Tempo de Advento (I)

“o Filho do homem numa nuvem…”

e | 1 Dez 2021

 

advento ligia rodrigues ilustração cedida pela autora (1200 x 900 px)

Ilustração © Lígia Rodrigues, cedida pela autora.

 

 

Desde há vários anos, a comunidade da Capela de Nossa Senhora da Bonança (conhecida como Capela do Rato), em Lisboa, assinala o tempo litúrgico do Advento com a publicação de postais com uma pintura encomendada a um(a) artista e um poema alusivo ao dia. Este ano, a convidada foi a artista portuense Lígia Rodrigues (que reside no Algarve), sendo os textos da autoria da escritora Leonor Xavier e do actor e encenador Luís Miguel Cintra. Por acordo com a Capela do Rato, o 7MARGENS publicará os quatro postais e as orações respectivas de cada domingo, bem como a “memória descritiva” preparada pela artista, para apresentar a sua obra. O primeiro postal e respectivos textos reproduzem-se a seguir. Os próximos serão publicados nos próximos domingos, dias 5, 12 e 19, durante a tarde.

 

Memória descritiva

“Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino…
E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências…”
As desgraças anunciadas fazem pensar em dor, desolação, abandono, como uma subida ao gólgota.
Antes da glória da ressurreição, a morte.
“E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória.”
Cristo vem, Cristo que já não existe sem nos conter, pois unidos somos o Seu Corpo!
Uma exigência de amor prevista naquele “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei” (Jo 13, 14), condição para que Ele nasça e renasça entre dois ou mais unidos no Seu nome, unidos no “Não há maior amor do que dar a vida pelos seus amigos”( Jo 15, 13).
Jesus vem em poder e glória entre nós, cada vez que somos protagonistas do amor recíproco, cada vez que o damos ao mundo como presença viva entre nós.
É a Igreja que renasce sempre nova, como resposta de amor abraçando a Humanidade.
Cristianismo que não existe sem comunidade… e dos primeiros cristãos dizia-se: “…vede como se amam e uns pelos outros estão prontos a dar a vida… (Tertuliano, Apologético 39 [ed. Alcalá])
Jesus vem como “branco”, síntese das cores aqui complementares (as cores opostas no círculo cromático: violeta–amarelo; azul– laranja; vermelho–verde) na condição de unidade dos opostos, alfa e omega, princípio e fim, atmosfera que liga todas as coisas: o tudo em todos: “Que todos sejam um Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que Tu me enviaste.” (Jo 17, 21)

Lígia Rodrigues

 

Então, hão-de ver o Filho do
homem vir numa nuvem, com
grande poder e glória (Lc 21, 27)

 

Meu Senhor, desde a sombra da noite
rezo e te sinto e te procuro.
Invisível, vai passando este Advento, de esperança alumiada.
A inquietação em face das notícias, a pergunta sem resposta.
O espetáculo do mundo, Senhor,
e a tua presença, e a tua palavra de amor,
a esperança, a luz do caminho,
a levar-nos ao dia da revelação.
A espera, Senhor, os passos que vão acontecendo,
a espiritualidade, nos teus desígnios.
As palavras do Papa Francisco,
o alerta para os grandes desesperos,
a invasão do nosso cotidiano.
Os abusos sexuais, as multidões entre fronteiras.
A doença de matar, vai vem decisões,
cientistas, governos, poderes.
O futuro do ambiente, a respiração de todos nós, meu Senhor.
Rezo com esperança, a fé é dom, é graça, é força, é certeza.

Leonor Xavier 2021

 

Bispos católicos de França apelam à fraternidade e justiça, mas não se demarcam da extrema-direita

Com as eleições no horizonte

Bispos católicos de França apelam à fraternidade e justiça, mas não se demarcam da extrema-direita novidade

O conselho permanente dos bispos da Igreja Católica de França considera, num comunicado divulgado esta quinta-feira, 20 de junho, que o resultado das recentes eleições europeias, que deram a vitória à extrema-direita, “é mais um sintoma de uma sociedade ansiosa, dividida e em sofrimento”. Neste contexto, e em vésperas dos atos eleitorais para a Assembleia Nacional, apresentaram uma oração que deverá ser rezada por todas as comunidades nestes próximos dias.

“Precisamos de trabalhar num projeto de sociedade que privilegie a ativação da esperança”

Tolentino recebeu Prémio Pessoa

“Precisamos de trabalhar num projeto de sociedade que privilegie a ativação da esperança” novidade

Na cerimónia em que recebeu o Prémio Pessoa 2023 – que decorreu esta quarta-feira, 19 de junho, na Culturgest, em Lisboa – o cardeal Tolentino Mendonça falou daquela que considera ser “talvez a construção mais extraordinária do nosso tempo”: a “ampliação da esperança de vida”. Mas deixou um alerta: “não basta alongar a esperança de vida, precisamos de trabalhar num projeto de sociedade que privilegie a ativação da esperança e a deseje fraternamente repartida, acessível a todos, protagonizada por todos”.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

E Jesus, estaria ele no Tik Tok?

7MARGENS/Antena 1

E Jesus, estaria ele no Tik Tok? novidade

“Falar Piano e Tocar Francês” é o título do livro do maestro Martim Sousa Tavares. Arte, música, cultura, paixão e mediação são temas do livro e pretextos para a conversa no programa 7MARGENS, da Antena 1. Que começa por uma pergunta: e Jesus, estaria ele hoje no Tik Tok?

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres

Uma religiosa e duas leigas

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres novidade

Pela quarta vez consecutiva, o papel das mulheres na Igreja voltou a estar no centro dos trabalhos do Papa e do seu Conselho de Cardeais – conhecido como C9 -, que se reuniu no Vaticano nos últimos dois dias, 17 e 18 de junho. Tratou-se de uma reflexão não apenas sobre as mulheres, mas com as mulheres, dado que – tal como nas reuniões anteriores – estiveram presentes três elementos femininos naquele que habitualmente era um encontro reservado aos prelados.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This