Novo encontro em Setembro

Movimentos Populares querem soluções para os dilemas da humanidade

| 13 Jul 21

Movimentos populares. Temuco 2018

Encontro dos Movimentos populares em Temuco, 18 de Janeiro 2018. Foto © Encuentro Mundial de Movimientos Populares. 

 

O IV Encontro Mundial dos Movimentos Populares decidiu elaborar um documento que pretende apresentar “soluções para os dilemas da humanidade, diante da falta de terra, tecto e trabalho, para construir um novo mundo” e que será entregue ao Papa, em Setembro, na segunda parte do encontro.

A primeira parte desta assembleia decorreu na sexta, dia 9. A presença do Papa Francisco chegou a estar prevista no início mas, por causa da cirurgia a que ele foi submetido, essa participação foi cancelada. No documento conclusivo entretanto divulgado, as organizações fazem apelos ao respeito pelo trabalho, à resolução dos problemas da desigualdade e à solidariedade para com quem vive nas periferias.

“Os pobres não só sofrem a injustiça, mas também lutam contra a injustiça. E isso é fundamental para o Movimento Popular, que não só representa as pessoas que lutam contra as injustiças, mas também é o grupo que tenta estabelecer para quem sofre as injustiças à justa ordem socioeconómica”, afirmou o cardeal Peter Turkson.

Citado pela Ecclesia, o prefeito do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral pediu que a ecologia integral, “uma vida vivida em harmonia com a Criação” acompanhe as mudanças, na procura pelo “bem-comum”.

De acordo com o comunicado final do encontro, enviado ao 7MARGENS, participaram no encontro mais de 200 representantes de movimentos populares de 54 países dos diversos continentes, representando “catadores de lixo, recicladores, vendedores ambulantes, estilistas, artesãos, pescadores, agricultores, construtores, mineiros” e muitas outras profissões socialmente humildes.

 

‘Caminho Minhoto Ribeiro’ reconhecido pelos arcebispos de Braga e Santiago

Em ano Xacobeo

‘Caminho Minhoto Ribeiro’ reconhecido pelos arcebispos de Braga e Santiago novidade

A cidade de Braga foi palco, nesta sexta-feira, 17, da declaração oficial de reconhecimento do Caminho Minhoto Ribeiro por parte dos arcebispos de Braga e de Santiago de Compostela, depois de esse processo ter decorrido já por parte das autarquias do lado português e galego. Na conferência que decorreu em Braga, cidade que é ponto de partida dos dois itinerários que compõem este Caminho, foi igualmente feita a apresentação da investigação documental que fundamenta este novo percurso, a cargo do professor e historiador galego Cástor Pérez Casal.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Só a capacidade de nos maravilharmos sustenta a resistência à crueldade e ao horror

Edgar Morin em entrevista

Só a capacidade de nos maravilharmos sustenta a resistência à crueldade e ao horror novidade

“Se formos capazes de nos maravilhar, extraímos forças para nos revoltarmos contra essas crueldades, esses horrores. Não podemos perder a capacidade de maravilhamento e encantamento” se queremos lutar contra a crise, contra as crises, afirmou Edgar Morin à Rádio Vaticano em entrevista conduzida pela jornalista Hélène Destombes e citada ontem, dia 18 de setembro, pela agência de notícias ZENIT

A votar, a votar!

[Segunda leitura]

A votar, a votar! novidade

“Começa hoje a campanha eleitoral para as eleições autárquicas de 26 de setembro”. Juro que ouvi isto na passada terça-feira, dia 14 de setembro. Assim mesmo, sem tirar nem pôr, na abertura de um noticiário na rádio: “Começa hoje a campanha eleitoral para as eleições autárquicas de 26 de setembro”. Juro.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This