Iniciatiava solidária

Moeda comemorativa da JMJ vai trazer 15 jovens dos PALOP ao encontro com o Papa

| 20 Jul 2023

Moeda comemorativa JMJ Lisboa 2023. Foto JMJ Lisboa 2023

A moeda apresenta ao centro a Cruz Peregrina “como símbolo do amor de Deus”, rodeada pelo globo terrestre, diversos jovens e duas mãos, como forma de representar a “universalidade e inclusão” da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023. Foto © JMJ Lisboa 2023.

 

Está em circulação desde esta quarta-feira, 19 de julho, a moeda comemorativa da JMJ Lisboa 2023. O valor obtido com os exemplares vendidos “vai permitir que 15 jovens de todos os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) participem no maior encontro de jovens de todo o mundo com o Papa”, anunciou a organização.

A moeda foi produzida em três tipos de acabamento: 7.500 exemplares em BNC, outros 7.500 em proof, e um milhão em acabamento bimetálico normal, “para andarem de mão em mão”, porque o objetivo é também “espalhar a moeda por todo o país”, afirmou o bispo Américo Aguiar, presidente da Fundação JMJ, durante a apresentação oficial, que decorreu na Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, em Lisboa.

A componente solidária desta iniciativa “foi acolhida com muita alegria por parte desses países e das Conferências Episcopais”, destacou o coordenador da Jornada. “O dinheiro parece frio, sem sentimento, mas também há exemplos do contrário e este é um deles”, acrescentou.

O escultor João Duarte, que durante mais de duas décadas foi professor de medalhística e de numismática na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, foi o autor convidado para desenhar esta moeda e explicou que nela optou por colocar a Cruz Peregrina “como símbolo do amor de Deus”, rodeada pelo globo terrestre, diversos jovens e duas mãos, como forma de representar a “universalidade e inclusão” da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023.

Cada um dos países da Zona Euro pode emitir duas moedas comemorativas de 2 euros por ano. “O que as distingue é o desenho da face nacional, alusivo a eventos, efemérides ou personalidades da mais alta relevância nacional e/ou internacional”, refere o Banco de Portugal. Para novembro, está previsto o lançamento de uma segunda moeda comemorativa, dedicada à Paz.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

O regresso da sombra da escravidão

O regresso da sombra da escravidão novidade

Vivemos um tempo de grande angústia e incerteza. As guerras multiplicam-se e os sinais de intolerância são cada vez mais evidentes. A fim de ser concreta também a nossa Quaresma, o primeiro passo é querer ver a realidade. O direito internacional e a dignidade humana são desprezados. [O texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This