Nova plataforma de informação e partilha

Nasceu a Rede Sinodal em Portugal, um site que quer ajudar “todos” a “fazer caminho juntos”

| 9 Jan 2024

Rede Sinodal em Portugal. Foto Direitos reservados

Esta nova plataforma pretende “centralizar o essencial da informação” sobre o processo sinodal a decorrer nas diferentes dioceses, movimentos, comunidades e grupos. Foto: Direitos reservados

 

Há um novo espaço digital destinado a “todos os que, no nosso país, se sintam entusiasmados com o Sínodo iniciado pelo Papa Francisco”. Chama-se Rede Sinodal em Portugal e está, desde sábado passado – data em que a Igreja Católica assinalou o Dia da Epifania – disponível no endereço www.redesinodal.pt.

Com o aproximar da última sessão do Sínodo, que terá lugar em outubro de 2024, esta nova plataforma pretende “centralizar o essencial da informação” sobre o processo sinodal a decorrer nas diferentes dioceses, movimentos, comunidades e grupos de Norte a Sul do país (sem esquecer as Ilhas) e ainda “convocar outros” a juntar-se a esse processo.

“É por isso que lhe chamamos ‘rede’, porque pretende ser acolhimento, criar proximidade, integrar e acompanhar todos aqueles que queiram participar no Sínodo”, explica ao 7MARGENS Rui Saraiva, mentor da iniciativa.

O jornalista, correspondente do Vatican News em Portugal, acompanhou o processo sinodal desde o início e não esconde o entusiasmo que lhe despertou aquele que considera ser “um caminho único na Igreja”. “Este espaço nasce desse meu entusiasmo com o Sínodo… Desde a primeira fase, em que acompanhei diretamente a preocupação pastoral do Papa em avançar com o método sinodal, em aprofundá-lo, aplicando-o a toda a Igreja partindo das bases… Ficou uma semente muito forte deste projeto que agora se torna realidade concreta”, assinala.

Na verdade, essa semente deu os primeiros frutos ainda antes da criação desta Rede Sinodal. “Durante a Jornada Mundial da Juventude, olhando para aquela multidão de jovens e não só, achei que era uma excelente imagem de sínodo e decidi pedir a um coletivo de pessoas que escrevessem as suas reflexões sobre a Jornada e o caminho sinodal. Daí nasceu o livro ‘Não temos medo’, que é ele próprio um espaço de encontro e diálogo”, recorda Rui Saraiva. Agora, “a Rede Sinodal tem também a missão de recolher o espírito dessa obra”.

Rede Sinodal em Portugal. Foto Direitos reservados

Na secção “Em movimento”, são partilhadas as diferentes iniciativas associadas ao processo sinodal em Portugal. os contributos podem ser enviados por e-mail. Foto: Direitos reservados

Na nova plataforma digital, é possível encontrar um espaço dedicado ao “Vaticano” (com o relatório síntese da XVI assembleia geral do Sínodo e outros documentos e notícias relevantes a nível internacional), um separador dedicado às “Dioceses” (com ligação para os sites das equipas nomeadas para aí coordenar a dinâmica sinodal), e também uma página de “Opinião” e outra secção ainda, designada “Em movimento”, onde são partilhadas as diferentes iniciativas associadas ao processo sinodal em Portugal.

Todas as pessoas são convidadas a enviar os seus contributos, nomeadamente “informações sobre encontros sinodais e experiências de caminho em conjunto” para o e-mail geral@redesinodal.pt.

“No fundo, esta é uma forma de fazer aquilo que nos era pedido no documento de trabalho para a etapa continental, Instrumentum Laboris, isto é: ‘alargar a tenda'”, sublinha Rui Saraiva, para quem a Rede Sinodal em Portugal vem dar resposta á “necessidade de estarmos mais próximos e chamar outros, acompanhando todos aqueles que queiram participar e permitindo que outros se sintam acompanhados”. Porque, conclui, “neste tempo histórico, é fundamental fazermos caminho juntos”.

 

Guerra e Paz: angústias e compromissos

Um ensaio

Guerra e Paz: angústias e compromissos novidade

Este é um escrito de um cristão angustiado e desorientado, e também com medo, porque acredita que uma guerra devastadora na Europa é de alta probabilidade. Quando se chega a este ponto, é porque a esperança é já pequena. Manda a consciência tentar fazer o possível por evitar a guerra e dar uma oportunidade à paz. — ensaio de Nuno Caiado

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Na Calábria, com Migrantes e Refugiados

Na Calábria, com Migrantes e Refugiados novidade

Estou na Calábria com vista para a Sicília e o vulcão Stromboli ao fundo. Reunião de Coordenadores das Redes Internacionais do Graal. Escolhemos reunir numa propriedade de agroturismo ecológico, nas escarpas do mar Jónio, da antiga colonização grega. Na Antiguidade, o Mar Jónico foi uma importante via de comércio marítimo.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This