Giacomo Campanile

O professor que ensinou religião e música ao vocalista vencedor da Eurovisão

| 25 Mai 21

Os Måneskin, com Damiano à direita, venceram o Festival Eurovisão da Canção. Foto: Direitos reservados.

“Não sou o professor que dizia aos Måneskin [banda que venceu o festival Eurovisão 2021, no sábado, 22] para estarem zitti e buoni [título da canção vencedora, que em tradução livre diz “cala-te e comporta-te bem”], fui apenas o professor de canto de Damiano David.”

A precisão é feita por Giacomo Campanile, docente de Religião no Liceu Eugenio Montale, em Roma – “estou aqui há 26 anos” – que pode afirmar que viu nascer e crescer musicalmente o vocalista do conjunto que pouco tempo antes tinha também arrebatado o primeiro prémio de uma das iniciativas musicais mais importantes de Itália, o festival de San Remo.

“Também não era o seu professor de religião, mas tive o prazer de inserir o Damiano naquela que considero uma criatura minha, o Pequeno Coro de Montale”, grupo que o docente, autodidata, guitarrista, autor e compositor inclusive de música sacra, começou em 1996.

Na história contada por Massimiliano Castellani, no Avvenire, Campanile acrescenta: “Aquele coro nasceu propositadamente para jovens como ele, porque compreendi que uma só hora de Religião não me permitia instaurar um diálogo mais amplo com as novas gerações, como, pelo contrário, consegui abrir com a arte – as visitas às basílicas de Roma, com o próprio Damiano sempre presente –, com a música e também com as redes sociais”, diz Giacomo Campanile.

O professor Campanile com um jovem Damiano. Foto: Direitos reservados.

Damiano acabou por enveredar pela música e deixar a escola. Desde que isso aconteceu, há cinco anos, o seu caminho levou-o para longe do seu professor. “Nunca mais o vi, mas ouvimo-nos e com os jovens do coro Montale enviámos-lhe, há tempos, um vídeo com uma paródia do seu sucesso Marlena, em que o nosso coro, no refrão ‘Marlena volta a casa’, canta ‘Damiano volta à escola!’. Ele divertiu-se muito a escutá-lo… Agora gostava que ele viesse aqui ao liceu para a cantar juntamente connosco, e nós haveríamos de o escutar – calados e bem-comportados.”

(A história pode ser lida na íntegra, em versão portuguesa, na página do secretariado católico da Pastoral da Cultura.)

 

Taizé dinamiza vigília para jovens em Glasgow

Cimeira do Clima

Taizé dinamiza vigília para jovens em Glasgow novidade

A Comunidade de Taizé foi convidada pelo Comité Coordenador da COP26 das Igrejas de Glasgow para preparar e liderar uma vigília para estudantes e jovens em Glasgow durante a Cimeira do Clima. Mais de sete mil pessoas passaram por Taizé, desde junho, semana após semana, apesar do contexto da pandemia que se vive.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

O outro sou eu

O outro sou eu novidade

Há tanto que me vem à cabeça quando penso em Jorge Sampaio. Tantas ocasiões em que o seu percurso afetou e inspirou o meu, quando era só mais uma adolescente portuguesa da primeira geração do pós-25 de Abril à procura de referências. Agora, que sou só uma adulta que recusa desprender-se delas, as memórias confundem-se com valores e os factos com aspirações.

Líbano: Siro-católicos dizem-se marginalizados

Líbano tem novo Governo

Líbano: Siro-católicos dizem-se marginalizados novidade

O novo Governo do Líbano, liderado pelo muçulmano sunita Najib Mikati, obteve nesta segunda-feira, 20 de setembro, o voto de confiança do Parlamento. A nova estrutura de Governo reflete na sua composição a variedade do “mosaico” libanês, nomeadamente do ponto de vista das diversas religiões e confissões religiosas, mas os siro-católicos dizem ter sido marginalizados.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This