O espanto das freiras da Cartuxa: “Vimos as fotos na internet, mas estar aqui é outra coisa”

| 9 Mar 21

A entrada das religiosas no claustro da Cartuxa de Évora. Foto © Agência Ecclesia/HM

A comunidade das monjas contemplativas que vão residir no que até há um ano e meio foi o convento da Cartuxa, em Évora, visitaram no passado domingo, 7 de Março, o espaço onde irão passar a viver e manifestaram-se impressionadas com a grandiosidade e o modo como o ambiente “conduz até Deus”.

“Vimos todas as fotos da Cartuxa na internet, mas estar aqui é outra coisa”, disse a irmã Maria Iuxta Crucem, responsável pela nova comunidade de Évora das Servidoras do Senhor e da Virgem de Matará, o ramo contemplativo da Família Religiosa do Verbo Encarnado, fundada em 1988, na Argentina.

A religiosa, de origem holandesa, manifestou-se impressionada com a “grandiosidade do mosteiro” e a “forma como conduz até Deus” e disse que o cemitério foi “a parte da visita mais importante”, pela simplicidade com que é feita memória dos que “sofreram, trabalham e rezaram”, disse, citada pela Ecclesia.

As seis religiosas chegaram nos últimos dias a Évora e, até à conclusão das obras necessárias na antiga Cartuxa, para onde deverão passar em Setembro próximo, residem num espaço contíguo à Igreja de São Francisco. Entretanto, outras duas irão juntar-se mais tarde às seis que estão na cidade alentejana.

Cartuxa, Évora, irmãs servidoras do Senhor

Missa com o arcebispo Senra Coelho, na igreja da Cartuxa. Foto © Agência Ecclesia/HM

 

A visita de domingo, acompanhada por jornalistas, foi conduzida pelo arcebispo de Évora, Francisco Senra Coelho, que se referiu à presença das religiosas como uma devolução do espaço à sua “vocação espiritual” que, ao mesmo tempo, o abre à comunidade.

“Há muita solidão e vazio interior. Aqui será um pulmão espiritual, de ecologia global, onde as irmãs farão a oferta do que têm, a sua experiência espiritual”, referiu D. Francisco.

As Servidoras do Senhor e da Virgem de Matará partilham momentos comunitários mas também promovem a hospitalidade. “Com estas irmãs, a parte restrita, mesmo, será da porta para dentro”, informou o arcebispo, citado ainda na Ecclesia.

Ou seja, ao contrário do que acontecia com os cartuxos, o jardim e a igreja estão abertos a pessoas do exterior.

“Faz parte da vocação cenobítica, também, o receber, ter um espaço que podemos considerar como que a hospitalidade, para as pessoas que queriam fazer aqui um tempo de retiro, estar aqui uns dias, ter esse espaço de acolhimento para uma experiência de inserção”, acrescentou.

O bispo católico destacou a importância deste projecto para a diocese alentejana, afirmando que há “muita sede de espiritualidade, muita sede de luz, de água viva, de sentido para a vida”.

Algumas das religiosas que chegaram a Évora tiveram experiência em países como o Iraque, a Síria ou o Egito, “onde não é fácil ser-se cristão”, sublinhou o arcebispo.

As religiosas são oriundas sobretudo da América Latina e têm idades compreendidas entre os 24 e 60 anos de idade.

“A nossa preocupação é que esta casa se cumpra a ele própria”, sendo “um espaço de espiritualidade” disponível e “aberto à comunidade”, acrescentou o arcebispo.

Um caderno para imprimir e usar

Sínodo 2021-23

Um caderno para imprimir e usar novidade

Depois de ter promovido a realização de dois inquéritos sobre o sínodo católico 2021-23, o 7MARGENS decidiu reunir o conjunto de textos publicados a esse propósito num caderno que permita uma visão abrangente e uma utilização autónoma do conjunto. A partir de agora, esse caderno está disponível em ligação própria.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Esta é a Igreja que eu amo!

Esta é a Igreja que eu amo! novidade

Fui um dos que, convictamente e pelo amor que tenho à Igreja Católica, subscrevi a carta que 276 católicas e católicos dirigiram ao episcopado português para que, em consonância e decididamente, tomassem “a iniciativa de organizar uma investigação independente sobre os crimes de abuso sexual na Igreja”.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This