Em quatro encontros online

Neste Advento, a Economia de Francisco convida-nos a redescobrir as razões da esperança

| 28 Nov 2023

Jovem grava podcast. Foto Movimento EoF

Os encontros poderão ser acompanhados em cinco idiomas (entre os quais o Português), na plataforma Zoom, a partir do link que já se encontra disponível na página d’A Economia de Francisco. Foto © Movimento EoF

 

Porque a política e a economia, as empresas e os negócios “não podem continuar a ser lugares de desespero”, e precisamos – mais do que nunca – de “aumentar os atos virtuosos e os exercícios de esperança”, o movimento A Economia de Francisco vai realizar, ao longo do Advento (tempo da espera e da esperança por excelência), quatro encontros online, que pretendem ajudar a redescobrir “as verdadeiras razões” dessa esperança. Os encontros serão gratuitos e abertos a todos, para que a esperança se torne “contagiosa, mais do que o desânimo”.

Subordinados ao mote “Esperar. Há tempo para a paz e um tempo pela paz”, os encontros arrancam já esta semana e irão realizar-se todas as quintas-feiras do Advento, pelas 20 horas (hora de Lisboa), podendo ser acompanhados em cinco idiomas (entre os quais o Português), na plataforma Zoom, a partir do link que já se encontra disponível na página d’A Economia de Francisco, informa um comunicado enviado ao 7MARGENS.

Os encontros começarão com a reflexão de um orador convidado e cada um dos quatro oradores fará a sua intervenção a partir de um “lugar significativo” do planeta. A primeira reflexão, subordinada ao tema “A esperança não vã na terra do ainda não”, caberá ao economista e investigador Luigino Bruni, coordenador científico d’A Economia de Francisco, que a fará a partir do Santuário da Natividade em Greccio (Itália), local onde São Francisco de Assis teria criado o primeiro presépio da História.

Cartaz iniciativa de advento dA Economia de Francisco

Os encontros começarão com a reflexão de um orador convidado e cada um dos quatro oradores fará a sua intervenção a partir de um “lugar significativo” do planeta.

De Florianópolis, no Brasil, o padre Vilson Groh, dedicará a sua intervenção – que abrirá o segundo encontro – ao tema “Sempre tereis pobres entre vós (Mc. 14, 7)”. Diretamente de Belém, o economista Fadi Kattan e o Caritas Baby Hospital testemunharão o que significa “Não descansar enquanto não houver paz” no terceiro encontro. E, finalmente, da Praça São Pedro, que abriga o Monumento aos Migrantes “Anjos Desconhecidos”, Amaya Valcarcel, do Serviço Jesuíta aos Refugiados, apresentará uma reflexão a partir do Evangelho de Mateus, capítulo 25: “Era estrangeiro e acolhestes-me”.

Os encontros, que incluirão também espaço para o diálogo e momentos artísticos, visam “reacender” a esperança “especialmente juntos, para recomeçar na política, nos negócios, nas empresas, que não podem continuar a ser lugares de desespero”, dizem os organizadores da iniciativa.

“Na verdade, existe – recordam os jovens do movimento – uma ligação profunda entre esperança e espera, como sugere o verbo esperar nas línguas espanhola e portuguesa no seu duplo sentido de esperança e espera. Não somos nós que geramos esta esperança, é uma dádiva e como tal nenhuma tristeza e desespero do presente pode roubá-la de nós”, concluem.

 

Corpo de Alexei Navalny já foi entregue à mãe

Nove dias após a sua morte numa prisão russa

Corpo de Alexei Navalny já foi entregue à mãe novidade

O corpo do líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi entregue à sua mãe, informou ontem, sábado, Ivan Zhdanov, diretor da Fundação Anti-Corrupção de Navalny e um dos seus principais assessores na sua conta de Telegram. O responsável agradeceu a “todos” os que apelaram às autoridades russas para que devolvessem o corpo de Navalny à sua mãe, citado pela Associated Press.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bispos católicos belgas vão debater sacerdotes casados e mulheres diáconos

Como preparação para a segunda sessão do Sínodo

Bispos católicos belgas vão debater sacerdotes casados e mulheres diáconos novidade

Os bispos católicos da Bélgica enviaram às dioceses e comunidades locais do seu país uma carta no dia 16 de fevereiro sugerindo a reflexão sobre dois temas ministeriais, a ordenação sacerdotal de homens casados e a instituição de mulheres diaconisas, como forma de preparação dos trabalhos da segunda sessão do Sínodo dos Bispos, que decorrerá em Roma em outubro próximo.

Cristo Cachorro, versão 2024

Cristo Cachorro, versão 2024 novidade

Invejo de morte a paixão que os cartazes da Semana Santa de Sevilha conseguem despertar. Os sevilhanos importam-se com a sua cidade, as festas e com a imagem que o cartaz projecta, se bem que com o seu quê de possessivo, mas bem melhor que a apatia. Não fossem frases como “É absolutamente uma vergonha e uma aberração” e as missas de desagravo e o quadro cartaz deste ano teria passado ao lado.

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This