata da comunidade internacional”, defende Erika Guevara-Rosas, exigindo ao Governo do Presidente Bukele que reverta “imediatamente as medidas recentes que violam direitos humanos e estabeleça um diálogo com organizações nacionais e internacionais da sociedade civil e organismos internacionais de proteção dos direitos humanos a fim de definir uma política de segurança pública que seja eficaz e respeite os direitos humanos”.

 

Mais do que A Voz da Fátima

Pré-publicação

Mais do que A Voz da Fátima novidade

Que fosse pedido a um incréu um texto de prefácio para um livro sobre A Voz da Fátima, criou-me alguma perplexidade e, ao mesmo tempo, uma vontade imediata de aceitar. Ainda bem, porque o livro tem imenso mérito do ponto de vista histórico, com o conjunto de estudos que contém sobre o jornal centenário, mas também sobre o impacto na sociedade portuguesa e na Igreja, das aparições e da constituição de Fátima e do seu Santuário como o centro religioso mais importante de Portugal. Dizer isto basta para se perceber que não é possível entender, no sentido weberiano, Portugal sem Fátima e, consequentemente, sem o seu jornal.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita novidade

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Manhã desta quinta-feira, 24

“As piores formas de trabalho infantil” em conferência

Uma conferência sobre “As piores formas de trabalho infantil” decorre na manhã desta quinta-feira, 24 de Novembro (entre as 9h30-13h), no auditório da Polícia Judiciária (Rua Gomes Freire 174, na zona das Picoas, em Lisboa), podendo assistir-se também por videoconferência. Iniciativa da Confederação Nacional de Ação Sobre o Trabalho Infantil (CNASTI), em parceria com o Instituto de Apoio à Criança (IAC), a conferência pretende “ter uma noção do que acontece não só em Portugal, mas também no mundo acerca deste tipo de exploração de crianças”.

Cardeal Zen condenado a pagar multa por ter defendido manifestantes

Hong Kong

Cardeal Zen condenado a pagar multa por ter defendido manifestantes novidade

O cardeal Joseph Zen, bispo emérito de Hong Kong, foi condenado esta sexta-feira, 25 de novembro, a pagar uma multa de cerca de 500 euros pela sua colaboração com o 612 Humanitarian Relief Fund, que apoiou manifestantes pró-democracia a pagar multas e fianças em 2019. Sobre ele, recai ainda a acusação de conluio com forças estrangeiras, pelo que poderá vir a enfrentar penas mais graves.

Freiras italianas gritam “basta!” à violência contra a mulher

Dia Internacional contra a Violência de Género

Freiras italianas gritam “basta!” à violência contra a mulher novidade

“Sentimos o dever de manifestar abertamente a solidariedade com as mulheres que sofrem todo o tipo de violência.” Quem o diz são as irmãs salesianas Filhas de Maria Auxiliadora, da Província de São João Bosco, em Roma, que pela primeira vez decidiram associar-se pessoalmente a uma campanha de prevenção, a propósito do Dia Internacional Contra a Violência de Género, assinalado esta sexta-feira, 25 de novembro.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This