ONGD portuguesa

Nutricionistas da Helpo apoiam escolas em São Tomé e Príncipe

| 28 Mai 2024

Equipa de nutricionistas da Helpo durante atividade em escola de Moçambique. Foto Helpo

Os técnicos da Helpo durante uma atividade de avaliação nutricional numa escola em Moçambique. Foto © Helpo

 

Uma equipa de nutricionistas da Helpo, organização não governamental para o desenvolvimento (ONGD) portuguesa, tem estado a dar formação na Ilha do Príncipe, no arquipélago de São Tomé e Príncipe, no âmbito do projeto “Abordagem multissectorial de promoção de boas práticas de alimentação e nutrição nas escolas e comunidade”.

Os membros desta organização estiveram presentes na Região Autónoma do Príncipe, onde levaram a cabo “atividades de capacitação junto da comunidade escolar e técnicos de saúde e de cozinha do Hospital Doutor Manuel Quaresma Dias da Graça”, abordando temas dedicados à água, higiene, saneamento, nutrição e educação e segurança alimentar, divulgou a Helpo.

Nesta visita à Ilha do Príncipe, a equipa de nutrição fez uma “demonstração culinária na comunidade de Praia Burra, na qual se confecionaram dois pratos com produtos locais: moqueca de peixe e molho de mamão verde, com a participação de mães e crianças”.

No âmbito deste projeto, estão a ser “transmitidas diariamente mensagens na Rádio Nacional de São Tomé e Príncipe, sobre boas práticas de alimentação e nutrição”, sendo que “todos os meses há uma mensagem com um tema diferente”. Neste mês de maio, o assunto em foco diz respeito à “importância da lavagem das mãos como forma de prevenção de doenças”.

O projeto é implementado pela Helpo e financiado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), em parceria com três entidades de São Tomé e Príncipe – o Ministério de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pesca, o Ministério da Saúde e dos Direitos da Mulher e o Ministério da Educação Cultura e Ciências.

 

Texto redigido por Juliana Batista/revista Fátima Missionária, ao abrigo da parceria com o 7MARGENS.

 

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Na Casa de Oração Santa Rafaela Maria

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo” novidade

Estamos neste mundo, não há dúvida. Mas como nos relacionamos com ele? E qual o nosso papel nele? “Estou neste mundo como num grande templo”, disse Santa Rafaela Maria, fundadora das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, em 1905. A frase continua a inspirar as religiosas da congregação e, neste ano em que assinalam o centenário da sua morte, “a mensagem não podia ser mais atual”, garante a irmã Irene Guia ao 7MARGENS. Por isso, foi escolhida para servir de mote a uma tarde de reflexão para a qual todos estão convidados. Será este sábado, às 15 horas, na Casa de Oração Santa Rafaela Maria, em Palmela, e as inscrições ainda estão abertas.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja

A um mês da ordenação de dois bispos

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja novidade

O patriarca de Lisboa, Rui Valério, escreveu uma carta a convocar “todos – sacerdotes, diáconos, religiosos, religiosas e fiéis leigos” da diocese para estarem presentes naquele que será o “momento raro da ordenação episcopal de dois presbíteros”. A ordenação dos novos bispos auxiliares de Lisboa, Nuno Isidro e Alexandre Palma, está marcada para o próximo dia 21 de julho, às 16 horas, na Igreja de Santa Maria de Belém (Mosteiro dos Jerónimos).

O exemplo de Maria João Sande Lemos

O exemplo de Maria João Sande Lemos novidade

Se há exemplo de ativismo religioso e cívico enquanto impulso permanente em prol da solidariedade, da dignidade humana e das boas causas é o de Maria João Sande Lemos (1938-2024), que há pouco nos deixou. Conheci-a, por razões familiares, antes de nos encontrarmos no então PPD, sempre com o mesmo espírito de entrega total. [Texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

“Sempre pensei envelhecer como queria viver”

Modos de envelhecer (19)

“Sempre pensei envelhecer como queria viver” novidade

O 7MARGENS iniciou a publicação de depoimentos de idosos recolhidos por José Pires, psicólogo e sócio fundador da Cooperativa de Solidariedade Social “Os Amigos de Sempre”. Publicamos hoje o décimo nono depoimento do total de vinte e cinco. Informamos que tanto o nome das pessoas como as fotografias que os ilustram são da inteira responsabilidade do 7MARGENS.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This