Milhares rezaram em Washington pelo fim do racismo

| 15 Jun 20

Milhares de pessoas reuniram-se este domingo, 14, no centro de Washington, para rezar pelo fim do racismo e da violência policial. A marcha religiosa, que juntou fiéis de várias igrejas cristãs dos Estados Unidos, demonstrou a diversidade e extensão do movimento impulsionado pelo assassinato de George Floyd e de outros afro-americanos.

“Queríamos convocar algo que não fosse apenas infundido de raiva, mas que integrasse a nossa fé”, disse um dos organizadores da marcha, o pastor Howard-John Wesley, da Igreja Batista Alfred Street em Alexandria (Virgínia), citado pelo jornal Religión Digital.

“Rezamos para que toques e infundas os corações desta nação. Oh Deus, mostra-te forte, mostra-te em Minneapolis, em Atlanta, em Washington. Senhor, eu quero ver os meus filhos crescerem”, disse Wesley no sermão que proclamou perante a multidão reunida na praça recentemente batizada de “Black Lives Matter” (em português “As vidas negras importam”), junto à Casa Branca.

A manifestação e oração, intitulada “Marcha para rezar pela paz e pela justiça”, contou com a participação de representantes de diferentes igrejas, desde as pentecostais (mais conservadoras) às batistas e episcopais (mais liberais), e foi organizada com o apoio do principal grupo de defesa dos direitos civis dos EUA, a Associação Nacional para o Progresso das Pessoas de Cor (NAACP).

 

Artigos relacionados