Indígenas do Canadá no Vaticano

“Nunca é tarde demais para fazer a coisa certa”

| 28 Mar 2022

Papa Francisco recebe comunidades indígenas do Canadá. Foto © Vatican Media

Papa Francisco com representantes de comunidades indígenas do Canadá. Foto © Vatican Media

 

“Nunca é tarde demais para fazer a coisa certa”, disse Cassidy Carson, presidente do Conselho Nacional do Povo Métis, povo indígena do Canadá, a propósito do pedido de perdão que esperam de Roma pelos sofrimentos impostos aos seus antepassados aprisionados nas chamadas escolas residenciais católicas, noticiou o Vatican News na sua edição de 28 de março.

Carson falava aos jornalistas após a audiência com o Papa Francisco que decorreu nesta segunda-feira e acrescentou que “embora o reconhecimento [desse sofrimento], um pedido de desculpa e um ato de expiação já sejam devidos há muito tempo”, espera que “o Papa e a Igreja universal traduzam em ações concretas” o conteúdo que presidiu à audiência: “a reconciliação, a verdade, a justiça e a procurar de sarar as feridas abertas”.

Francisco recebeu depois representantes do Povo Inuit de quem também ouviu relatos sofridos de alguns sobreviventes das escolas residenciais católicas que pretendiam assimilar à força as crianças indígenas, recorrendo a métodos brutais que fizeram cerca de 6.000 vítimas mortais entre 1863 e 1998. Em 2008, o Estado canadiano pediu formalmente perdão aos povos indígenas, mas a Conferência Episcopal do Canadá só o fez a 24 de setembro de 2021 [ver 7MARGENS], quando emitiu um pedido formal de desculpas aos povos nativos pelo seu envolvimento nas escolas residenciais, reconhecendo “os graves abusos cometidos por alguns membros da nossa comunidade católica”.

Vários bispos canadianos integravam as delegações que o Papa recebeu esta segunda-feira, 28 de Março, e continuará a receber ao longo da semana. Francisco manterá no dia 1 de abril um encontro geral com o conjunto das delegações na Sala Clementina do Palácio Apostólico, no Vaticano [ver 7MARGENS].

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Polícia da moralidade encerrada no Irão

Protestos a produzir efeitos

Polícia da moralidade encerrada no Irão novidade

A ausência de polícia de moralidade nas ruas de Teerão e de outras grandes cidades iranianas nos últimos meses alimentaram a especulação que foi confirmada na noite de sábado pelo Procurador-Geral do Irão, Mohammad Jafar Montazeri, de que a polícia havia sido desmantelada por indicação “do próprio local onde foi estabelecida”.

Um Deus mergulhado na nossa humanidade

Um Deus mergulhado na nossa humanidade novidade

Diante de uma elite obcecada pelo ritualismo de pureza, da separação entre puros e impuros, esta genealogia revela-nos um Deus que não se inibe de operar no ordinário e profano, que não toma preferência alguma acerca daqueles que se assumem categoricamente como sendo corretos, puros de sangue ou mesmo como pertencentes a determinada etnia ou género.

feitos de terra

feitos de terra

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, Domingo II do Advento A. Hospital de Santa Marta, Lisboa, 3 de Dezembro de 2022.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This