Entrevista

O frade que fez correr leite e mel em S. Tomé e Príncipe

| 25 Dez 2021

 

Foi a emergência da falta de leite numa casa de assistência a crianças e idosos, na capital de S. Tomé e Príncipe, que, há onze anos, impeliu Fernando Ventura, frade capuchinho português, a criar um banco de leite.

Uma solução que o quotidiano fez vingar, apoiado por diferentes personalidades da sociedade civil de Portugal.

Numa entrevista ao jornalista Manuel Vilas Boas, da TSF, frei Ventura refere-se aos neocolonialismos que podem manter no silêncio aqueles que nasceram para usufruírem da dignidade humana. “Só dá de si quem dá aos outros”, diz o capuchinho, apelando a que os antigos colonizadores se abram a uma solidariedade mais responsável.

Frei Ventura, 62 anos, é licenciado em teologia pela Universidade Católica e em ciências bíblicas em Roma. É tradutor-intérprete, no Vaticano, revelando que Francisco é o Papa mais difícil de traduzir, pelo facto de os seus gestos serem mais expressivos do que as palavras.

A entrevista pode ser ouvida na TSF.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

De 1 a 31 de Julho

Helpo promove oficina de voluntariado internacional

  Encerram nesta sexta-feira, 24 de Junho, as inscrições para a Oficina de Voluntariado Internacional da Helpo, que decorre entre 1 e 3 de Julho. A iniciativa é aberta a quem se pretenda candidatar ao Programa de Voluntariado da Organização Não Governamental para...

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This