Um canto ucraniano em português

O Natal Ortodoxo numa noite escura

| 6 Jan 2023

Nesta sexta-feira e sábado, 24 e 25 de Dezembro no calendário juliano, a maior parte das comunidades cristãs ortodoxas celebra o Natal. Para assinalar o facto de este ser um tempo celebrado na noite escura da tragédia da guerra, que leva o sofrimento e a morte a tantas famílias da Ucrânia e da Rússia, o 7MARGENS publica aqui um canto de Natal ortodoxo ucraniano, na tradução portuguesa de Catarina Leiroz, cantado por Tiago Barcelos.

O cântico pode ser ouvido nesta ligação: https://fb.watch/hTTA7TBlSQ/

Natal, Natividade, Ícone, Theófanes de Creta, Mosteiro Stavronikita, Monte Athos, Grécia-home

A Natividade do Senhor. Ícone de Theófanes de Creta, 1546, Mosteiro de Stavronikita, Monte Athos, Grécia

Em uma noite escura

Em uma noite escura,
sobre Belém,
uma estrela brilhante subiu
e cobriu a terra com sua luz.
A mais pura donzela,
a Noiva Santa,
em uma caverna humilde deu à luz um filho
Durma Jesus, Durma ó pequenino,
Durma minha estrelinha.
Estou cantando para ti,
meu querido,
sobre o teu destino.

Ela o beijou ternamente
e cobriu-o com um pano.
Colocou-o para dormir
e começou a cantar baixinho:

Tu vais crescer, filho
Tu te tornarás um homem adulto,
Tu irás para o mundo, meu filho.

Durma Jesus, Durma ó pequenino,
Durma minha estrelinha.
Estou cantando para ti, meu querido,
sobre o teu destino.

Amor do Senhor,
Verdade de Deus e Luz da Fé,
que Tu trarás ao Teu povo.

A verdade viverá
e quebrarás as algemas do pecado,
mas meu Filho morrerá no Gólgota.
Durma Jesus, Durma ó pequenino,
Durma minha estrelinha.
Estou cantando para ti, meu querido,
sobre o teu destino.
Durma Jesus, durma meu pequenino
Durma, minha Luz.
O mundo inteiro está olhando pra Ti
com esperança!

 

A humildade do arcebispo

A humildade do arcebispo novidade

Chegou a estender a mão e a cumprimentar, olhos nos olhos, todos os presentes, um a um. É o líder da Igreja Anglicana, mas aqui apresentou-se com um ligeiro “Hi! I’m Justin” — “Olá, sou o Justin!” — deixando cair títulos e questões hierárquicas. [O texto de Margarida Rocha e Melo]

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Catarina Pazes: “Sem cuidados paliativos, não há futuro para o SNS”

Entrevista à presidente da Associação Portuguesa

Catarina Pazes: “Sem cuidados paliativos, não há futuro para o SNS” novidade

“Se não prepararmos melhor o nosso Serviço Nacional de Saúde do ponto de vista de cuidados paliativos, não há maneira de ter futuro no SNS”, pois estaremos a gastar “muitos recursos” sem “tratar bem os doentes”. Quem é o diz é Catarina Pazes, presidente da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP) que alerta ainda para a necessidade de formação de todos os profissionais de saúde nesta área e para a importância de haver mais cuidados de saúde pediátricos.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This